WRC – Rally de França (resumo)

Foi perfeito o cenário do 1º título de campeonato do mundo conquistado por Sebastien Ogier. Vencer o Rally de França e festejar o título.

Ogier venceu o Rally de França, um dos mais espectaculares e competitivos dos últimos tempos, com as condições meteorológicas a baralharem as contas. Forma cinco os diferentes lideres durante a prova, mas no fim a vitória sorriu ao mesmo de sempre…Ogier.

O piloto da Volkswagen entrou no rally a vencer o campeonato, pois a prova francesa tinha esta particularidade, de a “Power Stage” abrir o Rally , Ogier foi 3º, somou o ponto necessário para poder festejar desde já a vitória do mundial de ralis. Sordo venceu a mesma e era assim líder no final do primeiro dia.

O espanhol perdeu a liderança na 3ª especial do segundo dia, para Loeb, que vencera todas as especiais da parte da manhã, enquanto Ogier com uma menos boa escolha de pneus se atrasava dos homens da frente.
Na parte da tarde foi o “show” de Neuville, vencendo todas as especiais da segunda secção do dia, e terminado o dia na frente com uma vantagem de praticamente de 10´s sobre Sordo, Latvala era terceiro e Loeb quarto a 12´s do piloto da Ford. Ogier parcia arredado da luta pela vitoria, pois fechava o segundo dia com um atraso já de 28´s.

O terceiro dia começa da mesma forma que tinha terminado o segundo, com Neuville na frente, a aumentar a diferença para toda a concorrência, menos Ogier que aos poucos ia diminuindo a diferença para a frente, sem por em perigo a liderança do piloto Belga, mas já perto dos lugares do pódio. Inclusive na SS9 sobe a 4ª posição por troca com Loeb que perdeu 10´s nessa especial.

Pouco depois na SS11, tudo mudaria. Neuville furou e perdeu cerca de 1:25m, e com isso a liderança da prova para Sordo. Latvala era 2º, Loeb que entretanto tinha recuperado de novo a sua posição face a Ogier, seguia em 3º. Neuville estava em condições normais fora da luta pela sua primeira vitória no mundial de ralis.

As diferenças eram tão curtas entre os quatro primeiros que houve várias trocas entre eles até final, inclusive na liderança no final do dia, já que Latvala na última especial do dia ultrapassou Sordo na geral por escassos 0,4´s, Ogier era terceiro a apenas 1,5´s e Loeb a 5´s fechava o penúltimo dia na quarta posição.
No último dia só deu Ogier. Loeb terminou o rally mais cedo, logo no primeiro quilometro na especial inaugural do ultimo dia, o francês saiu de estrada e ficou a ver a prova como poucas vezes viu ao longo da sua carreira…de cabeça para baixo. De cabeça bem para cima estava Ogier, que ia controlando os seus adversários, rumo à vitória no rally, numa prova como há muito não se via. 5 líderes, várias trocas de posições entre os primeiros e muita incerteza até final.

Ogier venceu um rally que para muitos já estava perdido, Sordo foi segundo e Latvala fechou o pódio. Neuville foi quarto, mas o que mais ficou vincado nesta prova foi o andamento do jovem piloto belga, que demonstrou que será um osso duro de roer para a próxima temporada para toda a gente.

Novikov foi 5º na geral, a mais de 3 minutos do vencedor, um mal menor se olharmos para a sexta posição final de Hirvonen bem longe dos lugares cimeiros. Mikkelsen foi 7º na frente de mais uma grande desilusão, Ostberg, com um 8º lugar final a mais 4:30m do primeiro. Kubica esteve em grande na prova francesa, foi 9º na geral final e venceu de forma clara o WRC2, regressando assim a liderança no campeonato. Dumas fechou os lugares pontuáveis.
 
Classificação geral final:

1.
8
S. OGIER
M
2:53:07.6
0.0
0.0
2.
10
D. SORDO
M
2:53:19.8
+12.2
+12.2
3.
7
J. LATVALA
M
2:53:27.1
+7.3
+19.5
4.
11
T. NEUVILLE
M
2:54:21.7
+54.6
+1:14.1
5.
5
E. NOVIKOV
M
2:56:18.5
+1:56.8
+3:10.9
6.
2
M. HIRVONEN
M
2:56:45.3
+26.8
+3:37.7
7.
9
A. MIKKELSEN
M
2:57:11.8
+26.5
+4:04.2
8.
4
M. OSTBERG
M
2:57:42.8
+31.0
+4:35.2
9.
74
R. KUBICA
WRC2
3:02:39.0
+4:56.2
+9:31.4
10.
22
R. DUMAS
3:05:03.4
+2:24.4
+11:55.8

Destaques:
Ogier: 
 Vence o campeonato ainda mal o rally tinha começado. Um erro na escolha de pneus colocou-o longe dos lugares cimeiros no segundo dia, mas o furo de Neuville a meio do terceiro dia, levou-o de novo à luta pela vitória. Já na derradeira etapa viu outro adversário (e que adversário… Loeb) sair de estrada e deixar tudo mais fácil para o francês vencer. Sordo bem tentou, mas Ogier já é nome de campeão…este francês é de facto do mesmo planeta de um outro Sebastien qualquer.

