Circuito das Américas- Austin

Penúltima etapa da temporada de 2013 de F1. Voltamos ao continente americano. Austin, no Texas será a casa da F1 neste fim de semana. Ainda há muito para decidir no que diz respeito ao 2º lugar dos campeonatos de pilotos e construtores, por isso deverá ser um fim de semana cheio de acção.
O circuito das Américas é a mais recente adição ao calendário da F1. E ainda bem. Inicialmente estávamos pouco convencidos pois  Tilke, seria um dos responsáveis pelo desenho da pista. E seriam a primeira pista construída de raiz para acolher um GP de F1 nos EUA. E é facto conhecido que os americanos não tem por costume fazer muitas curvas nas suas pistas e quando as fazem não são de grande relevo. O desenho em si, inicialmente não parecia muito animador, mas uma vez terminadas as obras, verificamos que é uma pequena maravilha esta pista.
Foram buscar inspiração às melhores curvas do calendário ( como no circuito da India) e ainda bem. Há de tudo para todos os gostos.  Desde o complexo Maggots-Becketts-Chapel de Silverstone, a curva 8 de Istambul, os “esses” de Senna de Interlagos. Mesmo as diferenças de elevação nas diferentes zonas da pista têm algo de Spa, embora com características diferentes.
É de facto uma obra prima e esperemos que fique no calendário por muito tempo. No ano passado Hamilton foi o primeiro vencedor, em F1, e a corrida foi das melhores do ano, com muita intensidade e ultrapassagens. Além do mais a diferença horária permite ver a corrida mais ao final da noite. Sempre é mais agradável que acordar cedo pela manhã.
A pista serve diversos eventos como o World Endurance Series, o American Le Mans Series, os V8 Supercar ( competição espectacular… estamos cada vez mais inclinados a começar a escrever sobre esta categoria. Quem já viu sabe que se tratam de corridas muito interessantes).
Já deu para ver que gostamos e muito desta pista e achamos que, com o tempo, conseguirá ser uma das mais emblemáticas do calendário.
Dados estatísticos da pista.
Comprimento da pista: 5.516Km
Nº de voltas: 56
Distancia de corrida: 308.896Km
Volta mais rápida em corrida: Sebastian Vettel, 2012, 1:39:347
Volta mais rápida: Sebastian Vettel, 2012, 1:35:657
Nível de apoio aerodinâmico: Alto
Passagens de caixa por volta: 54
Uso de combustível por volta: 2.5 Kg

 

Pneus para 2013: Médios e duros
Traçado da pista e zonas DRS:
Onboard da pista:
 
Fontes:
wikipédia.com
f1fanatic.co.uk
 
Fotos 
retiradas a partir do Google.
 
Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.