WRC – Epílogo da época 2013. Parte 3 – Análise das equipas.

Findada que está a temporada, entregues que estão os louros, é hora de as marcas procurarem as melhores soluções para a próxima temporada. Esta “Silly Season” promete ser das mais movimentadas e animadas dos últimos anos. A entrada da Hyundai no mundial veio dar mais lugares à disposição, e a entrada de Neuville na marca Coreana, veio dar o “mote” para o inicio das “trocas” no WRC.
 
Volkswagen: 
Como em equipa que ganha não se mexe, a marca alemã mantêm toda a sua equipa de pilotos inalterado, bem como as suas posições dentro da mesma.


Citroen: 
Será sem dúvida das equipas que mais vão mexer. Com resultados modestos na época que agora terminou, Yves Matton vai ser obrigado a fazer uma remodelação total no seio da Citroen. A saída de M. Hirvonen para a Ford poderá ser uma certeza. O finlandês nunca conseguiu andar verdadeiramente confortável no Ds3 WRC, e esta temporada não venceu qualquer prova, feito que já não acontecia desde 2006. Dani Sordo é ainda uma incógnita, o espanhol terá uma proposta da Hyundai para a próxima temporada, mas a saída da Citroen não é ainda um dado adquirido. Mas como se um sai, alguém tem de entrar, rumores seguem na imprensa, que Yves Matton terá falado com F. Duval para um possível ingresso na marca francesa. Piloto com experiencia em mundiais, conhecedor de quase todas as provas do campeonato, seria  bom também em termos de marketing, voltar a ter um piloto com este “nome” no mundo do WRC. Muitas duvidas ainda na marca Francesa.
Ford: 
Será mais uma das grandes animadoras desta época de contratações. A Ford que já perdeu Neuville para a Hyundai, terá forçosamente que contratar alguém com experiência, e de provas dadas. Mikko Hirvonen será ao que tudo indica essa “peça” no xadrez de Malcom Wilson. O finlandês poderá assinar um contrato de 3 anos com a M-Sport, voltando assim a “casa”. Mas ainda temos lugares para preencher. Novikov e Ostberg, vem de uma época muito complicada, e poderão ter posto em causa as suas permanências na equipa para a próxima temporada. Temos ainda pilotos que poderão voltar á casa, Ott Tanak está sem equipa, e M. Wilson é um confesso admirador estilo de condução dos Estónio. A única certeza para já é a saída de Neuville, quanto a entradas tudo poderá acontecer.
Hyundai: 
A marca coreana encara esta reentrada no WRC, com grandes ambições, fazendo um avultado investimento no seu regresso aos múndias de rally´s. A contratação de Neuville para a próxima temporada, veio confirmar isso mesmo, pois o piloto belga era um dos mais cobiçados nesse final de época. A Hyundai acabou por levar a melhor, muito também pelo projecto a longo prazo que foi oferecido ao piloto belga. A incógnita está mesmo no segundo carro da marca coreana. Sordo é hipótese, bem como o J. Hanninen que já é piloto de testes da marca. Ambos poderão alternar participação no mundial, fazendo Sordo as provas de asfalto, Hanninen em terra e gravilha, e surge também C. Atkinson na prova Austral. Tudo certo no primeiro piloto, nada adquirido na segunda vaga.
Está assim passada em revista toda a temporada do mundial. Os vencedores, os derrotados, as contratações, as saídas, as entradas… Tudo o que se passa no mundo do WRC, passa no “Chicane desportos motorizados”.
Acompanhe todas as noticias e novidades no deporto automóvel no nosso blog ou na nossa pagina de facebook.

Até á próxima temporada de WRC, e não se esqueçam…if in doubt flat out
Carlos Mota

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.