Alguns pilotos da casa, com sorte diferente em Vila Real

Valter Tão, Luís Martins e Francisco Marrão foram os primeiros pilotos a aceitarem o nosso desafio (ver na nossa página facebook) e enviaram-nos os seus pontos de vista do fabuloso fim de semana de corridas em Vila Real.

foto: Vitor Ribeiro
foto: Vitor Ribeiro

Valter Tão, piloto vilarealense, conduziu um Datsun 1200 no CNCC1300. Para Tão, “foi um fim de semana muito difícil, para além de só ter possibilidade de ter testado a preparação para Gr. 2 do Datsun 1200 durante uma hora, os treinos livres iriam servir para avaliar a preparação.” O piloto do Datsun teve problemas com os pneus e o lugar alcançado na qualificação não foi o desejado, o que obrigou a largar de 23º e fazer uma corrida de trás para a frente, sempre com o objectivo de “chegar a meio do pelotão”. Mas os problemas com o carro não se ficaram pelos pneus, já que depois da partida, com algumas recuperações de posições,no “fim da reta de Mateus em que o veio de transmissão cedeu, originando o abandono.” 

No Domingo, na segunda corrida, o mesmo veio de transmissão obrigou novamente a uma desistência. O piloto previa um fim de semana calmo, mas “foi tudo menos isso.”  O piloto agradeceu, para além dos seus vários patrocinadores, à divulgação da causa que abraçou durante o fim de semana, a recolha de tampas para a Joaninha.

11707533_953395254680700_4889540436495999424_nTambém bafejado pelo azar durante o fim de semana, esteve Luís Martins ao volante de um Ford Escort RS, no Campeonato Nacional de Clássicos, na categoria GR5. Com o carro construído de raiz nas oficinas da equipa, pelas mãos de Victor Martins (Pai), o piloto “conseguiu qualificar-se em quinto lugar nos cronometrados.” Para a primeira corrida, o objectivo do piloto da equipa MartinsSpeed, “era dar mais um passo e tentar chegar ao pódio à geral.” Depois de 2 voltas atrás do Safety Car devido a óleo na pista, Luís Martins “assumiu a quarta posição, seguindo bem de perto o terceiro lugar, até faltarem duas voltas para o final, altura em que a caixa de velocidades cedeu” e o obrigou a fazer o resto da prova com a primeira e quinta mudança. Este constrangimento fez com que o piloto tivesse perdido duas posições na geral, mas subisse ao pódio na sua categoria, no primeiro lugar.

Para Domingo, a equipa não conseguiu reparar o carro, mas “fica o balanço positivo e de grande potencialidade deste projecto.”

11698512_953395058014053_2487216890542151692_nFrancisco Marrão, ao volante de um Datsun 1200 apelidado de “Vaca Louca”, competiu no Campeonato Nacional de Clássicos 1300, trocando o Campeonato de Montanha apenas por este fim de semana. O piloto conseguiu atingir os objectivos a que se propunha, terminando as duas provas em Vila Real, como “terceiro classificado do Grupo 1”

Agradecemos aos pilotos e às suas equipas que aceitaram o desafio lançado nas redes sociais e nos ajudaram a divulgar mais alguns dos verdadeiros “artistas” do fim de semana, que ficará na história da cidade. As corridas existem para os espectadores, mas sem os pilotos nada faz sentido.

Pedro Mendes, com textos enviados pelos pilotos e equipas.

Um pensamento sobre “Alguns pilotos da casa, com sorte diferente em Vila Real

  1. Ora ai esta mais um excelente trabalho,a minha crítica é apenas e só construtiva,nada de levar a mal pois o meu interesse é o mesmo que o vosso,divulgar o circuito e a nossa cidade!
    Fincando pé e defendendo o nosso circuito em todo o lado…
    Bem hajam e parabéns!

    Liked by 1 person

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.