Qualificação GP Alemanha – Nürburgring

Depois de uma semana de incertezas quanto à realização ou não do GP da Alemanha, ficamos todos aliviados quando vimos um Mercedes a ganhar a Pole Position. Aliviados porque assim ficamos a saber que está tudo dentro da normalidade: Mercedes com Pole seguidos da Red Bull. Tem sido assim já algumas corridas.
Mas vamos por partes:

Q1
Os Force India foram dos primeiros carros a entrar em acção e Sutil é o primeiro de muitos pilotos a queixar-se de sobreviragem no carro, factor que vai prejudicar alguns pilotos durante a corrida.
Como já é habitual, a 10 minutos de terminar a sessão, os pilotos de cima da tabela, ainda não tinham saído das boxes e Maldonado era 1º (!), com o tempo de 1.31.834, muito acima daquilo que se previa que fosse um bom tempo. Depois disso, sai Alonso, que recebe ordens da equipa para efectuar apenas 3 voltas, ou seja, a volta de saída, a volta cronometrada e a volta de entrada nas boxes. Parecia que a Ferrari tinha a lição estudada e tinha mesmo…mas com Massa, que faz o melhor tempo da sessão.
De fora ficavam Bottas, Maldonado, Pic, Biachi, Van der Garde e Chilton. Era assim a ordem dos pilotos no fim da Q1:
1 Massa           11 Rosberg           21 Van der Garde
2 Raikkonen     12 Di Resta          22 Chilton
3 Alonso           13 Webber
4 Ricciardo       14 Pérez
5 Hamilton        15 Vergne
6 Hulkenberg    16 Gutierrez
7 Button            17 Bottas
8 Grosjean        18 Maldonado
9 Vettel             19 Pic
10 Sutil             20 Bianchi

Q2
A segunda sessão de qualificação ficou marcada por um erro da Mercedes, mas antes, assistimos ao melhor de Grosjean, que fez uma volta espectacular, ao descer o tempo para o segundo 29 (1.29.992). Realmente Grosjean é capaz de fazer coisas espectaculares, como esta volta e a volta no Mónaco e logo a seguir, é capaz de fazer o pior que se possa imaginar, como o acidente também no Mónaco, com Ricciardo.
A Q2, só ficou decidida na última volta dos pilotos, com Rosberg a assistir na garagem da Mercedes. A equipa pensava que o tempo que o alemão tinha conseguido fazer, era suficiente para ficar no top 10, mas não foi o caso, porque Hulkenberg e Button, fazem um verdadeiro milagre ao baterem o tempo de Nico Rosberg e passam a Q3, enquanto um alemão furioso deveria estar a pensar que estaria numa outra equipa, tipo Marussia, tal foi a ingenuidade de Ross Brawn e companhia.
A acompanhar Rosberg, ficavam para trás Di Resta (também uma surpresa desagradável), Pérez, Gutierrez, Sutil e Vergne. Massa era mais uma vez o piloto com o melhor tempo: 1.29.825.

1 Massa           9 Hulkenberg
2 Raikkonen   10 Button
3 Alonso         11 Rosberg
4 Vettel           12 Di Resta
5 Grosjean      13 Pérez
6 Hamilton      14 Gutierrez
7 Webber       15 Sutil
8 Ricciardo

Q3
A verdadeira prova do 9 para os habituais pilotos, começava e logo com a confirmação de que Ferrari, Hulkenberg e Button, não lutavam pela Pole, pois sairam com pneus médios, possivelmente a pensar já na corrida. Massa, que tinha feito o melhor tempo nas duas anteriores sessões, saiu mesmo com pneus usados. Sabiamos à partida, de que quem conseguisse andar mais perto do segundo 28, conseguiria a Pole.
Na corrida para a Pole, a Red Bull colocava-se à frente, com Vettel (1.29.501), o preferido do público alemão, a fazer o melhor tempo, enquanto o seu colega de equipa, Mark Webber, fazia o 3º melhor tempo. Mas como a Mercedes queria também joga em casa, Hamilton baixou o tempo para 1.29.398, “gelando” os alemães apoiantes de Vettel.
A Grellha do top 10 fica assim composta:

1 Hamilton         2 Vettel
3 Webber          4 Raikkonen
5 Grosjean        6 Ricciardo
7 Massa            8 Alonso
9 Button (s/ tempo)  10 Hulkenberg (s/ tempo)

Desta qualificação ficam algumas conclusões:
-a Caterham está novamente à frente da Marussia;
-Ricciardo dá mais um passo e ultrapassa Vergne, na luta por lugar na Red Bull, para a próxima época:
-Raikkonen mostrou que o Lotus pode ser um candidato à vitória no traçado alemão;
-Button e Hulkenberg levaram os seus carros onde ninguém pensava, dentro dos 10 primeiros;
-Hamilton provou que os Mercedes estão com mais velocidade e que agora sim, podem lutar verdadeiramente pelo campeonato.

A nossa previsão para a vitória recai sobre Hamilton, mas logo seguido dos Red Bull…e vamos ver se Webber não se intromete na luta com Vettel, já que agora não tem nada a perder e está atrás do alemão na grelha.

Foto:
grandprix247.com

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.