Hirvonen acaba carreira no WRC.

Foto: M-Sport
Foto: M-Sport

É a notícia do momento no mundo dos ralis. O piloto finlandês Mikko Hirvonen anunciou a sua retirada do WRC no final da presente temporada, quando falta apenas uma prova para o termo do campeonato. O Reino Unido acolherá a despedida do piloto da Ford, depois de 13 anos na categoria máxima dos ralis.

Esta possibilidade já tinha sido avançada em vários meios de comunicação social há alguns meses, e veio-se a cumprir, com o anúncio do próprio piloto.

As palavras do mesmo são de agradecimento, emoção e nostalgia, Mikko refere que deseja dar mais atenção à sua família e apesar de ainda se sentir apaixonado pela condução, simplesmente é a hora de mudar de vida, “Guardo tantas memórias incríveis destas treze épocas. Em primeiro lugar cumpri um sonho de infância, viajei pelo mundo, conheci pessoas fantásticas e adorei todos os ralis e muitas das lutas que travei com excelentes pilotos. Venci algumas vezes, perdi outras, mas de certeza, irei pensar nesses momentos até ao fim dos meus dias com um grande sorriso. Ao longo destes anos da minha carreira, estive muito focado no meu trabalho, pois os ralis tomaram grande parte da minha vida, e dos meus dias, e apesar de ainda manter a paixão pela pilotagem, quero agora concentrar-me noutras coisas que também são muito importantes, como a minha família. Há ainda muitas áreas que não explorei e quero dar uma hipótese a essas experiências”, foram as palavras de Hirvonen, aquando do anúncio.

O piloto, a carreira:

Foto: Subaru
Foto: Subaru

Mikko Hirvonen nasceu em Kannonkoski na Finlandia a 31 de julho de 1980, e desde sempre demonstrou capacidades de condução acima da média. O piloto começou por competir no campeonato nacional do seu país, vencendo no ano de 2002 a categoria 2000cc do campeonato Finlnades de Ralis, numa ano que nunca esqueceria, pois fez a sua estreia no mundial de ralis, num Subaru e no rally do Reino Unido, a última prova da temporada presente, embora as coisas não tenham corrido bem, pois abandonou a prova, não terminando aquilo que era a prova de estreia no WRC.

Na temporada seguinte assina um contrato com a Ford de Malcolm Wilson, mas a sua juventude e falta de conhecimento das provas do mundial dificultaram a vida ao piloto, conseguindo o seu melhor resultado no Chipre, com um 6º lugar final, ao volante do Ford Focus 02 WRC.

O ano seguinte, 2004 trouxe novidades na sua carreira e a mudança para a Subaru acabou por ser positiva para o jovem finlandês, que começava a dar nas vistas, ficando em 7º no campeonato, e conseguindo dois 4º lugar na Argentina e Austrália, sendo os seus melhores resultados até então.

Foto: Ford
Foto: Ford

Em 2005 foi um ano muito difícil para Mikko, que voltou para a Ford, mas perdeu algum espaço de manobra, realizando poucas provas nessa mesma temporada, ainda assim a tempo de concretizar o seu primeiro pódio no WRC, no Rally de Espanha, ficando em 3º lugar.

A temporada de 2006 marcou o início de uma nova era para o piloto, onde começou a rodar entre os mais rápidos, e estreando-se a vencer no WRC, na Austrália, um rally onde Mikko sempre se deu bem. Ficou assim marcada pela sua primeira vitória no mundial, terminando em 3º o campeonato, iniciando também uma luta que duraria alguns anos com S. Loeb que já dominava o WRC.

Em 2007 venceu 3 ralis, Noruega, Japão e Reino Unido, ficando de novo na 3ª posição no mundial. Em 2008 e 2009 foi vice-campeão mundial de ralis, atrás do supersónico S. Loeb, embora este último tenha tido um sabor amargo para Hirvonen, onde perdeu o título por apenas 1 ponto, chegando à última prova da temporada na liderança do mundial, com Loeb a vencer a prova em Gales e arrecadando o título, deixando Mikko de novo na segunda posição. Num ano onde o finlandês venceu 4 provas consecutivas, batendo sistematicamente Loeb, o que infelizmente não foi o suficiente para conquistar o ceptro de campeão do mundo.

Foto: Citroen
Foto: Citroen

Em 2011 volta a ser vice-campeão do mundo, sempre atrás do seu “carrasco” Loeb, que viria a ser o seu colega de equipa na temporada seguinte, quando M. Hirvonen se mudou para a Citroen, sendo o escudeiro do francês na temporada de 2012, onde voltou a ser segundo no campeonato.

Tudo indicava que seria ele o sucessor de Loeb, que entretanto abandonava o mundial de ralis, rumo ao GT Open, depois de conquistar 9 títulos consecutivos, mas a verdade é que Hirvonen nunca se deu muito bem com o carro francês, e na temporada de 2013 enquanto líder, nunca conseguiu ombrear com os estreantes Volkswagen, não indo alem de um 4º lugar nessa temporada, sem qualquer vitória somada.

Na presente temporada, regressou à sua “casa mãe”, mas sem o brilho de outros tempos, já numa fase descendente da sua carreira. Hirvonen está a pagar um pouco pela falta de evolução do seu Fiesta RS WRC, realizando uma temporada mediana, que terminará no Reino Unido, prova que marca a sua despedia do WRC. Será a despedia de um piloto simpático, que teve nos seus melhores anos um entrave ao tão desejado titulo mundial… S. Loeb, o francês foi o grande responsável por Hirvonen terminar a sua carreira no WRC sem qualquer campeonato conquistado.

Foto: M-Sport
Foto: M-Sport

Num resumo geral Mikko Hirvonen despede-se do mundial de Ralis, com 162 ralis disputados, vencendo 15, e conseguindo 69 pódios, sendo por 4 vezes vice-campeão do mundo.

Ficam os nossos agradecimentos, por todas as boas memórias que nos deixas e um muito obrigado por todos os bons anos de rally que nos proporcionaste!

Até sempre Mikko, e muito obrigado!

 

 

 

Carlos Mota

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.