WRC – Rally da Finlândia: Latvala foi quem mais voou nos saltos finlandeses!

 

Foto: André Lavadinho
Foto: André Lavadinho

O piloto da Volkswagen J. M. Latvala foi o grande vencedor do Rally da Finlândia, 8ª prova pontuável para o Campeonato do Mundo de Ralis, numa das mais rápidas etapas da temporada, que premiou o piloto da casa, num rali que certamente não esquecerá tão cedo.

Latvala foi sempre extremamente rápido, elevando o seu nível ao ponto de nem o seu colega de equipa, S. Ogier, o conseguir acompanhar. A verdade é que o francês fez de tudo para vencer a prova, mas sempre com um ritmo impressionante, com muita confiança e motivação, o carro número 2 da Volkswagen subiu ao mais alto lugar do pódio, pelo segundo ano consecutivo.

Foi também a terceira vitória do piloto neste rali, mas este ano com um sabor bem diferente, Latvala não fez a coisa por menos e decidiu pulverizar vários recordes. Bateu o melhor tempo do mítico troço de Ouninpohja, um dos espectaculares de toda a história dos ralis, contando com quase 80 saltos durante 34km de estrada e fez cair também o recorde da especial com a média mais rápida no WRC, em Pihlajakoski 2 percorrendo-a a uma velocidade média de 133,26 km/h durante os seus 4,51 km de extensão.

Por fim e a finalizar um duelo estonteante com S. Ogier pela vitória, o finlandês terminou o rally com a melhor média de velocidade de sempre numa prova do WRC, batendo Loeb que em 2012 e também na Finlândia fez 122.89 km/h, Latvala não deixou as coisas por menos e terminou a prova com uma média horária de 125.44 Km/h!

Certamente este rally não será esquecido tão cedo pelos pilotos e pelos fãs, que ficaram presos ao ecrã até ao último metro de prova.

 

Dia 1:

Foto: André Lavadinho
Foto: André Lavadinho

O primeiro dia do rally apenas tinha uma super-especial, bem curta, de apenas 2,27km de distância, que servia apenas para abrir o apetite de pilotos e adeptos finlandeses, que é sabido são verdadeiros apaixonados pela modalidade.

Quem levou a melhor e foi o primeiro líder da proa acabou por ser Ogier, venceu com uma margem de 0,6´s sobre Meeke em Citroen, Mikkelsen foi 3º a 0,8´s, Kubica 4º a 1,1´s e a fechar o top5 do dia Latvala, perdendo 1,6´s para o seu colega, com quem viria a travar uma emocionante batalha.

 

Dia 2:

Aqui sim começava verdadeiramente o rally. O segundo dia continha 9 especiais cronometradas, fazendo deste a mais longa etapa de todo o rally.

As primeiras especais do dia traziam três nomes “à baila”, sendo neles que se centravam as atenções. Latvala, Ogier e Meeke chamavam a si o protagonismo do rally, ocupando os primeiros lugares da geral, com Latvala e Ogier e chegarem ao final do dia separados por apenas 2,6´s, e Meeke, a perder algum tempo nas especiais da tarde e ainda sendo penalizado em 10´s por um atraso num controlo, era 3º mas já a 24´s, depois de na parte da manha ter rodado bem perto dos dois homens da Volkswagen, vencendo inclusive a SS7. De resto o destaque vai para os dois da frente, que iam repartindo as vitórias nas especiais num jogo do tipo, “ora agora ganhas tu, ora agora ganho eu”, e as diferenças entre eles era o que se via… quase nada.

Foto: André Lavadinho
Foto: André Lavadinho

Este primeiro dia “a sério” também trouxe dissabores a muita gente e na Volkswagen mora um desses protagonistas. Mikkelsen, na SS5, teve uma saída muito violente de estrada, danificando muito o seu Polo R WRC, que não mais viria a ser recuperado, tais eram os danos do mesmo. Piloto e navegador ficaram ok, mas o carro ficou KO!

