F1 – Análise da época até agora: McLaren

McLaren: O poder dos sonhos, que ainda é um pesadelo.

foto: McLaren
foto: McLaren

Quando se soube que a McLaren iria voltar a fazer parceira com a Honda, todos os fãs de F1 esboçaram um sorriso. A lendária parceria que dominou uma das épocas de ouro da F1 estava de volta. Depois de anos a receber os motores da Mercedes (e na nossa opinião a ficar em alguns anos prejudicada), a McLaren sentiu que não conseguiria fazer frente ao domínio dos alemães usando o mesmo motor (por muito que se assinem contractos e se pague bem, quando se fala na luta por um titulo de F1, não é expectável que a Mercedes forneça o mesmo motor que usa a um adversário directo. Há sempre melhorias que vão demorar um pouco mais a chegar ao cliente). O interesse da Honda em regressar à F1 foi visto por todos como uma excelente notícia. A McLaren ganhava um fornecedor exclusivo e a F1 ganhava mais uma marca.

Mas o inicio da parceira começou mal. Os primeiros testes não foram nada positivos, mas todos pensaram que a Honda teria a situação sob controlo (os boatos da imprensa japonesa que davam conta de vários motores partidos no banco de testes começaram a levantar suspeitas). Chegados os teste de pré temporada não houve mais como disfarçar a situação. O motor era fraco, longe da afinação correcta e pouco fiável. A McLaren do seu lado também tinha apostado no desenho arrojado do carro, com a parte traseira muito estreita, para maximizar a aerodinâmica do carro, comprometendo no entanto o arrefecimento do motor. Tudo junto dava um carro lento, muito difícil de conduzir e nada competitivo.

foto: facebook McLaren
foto: facebook McLaren

Era bom que a história tivesse um “mas”. Infelizmente essa parte ainda está por escrever. A Honda parece que finalmente conseguiu resolver os problemas de fiabilidade do motor, mas a diferença de potência (que se estima seja de 120 Cv para a Mercedes) ainda é o grande problema. Os japoneses esperam aumentar em 50Cv a potência do motor já para o inicio da segunda metade do campeonato… mas ainda faltam outros tantos cavalos para que a potência chegue ao nível desejado. E mesmo o chassis não parece ser tão bom quanto se pensava. Tem muito potencial e nota-se claramente a influencia da “escola Newey” no seu desenho. Mas ainda não está no ponto e enquanto a potência não for maior, será difícil avaliar se o chassis é capaz de levar a equipa às vitórias. Parece que sim, mas ainda é uma incógnita.

Até agora tem sido um ano mau para a McLaren /Honda. Muito mau. Foi  o pior inicio de sempre para a McLaren (basta ver que pontuaram apenas na 6ª corrida, no Mónaco e depois disso apenas por mais duas vezes) e neste momento levam apenas 17 pontos marcados, militando no penúltimo lugar da tabela (e se contarmos que a Manor está num campeonato aparte, a McLaren é mesmo a última). Para quem tem um orçamento de 465 milhões de euros é pouco. Muito pouco. Este inicio de época foi muito mau para ambas as partes e até para a F1. Ver uma equipa grande a arrastar-se pela pista é má publicidade para a modalidade e afasta potenciais marcas que poderiam estar interessadas em ingressar na competição. Ninguém gosta de ser ridicularizado. A Honda com certeza irá dar a volta por cima e fornecer um motor capaz. O problema é se o tempo que isso vai demorar não vai afectar a imagem dos japoneses e da McLaren. Só um domínio incontestado poderá fazer esquecer este inicio tão mau. No entanto a McLaren tem em posições chave as pessoas indicadas. Tem uma estrutura muito melhor do que a que existia a 2 anos atrás. Têm tudo para voltar aos tempos de glória.

 

foto: Mclaren
foto: Mclaren

Fernando Alonso é um dos melhores pilotos da F1. Quanto a nós, será provavelmente o melhor. O que ele fez enquanto esteve na Ferrari foi passar cheques que os carros não conseguiam pagar. Com um piloto inferior a Scuderia teria passado por anos bem mais difíceis. Mas a paciência do espanhol esgotou e sendo ele fã de Senna, a parceria McLaren Honda também lhe terá feito lembrar tempos passados. Embora ciente das dificuldades iniciais, Alonso não esperaria que fossem assim tantas. O espanhol tem aguentado e tem feito os esforço possível para disfarçar o mau estar que lhe provoca estar a levar voltas de avanço da Ferrari. Avaliar o desempenho do piloto com um carro tão fraco torna-se injusto. Mas temos de dar valor a paciência e a perseverança de Alonso e de Button.

 

 

fotos: McLaren
fotos: McLaren

Jenson Button lutou para manter o lugar na F1. A sua grande experiência, a boa relação com a equipa e o facto de ser um dos pilotos com mais fãs no grande circo, ajudou a tomar a decisão que no nosso entender foi a correcta (embora Magnussen seja um grande talento e não mereça estar parado). Button é um excelente piloto e a classe que tem fora de pista reflecte-se quando está aos comandos do carro. Mas tem tido muito azar. Desde 2013 que a McLaren não lhe dá um carro em condições para lutar pelo titulo. Além disso teve de lidar com a morte do pai e agora até foi vitima de um assalto na casa onde passava férias. O britânico tem lidado com todas essas adversidades o melhor que pode. E desengane-se quem achar que já não é piloto para a F1. Desde que entrou para a Mclaren que tem sido o melhor piloto da equipa mesmo quando do outro lado da box havia um tal de Hamilton. O valor do britânico tende a ser menosprezado mas a qualidade está toda lá.

 

Comparativo Alonso vs Button

Corrida: 3 – 5

Qualificação:  4 – 3

 

Fernando Alonso: 15º lugar, 11 pontos

Nota 9, pela perseverança

 

Jenson Button: 17º lugar, 6 pontos

Nota 9, pela força mental

 

McLaren: 9º lugar, 17 pontos

Nota3

 

Análise de meio da época das equipas:

Análise Mercedes

Análise Ferrari

Análise Williams

Análise Red Bull

Análise Force India

Análise Lotus

Análise Toro Rosso

Análise Sauber

 

 

Fábio Mendes

2 pensamentos sobre “F1 – Análise da época até agora: McLaren

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.