DTM – Resumo do fim de semana com a Mercedes a sorrir.

O fim-de-semana em Nurburgring começava com um português a brilhar. Filipe Albuquerque fazia o tempo mais rápido dos treinos livres dando uma boa dose de optimismo para o piloto de Coimbra e para a sua equipa. Mas na qualificação o bom ritmo do Audi RS5 não se viu e o português ficou apenas em 17º. Na frente Augusto Farfus fazia a sua 1ª pole no DTM, com os candidatos ao titulo Rockenfeller e Spengler a ficarem-se pelas  11ª e 10ª posição respectivamente. 

No final do dia Albuquerque afirmou em relação à sua prestação na qualificação:
“Foi a minha pior qualificação e sem dúvida a mais estranha. Fui o piloto mais rápido nos treinos, o carro estava fabuloso, e chego à qualificação e tudo muda. Não temos para já uma justificação para o sucedido. Não tinha qualquer aderência. Vamos ter de analisar a telemetria e perceber o que aconteceu”. 

“Estou a torcer para que a chuva apareça e que consigamos perceber e ultrapassar o que aconteceu no treino cronometrado. Vou continuar a dar o meu melhor e esperar para ver”

Resultados da qualificação:

Pos  Driver              Team/Car        Time       Gap
 1.  Augusto Farfus      RBM BMW         1m23.296s
 2.  Marco Wittmann      MTEK BMW        1m23.445s  +0.149s
 3.  Miguel Molina       Phoenix Audi    1m23.451s  +0.155s
 4.  Edoardo Mortara     Rosberg Audi    1m23.648s  +0.352s
 5.  Gary Paffett        HWA Mercedes    1m23.514s  Q3
 6.  Daniel Juncadella   Mucke Mercedes  1m23.617s  Q3
 7.  Robert Wickens      HWA Mercedes    1m23.688s  Q3
 8.  Christian Vietoris  HWA Mercedes    1m23.688s  Q3
 9.  Mattias Ekstrom     Abt Audi        1m23.803s  Q3
10.  Bruno Spengler      Schnitzer BMW   1m23.822s  Q3
11.  Mike Rockenfeller   Phoenix Audi    1m23.555s  Q2
12.  Jamie Green         Abt Audi        1m23.574s  Q2
13.  Timo Glock          MTEK BMW        1m23.665s  Q2
14.  Adrien Tambay       Abt Audi        1m23.684s  Q2
15.  Pascal Wehrlein     Mucke Mercedes  1m23.687s  Q2
16.  Joey Hand           RBM BMW         1m23.737s  Q2
17.  Filipe Albuquerque  Rosberg Audi    1m23.914s  Q1
18.  Timo Scheider       Abt Audi        1m24.091s  Q1
19.  Dirk Werner         Schnitzer BMW   1m24.198s  Q1
20.  Martin Tomczyk      RMG BMW         1m24.225s  Q1
21.  Roberto Merhi       HWA Mercedes    1m24.359s  Q1
22.  Andy Priaulx        RMG BMW         1m24.505s  Q1


Pois bem, o pedido do português foi ouvido e logo antes do início da corrida começaram a cair as primeiras gotas de água. Os ingredientes estavam conjugados para uma corrida bem mais animada do que na Rússia. E de facto na primeira volta foi uma sucessão de saídas de pista, com vários carros sem aderência nenhuma, o que levou a entrada do Safety Car. Rockenfeller, que tinha baixado da 10ª posição para último, com um início péssimo e uma saída de pista, entrava nas boxes à 2ª volta para colocar pneus de chuva, o que não seria contabilizado para as 2 paragens obrigatórias, que apenas são permitidas a partir da 3ª volta. Mas esta jogada estratégica revelou-se muito boa, uma vez que a chuva não parou e o alemão foi ganhando posições até chegar ao 1º lugar de onde fabricou uma liderança de quase 30 segundos, enquanto outros pilotos mantinham teimosamente os pneus “slicks” esperando que a pista secasse.   