KO ficou também o I20 de H. Paddon, que era um dos pilotos que mais curiosidade despertava, depois dos bons resultados nos dois últimos ralis do mundial WRC, mas foi sol de pouca dura, pois na passagem pela SS6, não evitou uma saída forte de estrada, capotando diversas vezes, sem complicações para o piloto e o seu colega do banco da direita. Já o carro, esse, ficou da forma que começou este paragrafo, KO!

Kubica também ficava pelo caminho com problemas no alternador do seu Fiesta RS WRC, enquanto os homens da M-Sport, Evans e Tanak ambos com problemas nos amortecedores, foram obrigados a correr com os mesmo partidos durante grande parte do dia, perdendo muito tempo. Ainda assim seguiram em prova.

O dia fechava então com Latvala na liderança, Ogier a morder os calcanhares do seu colega a 2,6´s, Meeke perdia tempo na secção da tarde e já rodava a 24´s exatos, em 4º na geral vinha Ostberg mas já 34´s do líder, enquanto Neuville fechava o top5, mas a uma longa distância de quase 2 minutos de Latvala.

 

Dia 3:

11781651_491278744360979_8125523591248681765_n
Foto: André Lavadinho

O sábado começa com Latvala a vencer a primeira especial do dia, com Ogier a ceder mais de 3´s, mas o francês respondia nas duas especiais seguintes, vencendo-as e voltando a pressionar o seu colega de equipa, que dispunha de apenas 2´s de vantagem. Estava ao rubro o Rally da Finlândia, e já ninguém escondia o entusiasmo, havendo ainda tanto para correr. A fechar a secção da manha foi Latvala que respondeu de novo, vencendo voltando a a aumentar a vantagem para 3´s, com ambos os pilotos a exibirem-se em grande estilo, com ritmos extremamente iguais. Simplesmente incrível!

A parte da tarde voltou a ser Ogier a vencer, mas por uma diferença de apenas 0,1´s na SS15. Mas nas três últimas do dia, Latvala abriu o livro e fez magia ao volante, ganhando as mesmas. Fechou a etapa com 13,2´s sobre Ogier, o que viria a ser determinante no desfecho do rali, pois o último dia tinha apenas duas especiais de 14km.

Quem ficava pelo caminho entretanto na SS15 era K. Meeke, que embateu numa árvore, danificando uma roda e terminando ali as esperanças de alcançar um bom resultado.

A nota positiva do dia vai para Tanak, que depois de ver recuperado o seu Fiesta RS WRC, rodou no seu andamento normal, rápido, e executou uma excelente recuperação, de 10º no dia anterior para 5º no final deste dia.

Foto:  Facebook WRC
Foto: Facebook WRC

Contas feitas, Latvala era líder então, com 13´s de vantagem sobre Ogier, o que lhe dava uma boa margem para gerir e vencer o rally, sem correr grandes riscos. A subir na geral estava Ostberg, graças ao azar do seu colega de equipa, ascendia á 3ª posição.

Em quarto estava Neuville, controlando o andamento e sem correr riscos, e sem adversários por perto, caso para dizer nem para a frente nem para trás, era levar o carro.

A fechar o top5, o já referenciado Tanak com um grande dia já era 5º na geral.

Quem perdia o seu lugar no top10 era Sordo, que era 6º quando ficou preso numa vala e perdeu muito tempo para retirar o carro daquela posição, descia para 12º mas com uma grande perda de tempo. E aqui surge outra das novidades, L. Bertilli, sim esse mesmo, descendia a 10º na geral, e estava na luta para pontuar pela primeira vez no mundial WRC.

 

Dia 4:

11822739_10153074087995678_7784131852633477667_n
Foto: Facebook WRC

Chegava o derradeiro dia, o dia da consagração, faltava saber de quem. Latvala ou Ogier? Tinha sido uma intensa luta e talvez merecessem vencer os dois, mas nisto dos ralis e como em tudo, no lugar mais alto só a lugar para um. A vantagem estava toda do lado do piloto da casa, mas aguentaria Latavla a pressão? Aguentou e de que maneira! Impôs respeito logo a abrir o derradeiro dia de prova e dilatou para 14´s a vantagem com que se apresentara na última especial do rally.

