F1 – Qualificação do GP da Malásia: Hamilton soma e segue.

11069742_10152700713982411_6795035661434713162_nA sessão de de qualificação começou com a pista seca, mas com a ameaça crescente de chuva, algo muito habitual nesta pista. A Q1 não trouxe muitas novidades, com os Mercedes a estabelecer o ritmo. Vettel mantinha-se o homem que mais se aproximava do ritmo dos Flechas de Prata e isso foi visível outra vez. Outro piloto que deu nas vistas na Q1 foi Sainz que acabou em  4º, continuando a mostrar qualidade evidenciada em Melbourne. Os Red Bull continuavam no meio do pelotão sem mostrar andamento, tal como Raikkonen que não teve o melhor inicio de sessão.

 

Eliminados na Q1 ficaram os Marussia, com Will Stevens a não sair para a pista devido a um problema no Software do motor e Roberto Mehri a marcar um tempo mas a não respeitar a regra dos 107%, esperando pela decisão dos comissários para permissão para correr amanhã o que parece ser provável. Ambos os carros da McLaren ficaram de fora também como esperado, mas notando-se uma evolução em relação à última corrida. Conseguiram ganhar 1.5 seg em 15 dias o que não pode ser minimizado. No entanto o carro não parece muito estável e o chassis, por muitos elogios que receba, parece precisar ainda de muito trabalho. O 5º homem eliminado foi Nasr. Depois do brilharete em Melbourne, o brasileiro ficou de fora logo na Q1, devido a um erro na sua ultima volta.

 

 

A Q2 teve apenas 2 voltas. A chuva apareceu de forma intensa no final da 1ª tentativa. As equipas prevendo isso, enviaram todos os carros logo nos primeiros segundos da Q2. E nestas alturas há sempre um homem que parece estar no sítio certo à hora certa. Vettel foi o primeiro a sair da box e graças a isso beneficiou de ter a pista limpa na sua frente, enquanto atrás o “trânsito” se tornava complicado de gerir. Hamilton por exemplo, ficou preso no meio de carros mais lentos, o que prejudicou a sua volta. Rosberg não se importou e fez a volta mais rápida, seguido de Vettel e Bottas. Kimi Raikkonen voltava a ficar muito em baixo na tabela de tempos conseguindo apenas 11º lugar, ficando fora da Q3.

10409698_1032370693459221_5044479604402184184_nDe fora ficaram, sem hipóteses de melhorar com a pista molhada ficaram os Force India, que continuam a testar e que já afirmaram que apenas se deve contar com eles a partir do meio da época, sendo esta fase apenas para afinar a máquina, depois da reestruturação do departamento de aerodinâmica. Sainz, depois de uma excelente Q1, fez o pior tempo da Q2 vendo o seu companheiro de equipa seguir para a ultima fase da qualificação. Maldonado completa o lote de pilotos excluídos, juntando se a Kimi como dito atrás.

A chuva complicou as contas a muita gente e com apenas 2 voltas houve pessoas a não mostrar todo o potencial que possuem.

 

A Q3  (ja sem chuva), como se previa iria ser decidida nas ultimas voltas, sendo as primeiras para “secar” a pista de forma a ter a melhores condições possíveis para a volta final. Muitas trocas de pneus, muitas voltas rodadas, mas na primeira tentativa foi Hamilton a marcar o melhor tempo seguido de Rosberg. O problema veio a seguir. Na segunda tentativa e com Hamilton a melhorar o seu tempo, Rosberg colocou-se a jeito para atrapalhar a volta do britânico deixando as decisões todas para a última volta. Enquanto isso Vettel subira para o 2º lugar, separando os dois Mercedes. Na ultima volta Hamilton não conseguiu melhorar o seu tempo mas o mesmo aconteceu com Rosberg, o que deixou definido assim o top 3 e confirmando-se a 2ª pole de Hamilton este ano, mostrando que está imune a problemas, pressões e nervosismos, enquanto o seu colega de equipa começa o ano a “derrapar” bastante. Destaque para Verstappen que aos 17 anos consegue ficar em 6º na qualificação. O holandês continua a maravilhar que apostou nele e a mostrar que afinal seu talento não era só conversa fiada. Os Red Bull como esperado ficaram por volta do 5º lugar e a Williams continua com problemas em pista molhada e o resultado desta qualificação é uma desilusão para a equipa e para nós que esperávamos mais.

 

Resultados da Q3:

1 Lewis Hamilton Mercedes 1:49.834 13
2 Sebastian Vettel Ferrari 1:49.908 0.074 13
3 Nico Rosberg Mercedes 1:50.299 0.465 13
4 Daniel Ricciardo Red Bull 1:51.541 1.707 16
5 Daniil Kvyat Red Bull 1:51.951 2.117 16
6 Max Verstappen Toro Rosso 1:51.981 2.147 16
7 Felipe Massa Williams 1:52.473 2.639 17
8 Romain Grosjean Lotus 1:52.981 3.147 18
9 Valtteri Bottas Williams 1:53.179 3.345 14
10 Marcus Ericsson Sauber 1:53.261 3.427 18

 

 

 Este é então o aspecto do grid par amanhã:

1 Lewis Hamilton Mercedes
2 Sebastian Vettel Ferrari
3 Nico Rosberg Mercedes
4 Daniel Ricciardo Red Bull
5 Daniil Kvyat Red Bull
6 Max Verstappen Toro Rosso
7 Felipe Massa Williams
8 Romain Grosjean Lotus
9 Valtteri Bottas Williams
10 Marcus Ericsson Sauber
11 Kimi Raikkonen Ferrari
12 Pastor Maldonado Lotus
13 Nico Hulkenberg Force India
14 Sergio Perez Force India
15 Carlos Sainz Toro Rosso
16 Felipe Nasr Sauber
17 Jenson Button McLaren
18 Fernando Alonso McLaren
19 Roberto Merhi Manor
20 Will Stevens Manor

 

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.