No meio do pelotão assistíamos a uma corrida verdadeiramente entusiasmante, com duelos, saídas de pista, ultrapassagens fantásticas. A melhor prova do DTM deste ano por uma larga margem. Wickens iniciava a sua subida gradual em busca de Rockenfeller, fazendo uma ultrapassagem fenomenal a Farfus e Tambay, enquanto os restantes pilotos também davam espectáculo.

Com a 2ª ida as boxes, a vantagem de Rockenfeller diminuiu consideravelmente e Wickens aproveitava para se aproximar, com Farfus por perto a também não querer ficar fora do pódio. A Audi adiou o mais que pode a ultima entrada nas boxes de Rockenfeler, esperando um erro do adversário da Mercedes, mas Wickens não errou e continuou a imprimir um ritmo forte e consistente. Quando saiu da última paragem nas boxes, Rockenfeler saia atrás de Wickens que assumia a liderança, Farfus logo a seguir ao alemão e Vietoris em 3ºque vinha fazendo uma excelente corrida também. No final,1ª vitória no DTM para o Wickens, com Farfus a subir novamente ao pódio depois de já ter conseguido o mesmo resultado na Moscow Raceway, Veitoris a ficar com o 3º posto, subindo na classificação para 2º e Rockenfeller em 4º, não pode ficar descontente com os pontos conquistados hoje. A Mercedes, que pareceu sempre em dificuldade neste fim de semana, conseguiu colocar dois carros no pódio. Bem podem agradecer à chuva que jogou um papel decisivo em seu favor.

Spengler acabou fora dos pontos e pode ter hipotecado as hipóteses de vencer o campeonato, ele que teve uma luta acesa com Albuquerque que levou a uma saída de pista do canadiano. O português fez hoje a sua melhor corrida do ano. Combativo, nunca desistiu e lutou sempre por uma melhor posição. Subiu do 17º para o 8º, o que lhe garantiria os primeiros pontos mas o último pit stop foi simplesmente horrível, fazendo o português perder 3 segundos. Tempo que seria suficiente para ficar à frente de Wehrlein e Green. Ainda assim assistiu-se tanto por parte do português como da maioria dos pilotos a momentos de muito boa condução.

Assim sendo as contas pelo título ficam alteradas, com Rockenfeller a manter-se líder mas agora tem atrás de si Vietoris, seguido de Wickens. Spengler caiu para 4º com mais um ponto que Farfus. Albuquerque é o único que ainda não pontuou mas hoje merecia pelo menos um ponto mas a sua equipa, mais uma vez, deixou ficar mal o piloto.

Próxima corrida dentro de 27 dias em Oschersleben.
Classificação final:

Pos  Driver              Team/Car            Time/Gap
1. Robert Wickens HWA Mercedes 1h15m33.710s
2. Augusto Farfus RBM BMW +2.158s
3. Christian Vietoris HWA Mercedes +9.749s
4. Mike Rockenfeller Phoenix Audi +20.524s
5. Martin Tomczyk RMG BMW +27.104s
6. Adrien Tambay Abt Audi +27.523s
7. Marco Wittmann MTEK BMW +29.540s
8. Miguel Molina Phoenix Audi +33.037s
9. Jamie Green Abt Audi +39.972s
10. Pascal Wehrlein Mucke Mercedes +40.486s
11. Filipe Albuquerque Rosberg Audi +40.908s
12. Edoardo Mortara Rosberg Audi +42.629s
13. Mattias Ekstrom Abt Audi +46.303s
14. Bruno Spengler Schnitzer BMW +51.991s
15. Dirk Werner Schnitzer BMW +57.649s
16. Andy Priaulx RMG BMW +1m21.517s
17. Gary Paffett HWA Mercedes +1 lap
18. Timo Glock MTEK BMW +1 lap
19. Roberto Merhi HWA Mercedes +1 lap

Retirements:

Daniel Juncadella Mucke Mercedes 29 laps
Timo Scheider Abt Audi 8 laps
Joey Hand RBM BMW 0 laps



