G.P. da Hungria – Qualificação

Debaixo de sol e com a pista quente como nunca esteve durante esta época, iniciou-se mais uma qualificação, no G.P. que marca o meio da época e que antecede a paragem (mais uma infelizmente) para férias.
A 3ª sessão de treinos livres tinha confirmado a excelente forma de Grosjean que fez P1 dando se melhor com os novos componentes dos pneus que o seu colega Kimi Raikkonen que fez apenas 11º. Alonso ficava com o 2º tempo. Destaque para Perez que fez P3 evidenciando evolução no McLaren. O mexicano não estava claramente habituado a este tipo de andamento este ano e na última volta foi contra as barreiras o que obrigou os mecânicos a trabalho extra antes da qualificação.
Q1:
Gutierrez saiu primeiro para a pista  mas apenas quando Bottas fez a sua volta  o tempo baixou para um registo aceitável fazendo 1:21:532.
Ricciardo aproveitava as dicas aprendidas no RB9 e baixava o tempo de Bottas. As equipas da frente esperavam pelo fim da sessão para fazer os seus tempos, esperando que a pista aquecesse mais e ficasse mais rápida ( Hungaroring é pouco usada e vai ficando mais rapida ao longo do fim de semana enquanto a pista limpa).
Os últimos minutos trouxeram Ricciardo a fazer P1 por pouco tempo, sendo sucedido por Alonso. Grosjean mostrava que o bom andamento não era por acaso e fazia o melhor tempo de novo, mas foram os inevitáveis Mercedes a  fazer os melhores tempos com Rosberg a liderar a ficha seguido de Hamilton.
No extremo oposto da lista ficavam de fora os suspeitos do costume ( Marussia e Caterham com vantagem para a equipa malaia), Gutierrez e Di Resta com muitos problemas no seu VJ06 que não se esta a adaptar nada bem as novas borrachas.
Destaque para o excelente trabalho dos homens da McLaren que conseguiram colocar o carro de Perez pronto a tempo para fazer um tempo que lhe permitiu seguir para a Q2.
Q2:
Kimi saiu cedo querendo mostrar serviço mas o seu companheiro de equipa cedo tratou de responder fazendo o melhor tempo. Hamilton baixava a marca do francês e logo de seguida Vettel conseguia  baixar pela 1ª vez para o minuto 1:19, mesmo tendo bloqueado as rodas na penúltima curva. No final seria Rosberg de novo a ficar com o melhor tempo. Button ficou-se pelo 13º lugar não tendo conseguido tirar o melhor do carro enquanto que Perez seguia para a Q3. Webber com problemas no carro ( mais uma vez)  conseguia, quase por milagre, passar para a Q3. Sem Kers e com problemas de caixa seria difícil exigir mais ao australiano. Ricciardo conseguia de novo passar à Q3.
De fora ficavam Sutil, Hulkenberg, Button,Vergne, Maldonado e Bottas.
Q3:
Webber não fazia tempo na Q3 fruto dos problemas do carro e Perez saia com pneus duros apenas para registar um tempo privilegiando a estratégia. Na frente a luta seria para não variar entre Vettel e os Mercedes. Rosberg, seguido de Hamilton, fazia os melhores tempos mas Vettel com uma volta canhão chegava-se à frente. Na última volta Rosberg não conseguia melhorar e Hamilton espantava toda a gente (incluindo ele próprio), baixando ainda mais o registo de Vettel. Grosjean ficava com a 3ª posição.
Um surpreendido mas ainda assim não muito animado Hamilton conseguia mais uma pole para a Mercedes admitindo que será apenas por milagre que conseguirá a vitória e Vettel que não esperava perder o 1º lugar resignava-se com o 2º sabendo que com o Mercedes à frente poderá chegar ao 1º assim que os pneus derem de si. Grosjean tem uma boa hipótese de fazer novo pódio.

Grid para amanhã:
Pos  Driver               Team                  Time      Gap       
1. Lewis Hamilton Mercedes 1m19.388s
2. Sebastian Vettel Red Bull-Renault 1m19.426s +0.038s
3. Romain Grosjean Lotus-Renault 1m19.595s +0.207s
4. Nico Rosberg Mercedes 1m19.720s +0.332s
5. Fernando Alonso Ferrari 1m19.791s +0.403s
6. Kimi Raikkonen Lotus-Renault 1m19.851s +0.463s
7. Felipe Massa Ferrari 1m19.929s +0.541s
8. Daniel Ricciardo Toro Rosso-Ferrari 1m20.641s +1.253s
9. Sergio Perez McLaren-Mercedes 1m22.398s +3.010s
10. Mark Webber Red Bull-Renault no time set

Q2 cut-off time: 1m20.545s                             Gap ** 
11. Adrian Sutil Force India-Mercedes 1m20.569s +0.791s
12. Nico Hulkenberg Sauber-Ferrari 1m20.580s +0.802s
13. Jenson Button McLaren-Mercedes 1m20.777s +0.999s
14. Jean-Eric Vergne Toro Rosso-Ferrari 1m21.029s +1.251s
15. Pastor Maldonado Williams-Renault 1m21.133s +1.355s
16. Valtteri Bottas Williams-Renault 1m21.219s +1.441s

