WRC 2013

A época do WRC já começou, e como não poderia deixar de ser, o Chicane não poderia faltar com a cobertura!

A época fica marcada pela presença, apenas em “part-time”, do nove vezes campeão do mundo, Sébastien Loeb e pelo ingresso da Volkswagen no campeonato com o outro francês, Ogier, que faz equipa com Jari Matti Latvala, que trocou a Ford pelo novo projecto da marca Alemã. 
A Citroen, desfalcada do seu líder ( Loeb) viu-se obrigada a mexer no xadrez. Contratou Dani Sordo, piloto que na última época pilotava um dos Minis da Prodrive, que se juntou a Mikko Hirvonen, formando uma dupla muito coesa capaz de ser forte em todos os tipos de terreno!
 A Ford, perdeu o estatuto de oficial, mas Malcolm Wilson, conseguiu erguer um projecto que dá continuidade à marca “oval” no mundial de rally, dando prioridade aos mais jovens, como sempre, um hábito do ex-piloto enquanto director de equipa. Mads Ostberg e  Evgeny Novikov foram os pilotos escolhidos para a equipa principal, sendo Thierry Neuville o piloto da equipa júnior. A equipa irá contar também em algumas provas com Juho Hanninen, o jovem piloto campeão do agora extinto IRC.
Uma época cheia de novidades, dúvidas e muito poucas certezas, que promete aquecer como já não acontecia há muitos anos, desde o domínio absoluto de Loeb! 
Resumido que está o plantel desta época e com 2 ralis já disputados, já se consegue tirar algumas ilações.
Em Monte Carlo, assistimos a um dos mais difíceis ralis nas serras monegascas que há memória. Muita neve, placas de gelo, alternando com piso seco ou húmido, tornou esta prova em um autêntico desafio para máquinas e pilotos. Loeb, sempre ele, marcou o ritmo do rally, vencendo com brilhantismo. Na segunda posição o estreante Polo, conduzido por Ogier, o francês fez história ao vencer a 1ª etapa de sempre do Polo WRC num mundial de ralis, a fechar o pódio o segundo Citroen, com Sordo aos comandos.
Esta dura prova fez diversas baixas, (os homens da Ford que o digam) que apenas viu Ostberg pontuar, Neuville abandonou na 4º etapa, mas o pior ainda estava para vir, na primeira passagem pelo mítico “Col du Turini”, de uma assentada Hanninen e Novikov abandonam!  Na mesma passagem (pintado em tons de branco, como há muito não se via) , Jari Matti Latvala , que se estreava pela Volkswagen, despistou-se exactamente no mesmo sitio que Novikov! 

Classificação final

1º S. LOEB   Citroen DS3 WRC 1:39:49.0
2º S. OGIER   Volkswagen Polo R WRC +1:20.3
3º Sr. Hirvonen   Citroen DS3 WRC +1:46.7
4º D. SORDO   Citroen DS3 WRC +2:01.2
5º J. LATVALA   Volkswagen Polo R WRC +2:32.2
6º E. NOVIKOV   Ford Fiesta RS WRC +2:50.6
7º M. OSTBERG   Ford Fiesta RS WRC +2:55.1
8º B. Bouffier   Citroen DS3 WRC +2:57.1
9º J. HANNINEN   Ford Fiesta RS WRC +3:03.5
10º Sr. Prokop   Ford Fiesta RS WRC +6:11.3
11º J. MAURIN   Ford Fiesta RS WRC +8:17.4
12º S. WIEGAND   Skoda Fabia S2000 +9:46.9
13º O. BURRI   Peugeot 207 S2000 +10:03.2
14º A. KREMER   Subaru Impreza +10:47.2
15º Y. PROTOSOV   Subaru Impreza N4 +13:23.0

Seguiu-se a Suécia…

Segunda prova da temporada. Um dos mais difíceis e específicos ralis da temporada onde, por norma, quem manda são os pilotos nórdicos. Só que existem dois franceses que gostam de contrariar a lógica…Ogier e Loeb.

 Dois pilotos, que a nosso ver são de um nível acima de todos os outro, fizeram um rally à parte do próprio rally, com vantagem para o mais novo dos Franceses (Ogier), que ofereceu, na segunda prova do campeonato a 1ª vitoria à Volkswagen, de forma categórica e contundente, vencendo com cerca de 40´s sobre Loeb, que bem tentou pressionar o seu compatriota. De nada valeram os seus esforços e nas últimas especiais do rally limitou-se apenas a controlar Ostberg que seguia na 3ª posição, não cometendo nenhum erro e colocando-se em segundo lugar do pódio. 
O fim-de-semana poderia ter sido ainda mais inesquecível para a estreante marca alemã, já que Latvala deixou escapar o 3º lugar por apenas 6´s.
 A fechar o top 5, Neuville em Ford, o jovem piloto belga, a provar toda a sua qualidade e rapidez neste tipo de pisos!
 Desilusão na Citroen,  com Sordo e Hirvonen, a não marcarem pontos nem para o mundial de pilotos nem para o de construtores, após desistência de Sordo. O regresso no ultimo dia em “super rally” de Mikko de nada valeu, uma vez que nem na power stage conseguiu amealhar qualquer ponto, deixando no ar muitas duvidas quanto ao futuro da marca francesa para esta época, visto que Loeb só fara 4 provas esta época e a próxima na Argentina a…31 de Maio!
Ogier sai da Suécia com a 1ª vitória da época e para o Polo.
Classificação final
1 Ogier / Ingrassia   VW Polo R WRC 3h11m41.9s
2 Loeb / Elena   Citroën DS3 WRC + 41.8s
3 Østberg / Andersson   Ford Fiesta RS WRC + 1m24.5s
4 Latvala / Antilla   VW Polo R WRC + 1m30.6s
5 Neuville / Gilsoul   Ford Fiesta RS WRC + 5m06.4s
6 Hänninen / Touminen   Ford Fiesta RS WRC + 5m43.1s
7 Prokop / Ernst   Ford Fiesta RS WRC + 11m25.4s
8 Solberg / Axelsson   Ford Fiesta RS WRC + 11m42.7s
9 Novikov / Minor   Ford Fiesta RS WRC + 13m04.7s
10 Al Rahji / Orr   Ford Fiesta RS RRC + 16m27.0s
17 Hirvonen / Lehtinen   Citroën DS3 WRC + 31m19.0s
A próxima prova será no México, um rally muito difícil, pois é disputado em altitude e a perda de potência dos motores é uma constante.
Será o Polo eficaz em pisos de terra? Será que a Citroen vai reagir ao atraso pontual dos seus pilotos? E a Ford? Terá o Fiesta andamento para a concorrência? Todas as respostas de 7 a 10 de Março em Guanajuato!
Carlos Mota

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.