Classificações nos Campeonatos de Pilotos, equipas e marcas:

Position Driver Team Points Hockenheim Brands Hatch Red Bull Ring Lausitzring Norisring Moskau Nürburgring Oschersleben Zandvoort Hockenheim
1 Mike Rockenfeller Audi Sport Team Phoenix 106 4 25 12 18 10 25 12
2 Christian Vietoris Mercedes AMG DTM-Team 71 15 4 6 15 15 1 15
3 Robert Wickens STIHL Mercedes AMG 70 15 12 18 25
4 Bruno Spengler BMW Team Schnitzer 67 10 18 25 6 8
5 Augusto Farfus BMW Team RBM 66 25 8 15 18
6 Gary Paffett EURONICS Mercedes AMG 57 12 8 2 25 10
7 Marco Wittmann BMW Team MTEK 39 2 12 18 1 6
8 Mattias Ekström Audi Sport Team Abt Sportsline 38 6 10 4 18
9 Dirk Werner BMW Team Schnitzer 26 18 4 4
10 Joey Hand BMW Team RBM 26 6 10 4 6
11 Adrien Tambay Audi Sport Team Abt 20 12 8
12 Daniel Juncadella stern Mercedes AMG 20 8 12
13 Jamie Green Audi Sport Team Abt Sportsline 20 10 8 2
14 Timo Glock BMW Team MTEK 15 15
15 Timo Scheider Audi Sport Team Abt 12 8 2 2
16 Martin Tomczyk BMW Team RMG 10 10
17 Roberto Merhi THOMAS SABO Mercedes AMG 8 1 1 6
18 Miguel Molina Audi Sport Team Phoenix 4 4
19 Pascal Wehrlein Mercedes AMG 3 1 1 1
20 Edoardo Mortara Audi Sport Team Rosberg 2 2
21 Andy Priaulx BMW Team RMG 2 2


Team championship


Position Team Manufacturer Points Hockenheim Brands Hatch Red Bull Ring Lausitzring Norisring Moskau Nürburgring Oschersleben Zandvoort Hockenheim
1 STIHL / AMG Mercedes
Christian Vietoris / Robert Wickens
141 15 19 6 27 33 1 40
2 Audi Sport Team Phoenix
Mike Rockenfeller / Miguel Molina
110 4 25 12 18 10 25 16
3 BMW-Team-Schnitzer
Bruno Spengler / Dirk Werner
93 28 18 29 6 8 4
4 BMW-Team-RBM
Joey Hand / Augusto Farfus
92 31 10 8 4 21 18
5 EURONICS / THOMAS SABO Mercedes AMG
Gary Paffett / Roberto Merhi
65 13 8 2 26 6 10
6 Audi Sport Team Abt Sportsline
Mattias Ekström / Jamie Green
58 6 10 14 26 2
7 BMW Team MTEK
Timo Glock / Marco Wittmann
54 2 12 33 1 6
8 Audi Sport Team Abt
Timo Scheider / Adrien Tambay
32 8 2 14 8
9 stern / AMG Mercedes
Daniel Juncadella / Pascal Wehrlein
23 1 1 8 12 1
10 BMW Team RMG
Martin Tomczyk / Andy Priaulx
12 2 10
11 Audi Sport Team Rosberg
Filipe Albuquerque / Edoardo Mortara
2 2


Manufacturer championship

Position Manufacturer Points Hockenheim Brands Hatch Red Bull Ring Lausitzring Norisring Moskau Nürburgring Oschersleben Zandvoort Hockenheim
1 BMW 251 61 40 70 6 15 25 34
2 Mercedes-Benz 229 28 28 9 61 51 11 41
3 Audi 202 12 33 22 34 10 65 26



Nota final:

A BMW decidiu que no próximo ano o M3 DTM será substituído pelo novo carro da marca germânica  o M4, uma vez que o M3 deixará de ser produzido. Ficamos à espera para ver como será a versão DTM. Até agora parece-nos muito bem.




Fontes:

autosport.pt
autosport.com
gpupdate.net
DTM.com

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.