Verizon IndyCar Series – Toyota Grand Prix of Long Beach

© Robert Laberge/Getty Images
© Robert Laberge/Getty Images

Long Beach teve jornada dupla de corridas. Depois do United SportsCar Championship, recebeu a terceira prova da temporada da IndyCar.

Hélio Castroneves (#3) foi o mais rápido no arranque e manteve a sua vantagem de partir da pole. Scott Dixon (#9) conseguiu passar por fora Juan Pablo Montoya (#2) e chegou ao 2º lugar. O neozelandês estava determinado a deixar um mau arranque de campeonato para trás.

Um toque entre Jack Hawksworth (#41) e Gabby Chaves (#98) trouxe a primeira bandeira amarela da corrida na volta 5, porque parte da asa de Chaves ficou na pista.

Vários pilotos que estavam mais atrás em pista aproveitaram para parar nas boxes. Luca Filippi (#20) entrou lentamente nas boxes até ficar completamente parado e isso apanhou de surpresa Will Power (#1), que ficou parado na entrada das boxes e deixou o motor desligar-se quando tentava evitar bater na barreira. Power tinha começado a corrida do 18º lugar, e conseguiu tornar uma situação má ainda pior. O campeão em título perdeu uma volta e viria a terminar em 20º.

No recomeço, Dixon tentou surpreender Castroneves, mas o brasileiro manteve o controlo da situação. Atrás deles, Simon Pagenaud (#22) passava Montoya e chegava ao 3º lugar.

foto in: zimbio.com
foto in: zimbio.com

Os líderes pararam nas boxes na volta 30. Castroneves parou ao mesmo tempo que Dixon. O brasileiro foi apanhado no tráfego, sendo obrigado a esperar que Tony Kanaan (#10) passasse antes de poder sair da sua boxe. Dixon vinha logo atrás de Kanaan e passou Castroneves para chegar à liderança, oficialmente na volta 34, depois de Hawksworth ter parado.

A segunda ronda de paragens não alterou a ordem de passagem de forma significativa. Montoya depois recuperou o 3º lugar a Pagenaud.

Dixon ganhou uma vantagem segura para Castroneves, apesar de o brasileiro reduzir a diferença nas últimas voltas, mas o esforço do brasileiro foi insuficiente. Dixon vence pela primeira vez esta temporada e corrige o seu mau arranque de campeonato, batendo Castroneves por dois segundos.
O neozelandês exorcizou os seus demónios de Long Beach. Esta sempre foi uma pista que não lhe deu grandes resultados (sem contar com um 2º e um 1º lugar nos Indy Lights em 1999 e 2000, respetivamente, o seu melhor resultado tinha sido um 4º lugar em 2010).

Montoya e Pagenaud lutaram pelo 3º lugar. Os repetidos ataques de Pagenaud fizeram com que Kanaan e Sébastien Bourdais (#11) os apanhassem, mas numa pista difícil de ultrapassar, as posições não se alteraram. Montoya foi 3º, na frente de Pagenaud, Kanaan e Bourdais.

 

Jorge Covas

 

Um pensamento sobre “Verizon IndyCar Series – Toyota Grand Prix of Long Beach

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.