Nessa especial, que valia pontos extra para o campeonato, Ogier bateu o seu colega por escassos 0,4´s, mas era Latvala o grande vencedor do Rally, depois de uma luta simplesmente espectacular e épica, com o seu colega da Volkswagen.

Meeke que regressara em Rally2 fez o terceiro tempo na especial, e amealhou um ponto para o campeonato.

No final as contas era simples, Latvala vencia, pela segunda vez consecutiva no seu país, e é a 3ª vez que o consegue. Ogier era um resignado 2º classificado, mas ainda assim um bom resultado para o campeonato. A fechar o pódio M. Ostberg, fora destas lutas cimeiras arrecadou mais um pódio esta temporada, o seu 3º.

Foto:  Facebook WRC
Foto: Facebook WRC

Neuville foi 4º, Tanak confirmou o bom 5º lugar final face as dificuldades que passou na sexta-feira onde perdeu muito tempo.

Hanninen também ele de regresso ao WRC, e a correr em casa fechou com um bom 6º lugar na geral, na frente de M. Prokop que foi 7º.

Em 8º mais um finlandês, mas desta feita ao volante de uma RC2, E.Lappi foi o melhor nos WRC2, ainda a tempo de um honroso lugar na classificação geral final, deixando atrás de si outro deste campeonato, P. Tidemand foi 9º na geral e 2º no WRC2.

A fechar o top10, L. Bertelli. Isto sim é notícia! O italiano “escolheu” logo um dos mais rápidos e difíceis ralis da temporada para pontuar pela primeira vez na sua carreira do WRC. Sustos de certeza que não faltaram, mas o menino “Prada” lá chegou ao fim e desta vez com distinção.

Classificação geral final:

1. 2 J. LATVALA 2:33:03.8
2. 1 S. OGIER 2:33:17.5 +13.7 +13.7
3. 4 M. OSTBERG 2:34:40.6 +1:23.1 +1:36.8
4. 7 T. NEUVILLE 2:37:02.5 +2:21.9 +3:58.7
5. 6 O. TANAK 2:37:33.1 +30.6 +4:29.3
6. 15 J. HANNINEN 2:37:48.1 +15.0 +4:44.3
7. 21 M. PROKOP 2:39:24.1 +1:36.0 +6:20.3
8. 42 E. LAPPI 2:40:15.0 +50.9 +7:11.2
9. 40 P. TIDEMAND 2:41:56.0 +1:41.0 +8:52.2
10. 37 L. BERTELLI 2:42:41.2 +45.2 +9:37.4

 

Classificação do mundial WRC:

Foto:  Facebook WRC
Foto: Facebook WRC

1.Ogier Sébastien 182

2.Latvala Jari-Matti 93

3.Ostberg Mads 84

4.Mikkelsen Andreas 83

5.Neuville Thierry 70

6.Meeke Kris 54

7.Evans Elfyn 53

8.Tänak Ott 50

9.Paddon Hayden 44

10.Sordo Dani 39

Foto:  Facebook WRC
Foto: Facebook WRC

O mundial WRC está de volta dentro de 3 semanas, na Alemanha de 20 a 23 de Agosto, no regresso aos troços de asfalto e cimento sempre espetaculares e muito traiçoeiras.

Antes disso ainda há muito a falar sobre a prova Finlandesa, não perca ao longo da semana as análises aos pilotos, equipas e ao campeonato WRC2.

Todas as informações na nossa página de facebook e no nosso site.

Até lá, já sabem, fica a dica…if in doubt flat out!!

 

 

Carlos Mota

2 pensamentos sobre “WRC – Rally da Finlândia: Latvala foi quem mais voou nos saltos finlandeses!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.