Sordo:
Quando o piso é asfalto o espanhol está lá. Fez pela vida, esteve na luta pela vitória, conseguindo um honroso segundo lugar. Depois da vitória na Alemanha, Sordo queria repetir de novo a gracinha e vencer num terreno que lhe é muito favorável. Tal não aconteceu pois do lado de lá estava um normal Ogier…sempre rápido e ganhador. Sordo baralhou agora mais Yves Matton, “exigindo” assim um lugar na Citroen na próxima época.

Latvala: 
Acaba por ser um saldo positivo para o finlandês da Volkswagen, pois correr frente a verdadeiros especialistas no asfalto, não era uma tarefa que se adivinhava fácil para Latvala, mas ao qual ele consegui tirar proveito dos azares de Neuville e Loeb para conseguir um bom pódio final.

Neuville:
Não fosse o azar de furar quando liderava de forma controlada poderia ter conseguido aqui a sua primeira vitória no mundial de rally´s. Neuville deixou claro que é uma mais-valia dentro da Ford e talvez a mais perigosa seta apontada a Ogier na próxima temporada. Ogier terá concorrência…



Novikov:
Discreto mas seguro. O piloto russo, não conseguia aumentar o ritmo para poder acompanhar os homens mais rápidos, mas ao mesmo tempo não permitiu a Mikkelsen, Hirvonen ou mesmo Ostberg de lhe assaltarem o lugar. Ainda assim, isso não abona nada a seu favor, época demasiado discreta…

Hirvonen: 
Demasiado mau. O piloto da Citroen continua a desiludir, mas desta vez em grande escala. Começa a perder espaço para Sordo dentro do seio da marca. Este 6º lugar mais de 3 minutos do vencedor deve estar a causar uma certa crise de urticaria no “patrão” Matton.

Mikkelsen:  
O terceiro piloto da Volkswagen, desta vez não conseguiu deslumbrar, as condições do tempo também não permitiram grandes aventuras, o jovem piloto quis dar passos certos e assim fez, não comprometeu a sua prova, mas não foi deslumbrante…melhores dias virão com certeza.

Ostberg:  
Impensável este resultado, é certo que não é o asfalto não será o ponto forte de Ostberg, mas ser 8º à distancia de 4:35m do vencedor…é demasiado mau para um piloto titular de uma equipa oficial. É que o “Junior” da Ford só vai em segundo no campeonato…Tempos difíceis.

Kubica:
Uma das grandes novidades desta prova. Se na sua categoria não tinha concorrência à altura, venceu de forma tão clara como a chuva que caiu neste fim-de-semana. O polaco volta a fazer um top10 final, e na frente de um piloto que seguiu ao volante de um WRC. Já no fim do rally bateu inclusive Prokop e mesmo Hirvonen em duas especiais. Melhor que isto? Dêem-lhe um carro WRC…

Prokop:
O sempre discreto piloto privado, não foi diferente nesta prova, discreto, lento, sem andamento…e fora de prova na SS17 com problemas mecânicos.

Loeb: Injusta a forma como Loeb se despediu do mundial de rally´s. Com apenas 3 provas disputadas até então, o piloto francês estava na luta pela vitória, quando no primeiro quilómetro do derradeiro dia saiu de estrada. Talvez seja o fim de uma era, a nós só nos resta agradecer por tudo que de bom nos trouxe ao longo destes anos. Obrigado Seb…
Campeonato de pilotos:
Pos Driver Monte Carlo Sweden Mexico Portugal Argentina Greece Italy Finland Germany Australia France Spain Great Britain Total
1. France S. OGIER 18 28 28 28 20 4 28 27 3 28 26     238
2. T. NEUVILLE R 10 15 0 10 15 20 21 18 20 14     143
3. Finland J. LATVALA R 14 1 16 18 25 16 1 7 12 15     125
4. Spain D. SORDO 15 R 12 0 2 18 12 10 27 21     117
5. Finland M. HIRVONEN 12 0 18 18 9 4 R 12 15 15 8     111
6. Norway M. OSTBERG 8 16 2 6 6 8 4 15 2 10 4     81
7. France S. LOEB 25 18 25 R     68
8. Russia E. NOVIKOV R 2 1 12 12 4 R 8 1 7 10     57
9. M. PROKOP 6 6 2 6 1 6 10 0 12 R     49
10. Norway A. MIKKELSEN 8 4 13 R 1 0 8 6     40
WRC2
Em WRC2, está um rally sem história, onde Kubica liderou de fio a pavio, sem adversários a altura, o polaco aproveitou para assumir de novo a liderança do campeonato.

