Relembrar brevemente os portugueses na F1.

Cada vez mais se fala da possibilidade de voltar a ter um português na F1. Félix da Costa está numa boa posição para preencher a vaga da Toro Rosso deixada livre por Ricciardo. Mas só o futuro dirá se essa possibilidade se vai tornar verdadeira ou se não passará de um sonho.
No entanto é importante relembrar o passado e aqueles que ja representaram Portugal na F1. Tivemos 5 pilotos a participar na categoria rainha do automobilismo. 
Mário Veloso de Araújo Cabral, mais conhecido como Nicha Cabralque participou de 59 a 64 em 4 GP ( Monza, Nurburgring e duas vezes Portugal em Monsanto e Porto), fazendo como melhor resultado um 10º lugar tendo desistido nas outras 3 provas. Fica para a história como o 1º português na F1. 
Casimiro de Oliveira inscreveu se no GP de Portugal de 58, mas resolveu renunciar por achar que não teria hipóteses dada a qualidade e juventude dos adversários ele que já tinha 41 anos. Mas foi ele que tratou de organizar a prova e trazer a Formula 1 a Portugal.
Seguiu-se Pedro Matos Chaves que em 91 entrou na fraca Coloni falhando a qualificação por 13 vezes não chegando a participar efectivamente num GP do grande circo, não havendo muito mais a dizer em relação a sua participação, uma vez que nunca teve maquina para mostrar muito mais.
Pedro Lamy entrou em 93 para a F1 pela Lotus, passando em 95 para a Minardi, depois de estar vários meses sem competir devido a um acidente no Lotus, em Silverstone onde fracturou as duas pernas, acabando com a sua participação na equipa. Fazendo meia época de 95 com a Minardi consegue o seu único ponto na F1 em Adelaide. A época seguinte com um carro sem desenvolvimento ditaria o fim da sua participação na F1. Correu em 32 GP.
Tiago Monteiro, até agora o melhor português na F1 com um 3º. Estreou-se em 2005 na Austrália. Foi o melhor rookie desse ano acabando 18 das 19 corridas mostrando solidez e errando muito pouco (arriscando pouco também é verdade). O GP de Indianapolis com a polémica da Michelin, em que os carros equipados com os pneus da marca francesa não correram por motivos de segurança deu assim uma “corrida” a 6 com Ferrari, Jordan e MInardi a seguirem para prova num dos dias mais negros da F1. Menos para Monteiro com acabou atrás dos mais que prováveis vencedores Ferrari e conseguindo assim o  seu 1º e único pódio na F1 sendo a primeira vez que a bandeira portuguesa subiu ao pódio também. Correu por 37 vezes na F1.

Teremos oportunidade aprofundar mais a historia destes pilotos mas fica apenas uma breve referencia esperando que para o ano possamos adicionar mais um a esta lista e que esse nos traga muitas alegrias. Acreditamos que sim.

Fontes:
statsf1.com
Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.