Rookies F1 2014

Kevin Magnussen:

O dinamarquês de 20 anos, pertence aos quadros da McLaren, no programa de jovens pilotos da equipa de Woking. Correu na DAMS na World Series by Renault (onde competiu com Félix da Costa) e teve desempenhos brilhantes, liderando o campeonato de maneira incrível. Esteve presente no teste para jovens pilotos em SIlverstone e deu muito boa conta de si. É certamente o jovem que mais entusiasma pela qualidade e consistência demonstrada até agora.
Em 2008 correu na Formula Ford dinamarquesa onde ganhou o campeonato.
Em 2009 correu na Formula Renault onde ficou em segundo no Campeonato da Europa do Norte ficando atrás de Félix da Costa.
Correu na Formula 3 germânica e na Formula 3 britânica em 2010 e 2011 respectivamente. Correu desde 2012 na WSR onde demonstrou que pode ser um caso sério na F1, tal como ficou provado nos testes de pré-temporada de Jerez e Bahrain. 
Daniil Kvyat:
Jovem piloto russo, que foi a escolha para substituir Daniel Ricciardo na Toro Rosso, deve ser um diamante por lapidar, para ter assumido o lugar que nós desejávamos para António Félix da Costa. Kvyat tem apenas experiência em F1, nos treinos (Practice 1) do Brasil e dos USA de 2013 e nos testes (que correram mal) de pré temporada de 2014. 
Quase desconhecido, o russo, começou a competir a “sério” em 2005 nos karts onde foi 3º no campeonato europeu e em 2008 mudou-se para o campeonato Ásia-Pacífico. Em 2010, já inserido no programa da Red Bull, fez a sua estreia nos single seaters. 
De 2010 a 2012, competiu no campeonato dos Alpes, na Formula Renault Eurocup e na North European Cup, onde conseguiu alguns bons resultados. 2013 foi o ano em rodou pela primeira vez num F1, por acaso, num Toro Rosso. O ano passado, conseguiu 131 pontos no GP2, na equipa de Horner e Webber e conseguiu a pole e um pódio em Hockeheim num F3, o que fez ter sido convidado para o resto da época.

Marcus Ericsson:
O mais velho dos 3 rookies deste ano, o sueco de 23 anos começou a a competir em 1999 na série sueca de cadetes em karts. Em 2007 mudou-se para a série inglesa da BMW e no primeiro ano sagrou-se campeão. No ano seguinte, coninuando na equipa Fortec, mudou-se para o competitivo campeonato F3 inglês, onde competiu contra, por exemplo, Sergio Perez. Cimentou a sua posição nos monolugares e na estrutura da Fortec, acabando em 5º o campeonato. 
Troca o campeonato inglês de F3 em 2009, pelo campeonato japonês, onde foi campeão. Ainda em 2007, sentou-se pela primeira vez num F1, no carro campeão do Mundo desse ano, o carro da Brawn GP.
De 2007 a 2013, passou pelo GP2, que não correu muito bem nas primeiras épocas, mas em 2013, juntou-se à DAMS, bicampeã com Grosjean e Valsecchi, mas Ericsson acabou em 6º no final da época.
Este ano é companheiro de equipa de Kobayashi, na Caterham.

Fontes:
skysports.com
Fotos:

f1fanatic.co.uk
racingfanatic.net

gpupdate.net

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.