Pódio do Fim de Semana

Fim de semana em cheio! Os dois autódromos nacionais tiveram competições de peso no nosso território. O Autódromo do Estoril recebeu o GT Open e o Seat Leon Eurocup, o Autódromo Internacional do Algarve recebeu as duas corridas do Campeonato Nacional de Velocidade e o novíssimo TCR Series. Fora do nosso país, Nico Rosberg venceu a primeira corrida do ano em F1, Jimmie Johnson venceu a corrida no Kansas do NASCAR Sprint Cup Series Will Power venceu a Grand Prix de Indianapolis. Quem merece subir ao nosso pódio?

Untitled design (1)

#1 – Rafael Lobato/Pedro Salvador (SPEEDY MOTORSPORT)

Que fim de semana para esta dupla de pilotos! Pole Postition, vitória nas duas corridas e volta mais rápida na primeira corrida. São dois pilotos fantásticos que saíram de Braga, a primeira ronda do campeonato no 3º lugar da geral, mas que no Estoril deram conta do recado e deram duas vitórias importantes para a Speedy Motosport. Somos fãs de Rafael Lobato e já  tivemos o privilégio de privar com ele várias vezes e não nos cansamos de elogiar a postura e a sua qualidade como piloto. Já de Pedro Salvador… não é preciso dizer mais nada. Um dupla que promete muito.

#2 – Portugueses no GT Open

Quem perdeu o final da corrida 1 do GT Open no Estoril, tem de imediato pesquisar no YouTube e ver! Que final para dois pilotos portugueses! É verdade que não estava a disputar o primeiro lugar, esse já era impossível, mas Álvaro Parente e Filipe Barreiros cruzaram a meta com pouquíssima diferença entre eles. Barreiros terminou em 2º e Parente 3º, mas foi incrível ver os dois em acção. Para além dos dois pilotos já referido, Miguel Ramos colocou o McLaren no ponto certo para Parente e Francisco Guedes também a sua quota parte de responsabilidade pelo 2º lugar do Ferrari 458 (Filipe Barreiros/Francisco Guedes). Há muita qualidade por estas bandas. Pena sermos um país pequeno e com pouco meios, pois talento ao volante não falta.

 

#3 – Nico Rosberg

Os ares europeus fizeram bem ao alemão. Foi melhor que Hamilton ao longo do fim de semana e dominou por completo no traçado espanhol. Pela primeira vez este ano, Hamilton ficou sem argumentos e não conseguiu responder ao colega de equipa. Um balão de ar para o germânico que precisava desta vitória como que de pão para a boca. Uma injecção de moral importante para a prova que se segue… Mónaco. Estará o campeonato relançado? Esperamos que sim. A Mercedes não brinca em serviço e a vantagem que Rosberg colocou sobre os rivais Ferrari mostra que a evolução da Scuderia não surtiu efeitos práticos.

 

#Drive Through – McLaren

Começa a ser pouco compreensível a situação da equipa. Os fim de semana prometia muito mas uma falha nos travões de Alonso e um problema no carro de Button que o tornou muito difícil de pilotar deitou tudo a perder. O sorriso de Alonso vai desvanecendo aos poucos e Button que tem mais anos de experiência de F1 do que alguns pilotos no grid têm de vida, disse claramente que foram as primeiras 30 voltas mais assustadoras da carreira, com o carro praticamente impossível de pilotar. Sabia-se que ia ser um inicio complicado, mas a esperança vai desaparecendo e já se diz que os pontos em 2015 são uma miragem. Este regresso da McLaren – Honda parece algo assombrado.

 

Pedro Mendes / Fábio Mendes

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.