Verizon IndyCar Series – ABC Supply Wisconsin 250

A IndyCar passou pela oval curta e técnica de Milwaukee, onde foi estreado o pacote aerodinâmico para ovais curtas.

foto: Chris Jones
foto: Chris Jones

Josef Newgarden (#67) foi o grande dominador nos treinos e fez com classe a pole em Milwaukee. As sessões foram feitas sempre no domingo.

No arranque, Newgarden manteve a liderança, e Tony Kanaan (#10) passou de 4º para 2º por fora nas curvas 1 e 2, deixando para trás Ryan Briscoe (#5) e Sage Karam (#8).
Em 20 voltas, Briscoe passou Kanaan e colou-se na traseira de Newgarden, que estava a ter dificuldades para colocar uma volta de avanço no seu colega de equipa, Ed Carpenter (#20).
Briscoe fez um grande ataque na volta 30, colocando-se lado a lado com Newgarden, mas apesar de ter a trajetória interior, Newgarden conseguiu, de alguma forma, manter-se na liderança.

Mais atrás, Sébastien Bourdais (#11) tinha feito um arranque fantástico, subindo de 11º para 6º, e Hélio Castroneves (#3) que, incrivelmente, não foi autorizado a participar na qualificação por ter falhado a ordem de chamada para a pista, estava ao fim de 45 voltas no 17º lugar. Ele foi o primeiro piloto a parar na volta 48, e nas 15 voltas seguintes o resto do pelotão fez o mesmo.
Ryan Briscoe perdeu segundos valiosos na sua paragem porque o macaco não funcionou, e ele caiu para 18º.

Os pilotos que pararam primeiro ganharam tempo, e a ordem alterou-se bastante. Após as paragens, Newgarden liderava, agora na frente de Scott Dixon (#9), Juan Pablo Montoya (#2), Sébastien Bourdais e Tony Kanaan.

As posições estabilizaram-se entre os líderes até à segunda ronda de paragens que começou a partir da volta 97.
Newgarden fez uma paragem nas boxes um pouco mais lenta e Scott Dixon, que esteve dentro de um segundo antes das paragens nas boxes, não teve problemas em sair das boxes na frente de Newgarden, assumindo a liderança ao fim de 102 voltas.

foto:  Shawn Gritzmacher
foto: Shawn Gritzmacher

Na volta 114, James Jakes (#7), que até estava a fazer uma corrida positiva, teve problemas no motor e ficou parado em pista, trazendo a primeira bandeira amarela da corrida.
A maior parte do pelotão decidiu entrar nas boxes em bandeira amarela. Newgarden perdeu quatro posições nas boxes porque a entrada de Sébastien Bourdais para a sua box fez com que Newgarden hesitasse na saída.
Dixon foi o primeiro a sair, com Marco Andretti (#27), Will Power (#1), Tony Kanaan, Graham Rahal (#15) e Josef Newgarden.
Dixon saiu das boxes no 6º lugar, e à sua frente, sem terem parado nas boxes, estavam Sébastien Bourdais (na liderança), Ryan Hunter-Reay (#28), Simon Pagenaud (#22), Justin Wilson (#25) e Ryan Briscoe (#5).

Após 16 voltas em bandeira amarela, Bourdais recomeçou na liderança, e aproveitou o facto de estarem três carros atrasados para se distanciar de Ryan Hunter-Reay.
O recomeço não durou muito tempo, porque entre as curvas 3 e 4, Briscoe fez um pião e Will Power não o conseguiu evitar. Ambos foram contra o muro com violência. Segunda bandeira amarela da corrida na volta 132.

A corrida recomeçou na volta 142. Mais uma vez, Bourdais aproveitou alguns carros dobrados atrás de si para ganhar terreno.
Estes carros comprometeram o arranque de Hunter-Reay, que caiu de 2º para 6º.
Josef Newgarden tinha feito um grande arranque e era agora 2º, com Tony Kanaan, Scott Dixon e Simon Pagenaud logo atrás.

foto: Chris Owens
foto: Chris Owens

Com a pista livre, Bourdais estava literalmente ao ataque e ganhou uma vantagem incrível de 17 segundos em 20 voltas, o que era inacreditável.
O francês parou na volta 171 e saiu em 13º, mas com pneus novos ele praticamente ignorava os seus adversários e, na volta 188, conseguiu chegar à liderança.
Duas voltas antes, Newgarden tinha parado e acabou por sair das boxes com uma volta de atraso para Bourdais.

Nesta altura, a boa corrida (dentro dos 10 primeiros) de Sage Karam tinha acabado após um toque no muro.