Classificação geral final do Rally de França WRC2:

1.
74
R. KUBICA
WRC2
3:02:39.0
0.0
0.0
2.
75
E. EVANS
WRC2
3:06:42.9
+4:03.9
+4:03.9
3.
36
R. AL KETBI
WRC2
3:20:59.6
+14:16.7
+18:20.6
4.
79
R. BARRABLE
WRC2
3:32:46.0
+11:46.4
+30:07.0
5.
38
R. TRIVINO
WRC2
3:33:38.6
+52.6
+30:59.6
6.
91
A. LOMBARDO
WRC2
3:38:42.6
+5:04.0
+36:03.6
7.
71
A. RASHEED
WRC2
3:43:01.6
+4:19.0
+40:22.6
8.
43
M. HUDEC
WRC2
3:43:38.8
+37.2
+40:59.8

 Campeonato WRC2 de pilotos:
Pos Driver Monte Carlo Sweden Mexico Portugal Argentina Greece Italy Finland Germany Australia France Spain Great Britain Total
1. Poland R. KUBICA 8 25 25 18 25 25     126
2. Qatar A. AL-KUWARI 25 10 25 15 18 25     118
3. Y. PROTASOV 15 12 10 10 18 R 18     83
4. N. FUCHS 10 18 12 18 8 12     78
5. Germany S. WIEGAND 25 15 15 R 12     67
6. Mexico R. TRIVINO 10 6 15 8 0 6 10     55
7. Y. AL RAJHI 25 12 15     52
8. R. AL KETBI 12 4 10 R 8 15     49
9. Great Britain E. EVANS 4 0 18 18     40
10. New Zealand H. PADDON 15 15 10     40
 WRC3
WRC3, destinado aos DS3 R3T, foi vencido por Q. Gilbert, contrariando o favoritismo de Chardonnet, que lidera a competição de forma confortável.

O francês foi surpreendido por outro compatriota. O líder do campeonato não quis arriscar a recuperação, ficando satisfeito com a segunda posição para assim consolidar a sua liderança no campeonato.

Classificação geral final Rally de França WRC3:
1.
52
Q. GILBERT
WRC3
3:12:51.2
0.0
0.0
2.
51
S. CHARDONNET
WRC3
3:13:45.1
+53.9
+53.9
3.
60
K. CRONIN
WRC3
3:15:23.8
+1:38.7
+2:32.6
4.
58
C. RIEDMANN
WRC3
3:16:49.3
+1:25.5
+3:58.1

Pos Driver Monte Carlo Sweden Mexico Portugal Argentina Greece Italy Finland Germany Australia France Spain Great Britain Total
1. France S. CHARDONNET 25 18 12 18 25 18     104
2. Ireland K. CRONIN 10 18 25 18 15     86
3. France Q. GILBERT 15 15 10 10 25     75
4. Germany C. RIEDEMANN R 25 0 15 12     52
5. France B. BOUFFIER 25 4     29
6. Italy S. CAMPEDELLI 8 R 12 R     20
7. Finland J. VAINIONPAA 15     15
8. Great Britain A. FISHER 12 2 0     14
9. M. AL MUTAWAA 12     12
10. F. DELLA CASA R 10 0 R     10
11. Italy F. PARLI R 6     6
 JWRC
No mundial Júnior, a vitória foi para Tidemand, essa vitória confirmou a conquista do mundial.
Classificação geral final do Rally de França:
1.
102
P. TIDEMAND
J
2:41:37.4
0.0
0.0
2.
112
H. ARELLANO
J
2:42:19.7
+42.3
+42.3
3.
110
Y. LEMES
J
2:42:48.0
+28.3
+1:10.6
4.
109
M. AASEN
J
2:42:53.2
+5.2
+1:15.8
5.
103
M. KOCI
J
2:43:31.6
+38.4
+1:54.2
6.
107
M. BURRI
J
2:44:08.8
+37.2
+2:31.4
7.
106
M. BOSTANCI
J
2:45:43.7
+1:34.9
+4:06.3
8.
100
S. PARN
J
2:46:15.7
+32.0
+4:38.3
9.
108
N. NIEMINEN
J
2:48:16.6
+2:00.9
+6:39.2
 Campeonato JWRC de pilotos:

Pos Driver Portugal Greece Finland Germany France Great Britain Total
1. Sweden P. TIDEMAND 30 26 21 28 26   131
2. Spain Y. LEMES 17 1 13 20 22   73
3. Spain J. SUAREZ 20 26 2 15 5   68
4. S. PARN 4 15 24 8 4   55
5. M. BURRI R 12 8 18 8   46
6. M. KOCI 10 8 6 12 10   46
7. Norway M. AASEN 9 0 10 1 13   33
8. Finland M. NIEMINEN 6 10 4 4 2   26
9. Turkey M. BOSTANCI R 0 1 6 6   13
 Não falta muito para a próxima prova do mundial, será de 24-27 de Outubro, o Rally RACC-Rally de Espanha.
Acompanhe tudo sobre rally a nossa página de facebook e aqui no nosso blog.

Até lá…if in doubt flat out!
Carlos Mota

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.