F1 – GP da Grã-Bretanha: Antevisão

silverstoneQuando se fala em F1 é obrigatório falar de algumas pistas. O Glamour de Mónaco, a velocidade de Spa. E obviamente Silverstone. A casa mãe da F1, onde tudo começou. Foi o palco da 1ª corrida de F1 em 1950 e desde então tem acolhido de forma quase incessante corridas da categoria rainha.

Muitas histórias haveria para contar sobre esta mítica pista, que viu todos os heróis da F1 brilharem sobre o seu asfalto, mas deixamos apenas a referencia ao local de inicio ao desporto que se viria a tornar paixão para muitos.

A pista era inicialmente uma pista de aterragem da Royal Air Force, que foi aproveitada para fazer corridas de velocidade. Em 1948 foi inaugurada a pista, que seria fortemente modificada no ano seguinte para então em 1950 receber a F1.

Ao longo do tempo a pista e o traçado foram se modificando e adaptando as novas exigências da F1 e a ultima renovação tornou Silverstone na pista mais moderna do calendário da F1 e sendo agora a casa do automobilismo da Grã-Bretanha.

 

foto: Mercedes
foto: Mercedes

Para este fim de semana temos de novo no cardápio a luta entre os Mercedes. A vitória sem espinhas de Rosberg veio colocar mais pressão em Hamilton e mais motivação no seu colega alemão. As coisas estão a animar bastante na box da Mercedes e começa a tornar-se inevitável mais um confronto entre os dois. Será Silverstone o placo para o primeiro duelo “no braço”?

Na Ferrari espera-se que a distância para a Mercedes diminua mas as coisas não tem evoluído favoravelmente… um pouco à semelhança de anos passados. A única diferença é que este ano começaram melhor. Raikkonen irá ser bombardeado com perguntas em relação ao seu futuro que parece muito incerto. Bottas é candidato ao seu lugar e agora começa a falar-se de Ricciardo também.

A Williams regressou às boas exibições e embora ainda não tenha ritmo para se chegar aos Ferrari, começa a dar sinal de recuperação. Bottas e Massa têm melhorado e o carro tem sido mais competitivo. Uma luta em pista entre os pilotos das duas equipas é que vinha mesmo a calhar.

foto: Lotus
foto: Lotus

No resto do pelotão não há grandes novidades. Continuamos a apostar forte na Lotus mas olhamos com grande positivismo para a evolução da Force India que ao que tudo indica, irá estrear finalmente o carro B, a versão que permitirá lutar por mais do que têm feito até agora. E se for realmente bom, poderemos ver a Force India a tomar de assalto a luta pelo 4º lugar, uma vez que Red Bull Toro Rosso e mesmo Sauber não deverão apresentar nenhuma novidade que mude o paradigma vivido até agora.

Na McLaren, Alonso pelos vistos irá sofrer nova penalização com mais uma troca de motores. A McLaren a jogar em “casa” poderá ter mais um fim de semana difícil. Não saíram mais noticias sobre o ambiente crispado no seio da estrutura mas que as coisas não devem andar fáceis ninguém dúvida.

 

Ficam alguns dados estatísticos da pista:

Volta de pista : 5.891 Km
Nº de voltas: 52
Distancia de corrida: 306.332Km
Volta mais rápida em corrida: Fernando Alonso, 2010, 1:30:874
Volta mais rápida: Lewis Hamilton, 2013, 1:29:607
Nível de Downforce: Alto
Uso de combustível por volta: 2.8kg
Pneus para 2015: Duros e médios.

Traçado da pista:

sil

 

Onboard

 

No ano passado foi assim:

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.