Q1 cut-off time: 1m21.612s                              Gap * 
17. Esteban Gutierrez Sauber-Ferrari 1m21.724s +1.374s
18. Paul di Resta Force India-Mercedes 1m22.043s +1.693s
19. Charles Pic Caterham-Renault 1m23.007s +2.657s
20. Giedo van der Garde Caterham-Renault 1m23.333s +2.983s
21. Jules Bianchi Marussia-Cosworth 1m23.787s +3.437s
22. Max Chilton Marussia-Cosworth 1m23.997s +3.647s
Destaques:
Red Bull: se há equipa que ficou contente com a troca de compostos dos pneus foram eles. Conseguem extrair muito mais do carro e em circuitos como este ficam em clara vantagem. Apenas um super Hamilton impediu a previsível pole de Vettel. Webber claramente agastado com mais um problema ficava pela 10ª posição sabendo que vai ter uma corrida difícil pela frente. Da a impressão que o australiano está na equipa para ficar com os azares todos.
Mercedes: todo o fim de semana a tentar perceber como os pneus novos funcionam e a afinar o Set up. Qualificação não é problema mas corrida já nã é bem a mesma história. Se conseguirem fazer aguentar os pneus médios talvez tenham uma hipótese mas se tiverem de fazer 3 paragens a operação complica-se. Hamilton mostrou hoje todo o seu talento e Rosberg esteve também muito bem. Não nos parece que tenham carro para aspirar pela vitória… E pódio também vai ser complicado.

Lotus: Perderam a vantagem da poupança dos pneus mas ainda assim tem ritmo para continuar na frente. Raikkonen estranhamente esteve muito abaixo do esperado e vai ter uma corrida muito longa pela frente, enquanto Grosjean tem amanhã muitas possibilidades de fazer pódio. Este fim-de-semana o francês trouxe apenas o seu talento e deixou em casa a precipitação e a desconcentração. E quando é assim é capaz de se bater com os melhores.

Ferrari: O low profile continua e entraram em modo 2012. O carro esta claramente um passo atrás dos outros candidatos, mas parece que é assim que eles rendem mais. Alonso não fez melhor que 4º e Massa em 7º. O carro não evoluiu e assim é complicado lutar pelo titulo. Mas foi assim que no ano passado deram luta até ao fim por isso não se deve descartar a Scuderia da luta. Quando as coisas ficam difíceis Alonso consegue fazer mais e melhor.
McLaren: evolução clara. Já conseguiram dar mais apoio aerodinâmico ao carro mas ainda não é suficiente. Com os pneus médios a coisa parece correr bem, com os macios nem tanto. Button queixou-se de uma mudança no equilíbrio do carro quando mudou de pneus usados para novos. Questão de afinação. Mas já têm mais carro… embora não seja suficiente ainda para vitórias.
Force India: os mais prejudicados com a mudança de pneus. Fora de ritmo e sem capacidade para fazer mais. Um passo atrás na evolução do carro que tão boa conta tinha dado de si. Di Resta mais uma vez na Q3 mas desta vez com a tarefa mais dificultada para subir nas posições. A pista não ajuda muito. Sutil no seu 100º GP ficou se pela Q2 o que já não foi mau.
Toro Rosso: Vergne ficou a saber da maneira mais difícil que não contam com ele para a Red Bull. Terá agora que defender a sua honra mas não foi capaz de mostrar o seu talento. Já Ricciardo aproveitou o seu  momento e fez P8 o que é muito bom. A motivação de subir para a 1ª equipa fez maravilhas ao australiano.

Williams: Nada a assinalar. P15 e P16 com um carro que dificilmente fará melhor. Está na altura de pensar no próximo ano.
Sauber: as noticias de investidores desanuviaram o ar na equipa suiça. Já se sabe que Syrotkin será piloto para o ano o que coloca Gutierrez numa situação complicada. Hulkenberg pelo seu lado é falado para a Ferrari. Veremos o que traz o final da época. Por agora melhorias no carro que ainda não chegam para brilhar.
Marussia/ Caterham
A Caterham investiu mais, melhorou mais e os resultados estão à vista. Estão na frente em relação aos Marussia e assim deve continuar até ao final. A não ser que o talento de Bianchi ajude a equipa.
Para amanhã esperamos mais uma vitória de Vettel com Grosjean e Alonso no pódio. Veremos se as nossas apostas pagam desta vez. A Mercedes não deve ter ritmo para se dar bem em corrida. Estamos curioso para ver o que fará Raikkonen e Webber, assim como os McLaren. Uma corrida em que se espera poucas ultrapassagens, mas ja assim se esperava em Mónaco e foi uma corrida muito boa. Seja como for já la vão 3 semanas sem F1 por isso seja o que for nos vamos ficar contentes. Já agora um comentário sobre este calendário. Paragens de 3 semanas durante a primeira metade, enquanto que a segunda metade será quase sem parar. Se calhar era altura de repensar isso.

Tudo para confirmar amanhã as 13h, e durante a tarde no Chicane.
Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.