F1 – Análise das equipas até agora: Lotus

Lotus: A marca de Pastor

foto: facebook Lotus
foto: facebook Lotus

O ano passado foi parco em momentos positivos. Um carro estranho, cujo nariz ficou para a história com um dos mais feios e pouco mais. A nível de performance, o carro desiludiu e a equipa resolveu simplificar processos com uma frente mais “normal”, ao estilo Mercedes. Para 2015 a novidade estava no coração da máquina, agora fornecido pelos alemães campeões do mundo. Mas nem assim o nível da equipa subiu. O inicio de época foi marcado por alguma instabilidade e pouca fiabilidade no entanto, aos poucos, o problema foi sendo tratado. Mas a equipa perdeu pontos preciosos, com muitos azares e desistências, surgindo agora em 6º lugar quando, na nossa opinião, podia estar melhor. Assim, a Lotus tem a obrigação de fazer melhor. O carro tem potencial para ficar nos pontos regularmente. Precisa de ser melhorado é certo, mas tem ritmo para ser chegar mais à frente. No entanto a Lotus vai voltar a viver momentos de indefinição. Se a Renault comprar a Lotus, poderá ser o fim do nome na F1. Para a equipa seria excelente pois a Renault não virá para brincar à F1 e quererá voltar a viver os momentos de glória do passado. Mas se isso acontecer, vamos ter saudades da cor do carro, que a nosso ver é dos mais bonitos este ano. Um Lotus preto e dourado traz sempre boas recordações.

foto: Lotus
foto: Lotus

Romain Grosjean deve ter saudades dos tempos dos V8. Nessa altura a Lotus conseguiu bons resultados e o francês subiu ao pódio por várias vezes. Aquele que já foi conhecido como o piloto “Kamikaze” (com justiça diga-se), passou a ser muito mais ponderado e já não nos lembramos da última vez que pisou o risco. O francês está agora um piloto muito diferente mas ainda assim mantém a sua velocidade. É provavelmente um dos pilotos mais subvalorizados do grid. Tem velocidade suficiente para fazer frente aos grandes nomes do paddock mas tem de se contentar com um carro que demora a mostrar valor. Como tal, o francês limita-se a coleccionar os pontos possíveis, estando a perder nome e quem sabe a oportunidade de se mostrar e tentar uma equipa de topo. Até agora tem safado a equipa e tem tentado levar a agua ao seu moinho. Merecia mais carro.

 

foto: Lotus
foto: Lotus

Pastor Maldonado é… Maldonado. Um espectáculo dentro do próprio espectáculo. Se ele não faz o acidente, o acidente vai ter com ele. A forma como acumula paragens cerebrais com azares é quase alucinante. O homem que conseguiu 3 penalizações numa corrida (só isso já merece menção honrosa) continua a meter os pés pelas mãos, prejudicando-se a si e a sua equipa. No dicionário dos desportos motorizados, Maldonado é sinónimo de chapa batida, aselhice, desespero de mecânicos, gargalhadas entre outros. A frase “és um Maldonado” já deu muito problemas e escaramuças. Agora a sério, tem de pensar seriamente na sua carreira pois está a criar um nome e uma fama difíceis de esquecer (está a criar não…já criou). Mas há uma coisa que merece ser dita. Maldonado não é tão “manco” quanto se faz dele. O ritmo que ele apresenta muitas vezes é bom… muito bom. Dizemos em brincadeira que se não houvesse carros à sua volta, Maldonado seria dos mais rápidos. E apostamos que sim. Mas um piloto de F1 não é só isso e Maldonado está longe de ser um piloto de de F1 de top. Teve muito azar e isso não pode ser esquecido. Mas também errou muito. Erros que custam caro e que se não existissem, poderiam permitir à equipa estar mais próxima do 4º lugar. Será que vale a pena manter Maldonado, mesmo com os milhões que ele injecta na equipa? É uma pergunta que começa a ser colocada de forma muito séria na Lotus. Será o ultimo ano de Maldonado na F1? Provavelmente.

 

Comparativo Grosjean vs Maldonado

Corrida: 9 -1

Qualificação: 8 -2

Romain Grosjean: 10º lugar, 23 pontos

Nota 7

Pastor Maldonado: 14º lugar, 12 pontos

Nota 3

Lotus: 6º lugar, 35 pontos

Nota 5

 

Análise de meio da época das equipas:

Análise Mercedes

Análise Ferrari

Análise Williams

Análise Red Bull

Análise Force India

 

Fábio Mendes

5 pensamentos sobre “F1 – Análise das equipas até agora: Lotus

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.