Azar não larga Álvaro Parente

Em mais uma prova para o campeonato britânico de GT, Parente e a sua equipa ( United Autosports) foram outra vez bafejados pelo azar.

Na qualificação, (ontem) o carro com um set up deficiente tornou-se muito difícil de conduzir com a traseira muito solta o que dificultou em muito a tarefa dos pilotos ( Parente e Zak Brown). O resultado foi um péssimo 17º lugar.

Na 2ª corrida ( hoje) com um set up francamente melhor, Parente ainda conseguiu chegar ao 2º lugar mas uma falha técnica deu origem a um 19º lugar.

O carro estava muito complicado de pilotar, dado que, mal o apontávamos para uma curva a traseira soltava-se, o que nos obrigava a ter muitos cuidados e a impedir-nos de atacar. Foi, portanto, impossível conseguir melhor que o décimo sexto lugar da grelha de partida”

“A equipa melhorou o carro substancialmente e hoje consegui atacar e subi ao segundo lugar. Porém, quando entreguei o volante ao Zak este sentiu problemas na caixa de velocidades e atrasámo-nos consideravelmente. Foi uma prova frustrante, uma vez que poderíamos ter alcançando um bom resultado, mas as corridas são mesmo assim”

Ficamos então à espera que o azar largue o piloto.


Fonte:
Autosport.pt


Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.