Pódio do Fim de Semana

Mais um fim de semana passou e são horas de fazer as contas do nosso pódio. Com provas de WRX, de NASCAR e de MotoGP e tão diferentes modalidades, torna a nossa escolha bem mais difícil. Cá vai:

#1 Marc Márquez

foto:motogp.com
foto:motogp.com

O homem foi implacável durante o fim de semana. Na qualificação foi invencível, garantindo a pole com mais de 10 minutos para o fim da sessão, com a concorrência a esfarrapar-se toda para tentar lá chegar. Na corrida, foi muito maduro e inteligente, dando uma de Valentino Rossi. Ficou colado à traseira de Lorenzo e deixou-o durante 26 voltas na liderança, até que cansado, o espanhol da Yamaha nada pôde fazer em relação à ultrapassagem bem estudada de Márquez. Foi na nossa opinião a melhor corrida de Marc Márquez este ano, que até nem tem corrido muito bem.

# Joey Logano

foto: NASCAR
foto: NASCAR

Logano nunca tinha vencido num circuito convencional na Sprint Cup. Além de ter vencido na Cup, ainda venceu no dia anterior na Xfinity. Foi um fim de semana em cheio para o piloto da Penske. Foi o polesitter na prova da Xfinity e venceu-a. Na Sprint Cup, mesmo tendo sofrido um toque de Trevor Bayne que fez sair muito fumo do seu carro, a cavalgada em direcção à liderança da corrida foi muito forte. Conseguiu puxar pelo carro numa altura que em quase todos poupavam combustível e quase no fim, ultrapassou mais um obstáculo quando já era 2º: falhou uma curva e perdeu terreno para Kevin Harvick, mas a estrelinha acompanhou o piloto e na última curva, passou Harvick. Merece o nosso pódio!

# Livio Loi

426499_458128094258950_2094319588_nO rapaz tinha assistido ao G.P. de Indianápolis de 2014 em casa, já que tinha sido despedido da Marc VDS na paragem que antecede a prova nos EUA e este ano, arriscou tudo ao colocar pneus slicks ainda na grelha de partida, mas levou a melhor. Terminou com quase 40s de vantagem, numa corrida com pouco espírito de Moto3, mas vai constar da lista de vencedores para sempre. A chuva, ou a falta dela, foi preponderante para Loi que sem a confusão das trocas de pneus, teria ficado pelo meio do pelotão ou até mais atrás. Ainda assim, encheu de orgulho a sua equipa e mostrou uma calma em pista que apenas alguns campeões costumam mostrar.

 

Drive Through – Red Bull KTM Ajo

Já muito escrevi sobre a fraca performance da equipa… desculpem porque não é verdade. Alguns membros da equipa, já que o piloto nada teve a ver com o que se passou em Indianápolis. Miguel Oliveira fez aquilo que faz melhor: andar muito rápido! Lamentável que por culpa de uma equipa que deu mostras de amadorismo, o piloto tenha sido penalizado por isso. E poderia ter sido bem pior se Oliveira não fosse tão bom. Conseguiu um ponto e mesmo perdendo a 3ª posição da classificação geral no campeonato, foi o segundo melhor piloto na prova americana, daqueles que estão no topo e na luta pelo campeonato.

Senhor Ajo, rectifique o que de mal aconteceu para que em Brno, Miguel Oliveira, o seu melhor piloto, possa vencer.

 

Pedro Mendes

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.