CNR – 2015

Nacional de ralis volta a ter campeonato independente para as duas rodas motrizes.

foto: s/f
foto: s/f

O Campeonato Nacional de Ralis está cada vez mais próximo do seu início, e com isso temos vindo a dar-lhe conta das principais novidades que animarão toda a temporada do expoente máximo dos ralis a nível nacional. Já falamos dos vários projectos capazes de lutar pela título nacional, algo que também parece estar a acontecer no campeonato absoluto destinado aos carros de duas rodas motrizes, com vários nomes a serem apontados aos lugares cimeiros, num campeonato que também ele promete emoção em todas as provas.

Esta temporada teremos alguns regressos ao CNR2, como o caso de Renato Pita que volta a correr em terras lusas, não deixando ainda assim o seu projecto IRC, que se manterá como grande aposta do piloto, que ainda assim não declinou o convite da Inside Motor de realizar o CNR ao volante de um Peugeot 208 R2, carro que bem conhece, pois será a segunda temporada ao volante desta montada. É um regresso que se saúda aos palcos portugueses de um piloto que mantém uma boa estrutura montada em seu redor.

Este não será em todo o caso o único 208 R2 a correr esta temporada do CNR, pois Luís Rocha também se apresentará com semelhante carro, sempre bonitos e competitivos na sua categoria.

foto: S/F
foto: S/F

As novidades não ficam por aqui, e para esta temporada a Skoda parece estar em alta pelos nossos ralis.Para além dos S2000, a Skoda terá representação no CNR2 com um Fabia R2 pilotado por Paulo Moreira também será outra das boas novidades para a temporada de 2015, e claramente um nome a ter em conta para disputar os lugares cimeiros nos carros de tracção frontal.

As novidades não param neste início de temporada, com Pedro Marinho, que se apresenta esta temporada com o pequeno mas espetacular Opel Adam R2, apoiado pela ACB Racing, uma equipa 100% Açoriana, apesar de o piloto insular já há algum tempo se encontra radicado no continente. Mais um projeto interessante de seguir esta temporada.

Foto: S/F
Foto: S/F

Curioso será de ver também Armindo Neves ao volante de um espectacular Honda Civic Type-R, carro da categoria RC3, que não é muito convencional ver se em ralis, irá também ele dar um colorido ao CNR que cada vez mais ganha com a diversidade dos carros apresentados pelos pilotos. Também aqui uma boa aposta por parte da equipa AN Rally Sport, que terá impacto em termos de marketing pois a marca nipónica sempre suscitou o interesse dos “amantes das velocidades”. Boa aposta.

Os Renault também marcarão presença no nosso campeonato, com alguns pilotos a apostarem no novo modelo da marca francesa Clio R3T, carro que se espera competitivo nesta categoria. Gil Antunes e Ricardo Marques, pilotos sempre rápidos, tentarão andar entre os primeiros lugares, e decerto serão um dos grandes animadores da categoria. Recordamos que na temporada passada Ricardo Marques se sagrou campeão nacional de ralis grupo RC4, sendo precisamente Gil Antunes o vice-campeão, onde ambos correram de 208 R2, trocando esta temporada também para dois carros iguais, Renault Clio R3T que prometem continuar a animar os ralis em Portugal.

Foto: S/F
Foto: S/F

Quem também irá correr no mesmo modelo da marca francesa é o piloto algarvio João Correia, que embora tenha como prioridade em 2015 disputar o Clio Trophy (Portugal /Espanha), está a tentar também viabilizar a participação no maior número de provas possíveis do CNR.

Quem está de regresso aos ralis é João Ruivo, também ele ao volante de um Renault. O R3 promete ser ainda competitivo face aos novos R3T, e irá decerto dar muitas dores de cabeça a toda a concorrência, pois a experiência de João Ruivo irá ser um trunfo a seu favor. Os objectivos são claros, terminar o campeonato entre os 3 primeiros classificados nos carros de 2RM. Recordamos de o piloto já não disputava o CNR desde 2010, sendo na época passada segundo classificado no campeonato Regional Norte 2RM.

Quem mantém as suas montadas para a temporada de 2015 é Marco Cid e Paulo Neto. Quanto ao primeiro mantém o Clio S1600 com que evoluiu na época transacta, servindo essa experiência para este ano se assumir como candidato a vencer todas as provas em que entre, bem como o titulo do CNR2. O jovem piloto de Leiria terá o apoio de novos patrocinadores, com duas empresas angolanas a garantirem todo o apoio para a temporada de 2015.

Foto: S/F
Foto: S/F

Quanto a Paulo Neto que em 2014 venceu o grupo RC3, mantém o seu Citroen Ds3 R3T, embora este ano com a evolução “MAX”, que ainda não estará disponível no Rally Serras de Fafe, podendo o piloto tirar partido dos mais 24cv de potencia do “kit” MAX somente no Rally Cidade de Guimarães. Ainda assim é claramente um dos candidatos a vencer o campeonato CNR2 destinados aos carros de tracção às duas rodas.

O campeonato terá o mesmo calendário do CNR, serão 8 provas ao todo mas somente contarão as 7 melhores classificações de cada piloto. Os dados estão lançados, para um campeonato que promete também aqui ser bem competitivo com vários nomes a serem apontados a estarem na luta pelo cetro de campeão nacional.

Campeonato CNR2 de 2015:

– Rali Serras de Fafe (13 e 14 de Março)

– Rali Cidade de Guimarães (10 e 11 de Abril)

– Rali Cidade de Castelo Branco (24 e 25 de Abril)

– Sata Rallye Açores (4 a 6 de Junho)

– Rali Vidreiro Centro Portugal ( 26 e 27 de Junho)

– Rali Vinho Madeira ( 31 de Julho a 2 de Agosto)

– Rali de Mortágua ( 18 e 19 de Setembro)

– Rali Casinos do Algarve ( 7 e 8 de Novembro)

 

 

Carlos Mota

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.