Terceira vitória para Marquez

Repsol Media in motorsport.com

O Campeão do Mundo de MotoGP até começou mal a terceira prova do campeonato, ao ter sido ultrapassado na largada, mas decidiu atacar e no final garantiu mais uma vitória.
Marquez ficou no meio do pelotão no inicio da prova, no entanto, com uma calma e perícia fantásticas, começou lentamente a ganhar posições, até chegar à roda traseira de Lorenzo, que seguia em 1º. A oito voltas do final da corrida no circuito de Termas de Río Hondo, deu a estocada final no adversário, ultrapassando-o e garantindo a primeira posição.

Lorenzo ainda seria ultrapassado por Pedrosa, já na penúltima volta, ficando o piloto colega de equipa de Marquez, na Honda, com o 2º lugar e Pedrosa no último lugar do pódio. 

Yamaha MotoGP in motorsport.com

O italiano Valentino Rossi, ainda esteve no 2º lugar durante algumas voltas, mas voltou a fazer uma curva muito larga, perdendo várias posições, que logo a seguir conseguiu recuperar, ficando atrás de Lorenzo, em 4º lugar da tabela.

Aleix Espargaró caiu na primeira volta, tendo acabado a corrida em 15º, enquanto Bautista e Petrucci não terminaram a prova devido a acidentes que tiveram.

Classificação final da prova argentina:

Pos.
Piloto
Equipa
Tempo
1.
 M. Marquez
Repsol Honda
41:39.821
2.
 D. Pedrosa
Repsol Honda
+1.837
3.
 J. Lorenzo
Yamaha
+3.201
4.
 V. Rossi
Yamaha
+4.898
5.
 S. Bradl
LCR
+15.029
6.
 A. Iannone
Pramac
+19.447
7.
 B. Smith
Tech 3
+24.192
8.
 P. Espargaro
Tech 3
+29.118
9.
 A. Dovizioso
Ducati
+33.673
10.
 H. Aoyama
Aspar
+43.279
11.
 N. Hayden
Aspar
+43.352
12.
 Y. Hernandez
Pramac
+44.819
13.
 K. Abraham
Cardion AB
+45.178
14.
 S. Redding
Gresini
+48.656
15.
 A. Espargaro
Forward
+52.250
16.
 H. Barbera
Blusens
+53.505
17.
 M. Pirro
Ducati
+53.669
18.
 M. Laverty
Paul Bird
+56.570
19.
 M. Di Meglio
Blusens
+1:03.140
20.
 C. Edwards
Forward
+1:05.760
21.
 B. Parkes
Paul Bird
+1:16.722
Não terminaram
22.
 A. Bautista
Gresini
+25 Laps
23.
 D. Petrucci
Ioda
+25 Laps

No Moto3, Miguel Oliveira teve problemas de embraiagem na Mahindra e não correu na prova. O piloto mostrou o seu estado de espírito no comentário no seu Facebook: “Saio da Argentina completamente desapontado com o resultado. Tanto eu como a equipa trabalhámos arduamente, mas não é suficiente para poder estar no grupo da frente. Mais uma vez tivemos problemas com a embraiagem, e desta vez, poderia ter tido consequências graves para a minha integridade física. Estou desapontado porque, embora a moto esteja bastante mais competitiva que no ano passado, os nossos rivais evoluíram bastante as suas motos. Quero agradecer à minha equipa, todo o empenho nos circuitos, onde fazem tudo para conseguir bons resultados, mas não chega.”
Fontes:
motogp-com
Fotos:
motorsport.com

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.