Red Bull vs McLaren: o confronto fora das pistas.

Se dentro de pista os confrontos entre as duas equipas não tem surgido, fora dela o ambiente está quente e há mais uma novela em vista. E a novela tem um actor principal… Dan Fallows, o actual chefe do departamento de aerodinâmica da Red Bull

Vamos regressar ao passado uns meses, onde Newey era como ainda é o responsável máximo pelo desenho dos carros, sendo secundado nesse papel por Peter Prodromou, chefe da aerodinâmica, que tinha como adjunto Dan Fallows. Foi esta chefia que permitiu à Red Bull desenhar os carros que levaram à hegemonia na F1 durante 4 anos. Mas no ano passado, Fallows resolveu sair da estrutura da Red Bull e a McLaren, em clara necessidade de repensar o departamento de aerodinâmica contactou Fallows e assinou com ele um contrato.
Mas entretanto, depois da assinatura desse contrato, muita coisa mudou. Withmarsh saiu da chefia da equipa, sendo agora Ron Dennis o chefe máximo, entrou também Boullier e… Peter Prodromou também assinou pela McLaren, saindo da Red Bull.
Confrontado com esta nova realidade e vendo que provavelmente iria ser outra vez o nº2 da estrutura, Fallows, supostamente, deu um passo atrás e resolveu contactar a Red Bull, perguntando se a posição de chefe do departamento de aerodinâmica estava vaga. Horner disse que sim e recebeu-o de braços abertos. 
Quem ficou a arder foi Dennis e a McLaren que esperavam que Fallows entrasse ao serviço da equipa de Woking este mês, o que não se verificou ( Fallows só entraria este mês na estrutura por causa da “Gardening Leave”, uma regra que obriga qualquer membro do staff técnico a ficar um período de tempo afastado da competição, para não levar informações privilegiadas para a nova equipa e diminuindo assim o risco de espionagem).
A situação actual mostra que a Red Bull tem na mesma Newey e Fallows na chefia, Prodromou à espera que o tempo passe, de foram a entrar na McLaren (onde já esteve até 2005, tendo saído com Newey nessa altura para a Red Bull), e Ron Dennis vê um carro com muitos problemas de apoio aerodinâmico e um departamento que precisa de reforços, que ainda não chegaram.
Com tudo isto a McLaren vai processar a Red Bull pela quebra do contrato celebrado por Fallows e a equipa de Woking. A Red Bull defende-se dizendo que a culpa não é deles, que Fallows foi pelo próprio pé para a Red Bull e que o contrato celebrado foi entre pessoas que agora não estão mais na McLaren.
A que conclusões chegamos com esta história toda?
A McLaren e Ron Dennis estão a jogar com tudo e a jogada é inteligente. Se a justiça lhes der razão, Fallows terá de ir para a McLaren, como diz o contrato assinado, ficando a Red Bull sem o chefe do departamento mais forte da equipa. Mas Dennis não deverá querer na equipa alguém que não se pretende mudar para lá. Qual será então a jogada? Arranjar um acordo com a Red Bull, para que Fallows fique na equipa e para que a Red Bull dê autorização para que Prodromou ingresse mais cedo do que o previsto na McLaren ( só em 2015 poderia assumir o seu papel na estrutura, pois a Red Bull não permitiu a saída, antes do final do contrato).
Ron Dennis não é burro, já tem muitos anos de F1 e sabe movimentar-se no meio. Fez um óptimo trabalho no reforço da equipa técnica, algo que ainda não se nota, pois alguns reforços ainda não começaram a trabalhar devido à tal “Gardening leave”. Mas a equipa de Woking ficará, num futuro próximo, com uma equipa técnica muito forte. No entanto, se Dennis conseguir apressar a entrada de um trunfo importante, melhor ainda, pois a equipa precisa e muito de ideias novas, além de começar a preparar a entrada da Honda. 
De referir que a ideia de ir para a McLaren agrada e de que maneira a Prodromou, que trabalhou e aprendeu com Newey este tempo todo. Sabendo que o génio da Red Bull não ficará por muito mais tempo, quererá ser ele a ter um papel de relevo na F1.Nada melhor que assumir uma equipa que bateu no fundo, fazê-la ressurgir e vencer, ainda para mais com a nova parceria com a Honda. Se o conseguir será um feito reconhecido por todos e o seu nome ficará entre os grandes da F1, afastando-se da “sombra” de Newey.
Quanto à Red Bull, com a saída de Prodromou e a ameaça de Newey sair da F1, fica claro que não pretende ver sair o homem que sobra da estrutura que levou a equipa a vencer como poucas vezes se viu. E ninguém cairá de espanto se souber no futuro que foi a Red Bull a propor o cargo a Fallows, juntando à posição de chefia, um prémio monetário e as custas das despesas dos possíveis processos. Ficar sem os dois homens que mais próximo trabalhavam com Newey era uma perda enorme. Assim minimiza-se o estrago.
Veremos como a novela se resolve, mas o ambiente entre as duas equipas vai ficar mais pesado. Quem levará a melhor? Dennis ou Horner. Pensamos que desta vez a McLaren terá a vantagem do seu lado.
Fontes:

Skysports.com

jamesallenonf1.com

motorsport.com

autosport.com

Fotos:
retiradas de google.pt
Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.