Na volta 201, e numa altura em que todos tinham feito as suas paragens, exceto Castroneves, Bourdais conseguiu ficar com uma volta de vantagem para o 2º classificado, Josef Newgarden. Com o francês a ter que fazer mais uma paragem, era de esperar um final apertado.
Newgarden estava a sentir a pressão e escapou por um triz de um toque no muro nas curvas 3 e 4. Kanaan não hesitou e passou-o.

Bourdais parou na volta 212 e saiu das boxes ainda na liderança, com dois segundos para Castroneves (que teria mais uma paragem, em princípio) e oito segundos para Kanaan e Newgarden.
Bourdais ganhou ainda mais tempo aos rivais, e a vantagem estava já em mais de 10 segundos para Kanaan quando… Justin Wilson (#25) partiu o motor e ficou parado em pista. Era mostrada a bandeira amarela a 30 voltas do fim, e Bourdais tinha azar com isto.

O francês não parou, tal como Montoya e Carpenter, e todos os pilotos atrás pararam. Castroneves conseguiu uma paragem “grátis” e foi o primeiro a sair das boxes (4º lugar em pista), seguido de Rahal, Dixon, Kanaan, Newgarden (estes dois perderam posições) e Andretti.

O último sprint até à meta iniciou-se a 18 voltas do fim. Bourdais ganhou vantagem para Montoya, e Carpenter era engolido pelo pelotão. Castroneves deu o seu melhor e a 17 voltas do fim passou Montoya e ascendeu ao 2º lugar, e agora tinha Bourdais pela frente, com pneus 20 voltas mais desgastados.
Rahal também subiu posições e passou para 3º em troca com Montoya.

foto: Chris Jones
foto: Chris Jones

Apesar dos esforços de Castroneves, Bourdais, de alguma forma, tinha uma afinação fantástica no seu carro, e nem mesmo o facto de ter pneus mais usados o impediu de ganhar terreno a Castroneves até ao fim da corrida.

Sébastien Bourdais assinou a segunda vitória da temporada. Foi uma segunda metade de corrida verdadeiramente inacreditável do francês, que simplesmente não teve rivais à altura.

Castroneves terminou em 2º, após uma recuperação fantástica do último lugar. Graham Rahal completou o pódio após uma excelente corrida.

Juan Pablo Montoya, com pneus já muito usados, conseguiu manter-se no 4º lugar.
Josef Newgarden e Tony Kanaan ficaram em 5º e 6º, respetivamente. Eles conseguiram passar por Scott Dixon a seis voltas do fim, após um erro do piloto da Chip Ganassi, que acabou no 7º lugar.
Marco Andretti, Simon Pagenaud e Ed Carpenter fecharam os 10 primeiros.

No campeonato, Juan Pablo Montoya aumenta ainda mais a vantagem para os seus rivais. Montoya tem agora 439 pontos, Dixon é agora 2º com 385, Graham Rahal sobe ao 3º lugar com 370, com os mesmos pontos de Hélio Castroneves, Will Power cai para 5º com 369, e Sébastien Bourdais sobe ao 6º lugar, mas a 96 pontos de atraso, com 343.

A próxima ronda está marcada para a oval de Iowa Speedway.

Pos. piloto equipa Tempo
1. S. Bourdais KV 1:56:46.826
2. H. Castroneves Penske +2.236
3. G. Rahal Rahal Letterman +2.878 +0.642
4. JP. Montoya Penske +10.002 +7.124
5. J. Newgarden CFH +11.547 +1.545
6. T. Kanaan Ganassi +12.400 +0.853
7. S. Dixon Ganassi +12.998 +0.598
8. M. Andretti Andretti +13.063 +0.065
9. S. Pagenaud Penske +13.695 +0.632
10. E. Carpenter CFH +15.435 +1.740
11. G. Chaves Herta +16.601 +1.166
12. C. Kimball Ganassi +17.420 +0.819
13. R. Hunter-Reay Andretti +17.943 +0.523
14. T. Sato Foyt +18.318 +0.375
15. C. Munoz Andretti +18.905 +0.587
16. T. Vautier Coyne s/tempo +0.587
17. J. Hawksworth Foyt s/tempo +0.587
18. J. Wilson Andretti s/tempo +0.587
19. S. Karam Ganassi s/tempo +0.587
20. S. Coletti KV s/tempo +0.587
21. R. Briscoe Schmidt s/tempo +0.587
22. W. Power Penske s/tempo +0.587
23. J. Jakes Schmidt s/tempo +0.587
24. P. Mann Coyne s/tempo +0.587

Jorge Covas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.