WRC – ADAC Rally Alemanha: Teremos campeão?

 

Foto: Facebook WRC
Foto: Facebook WRC

Regressa já amanhã o mundial do WRC, com a realização da 9ª etapa da temporada, que até já pode carimbar o título de campeão do mundo para Ogier, tal é a vantagem que o piloto francês da Volkswagen dispõe para o segundo classificado, o seu colega de equipa J. M. Latvala.

A prova terá a duração de três dias, começa na sexta-feira e prolonga-se até domingo, onde os pilotos terão de percorrer um total de 21 especiais acumulando cerca de 374km cronometrados, percorridos nos estreitos troços alemães de asfalto e cimento, extremamente minuciosos e onde os pequenos erros se pagam muito caro.

A lista de inscritos está muito bem composta, com 17 World Rally Cars inscritos, com alguns regressos e algumas novidades, a conferir mais a baixo. Outro dos destaques e atenções desta prova prende-se à classe RGT, com a aparição de dois Porsche 911 GT3 de F. Delocour e R. Dumas, que lutarão pela vitória nesta categoria, que impressiona pela potência dos carros e a aptidão que os pilotos têm de ter para conduzir os mesmos, voltando às memorias os anos 70 e 80 onde víamos vários Porsche em acção no mundial de ralis.

11049445_10153071375590678_5864025629942629882_nQuem não triz boas memórias deste rally é a equipa Volkswagen, que tem sido a grande dominadora das duas últimas temporadas, mas curiosamente é na prova da “casa” que as coisas não têm corrido de feição, onde ainda não conseguiram vencer e mais do que isso, têm sido constantemente bafejada pelo azar, com Ogier e Latvala a terem desistências na edição de 2014, onde se salvou apenas pelo 3º lugar de Mikkelsen, para os “anfitriões”.

Por isso esta edição do Rally ADAC Alemanha promete mais interesse do que nunca e quem será o centro de todas as atenções é mesmo S. Ogier, que pode carimbar já nesta prova a conquista do seu terceiro título de campeão do mundo de ralis, isto quando ainda faltarão realizar quatro provas após este rally. Ogier irá tentar largar a maré de azar que o tem afectado nos dois últimos anos no rally da Alemanha, onde em nenhum deles pontuou, ficando cedo arredado da luta pela vitória e da estrada. Este ano o piloto já veio afirmar que quer dar a volta a esta tendência negativa e vencer é  o grande objectivo do francês.

Foto: André Lavadinho
Foto: André Lavadinho

Quem chega motivado a este rally é Latvala, que vem de uma grande vitória na Finlândia e já é segundo no mundial de ralis. Este piloto é capaz de ser muito competitivo neste tipo de pisos, como o comprovou já diversas vezes mas também é capaz de deitar tudo a perder de um momento para o outro, como também o provou na temporada passada, com uma violenta saída de estrada quando liderava a prova, já após o abandono de Ogier. Que Latvala teremos? É a grande questão, mas a motivação com que chega à Alemanha faz-nos antever uma grande prova e uma grande luta pela vitória.

Mas na Volkswagen também temos Mikkelsen em boa forma, o jovem Norueguês tem mostrado esta temporada uma evolução significativa e começa a ameaçar os seus colegas de equipa no que toca à conquista dos lugares cimeiros da geral. O terceiro lugar de 2014 não um acaso, e o piloto quererá decerto repetir um lugar no pódio final.

Foto: Facebook WRC
Foto: Facebook WRC

Para esta prova uma das grandes novidades é a Hyundai, que em vez dos habituais três carros de Neuville, Sordo e Paddon, aparece com um quarto carro, entregue ás mãos de K. Abbring outro verdadeiro especialista em asfalto. É uma aposta forte da marca coreana nesta prova e as razões são fáceis de compreender, pois a Hyundai tem nas suas fileiras os dois últimos vencedores do Rally da Alemanha. Foi precisamente aqui que a marca se estreou a vencer uma prova do Mundial de Ralis, com Neuville a fazer história em 2014 subindo ao lugar mais alto do pódio. Em 2013 foi Sordo, na altura ao volante de um Citroen Ds3 WRC, que venceu a sua primeira e única prova no WRC e por isso a confiança está redobrada entre as cores da Hyundai e também muito interesse em seguir as suas prestações.

Abbring faz a sua estreia ao volante do I20 WRC, mas é um piloto com provas dadas neste tipo de piso, ainda assim não se esperam grandes resultados por parte do piloto holandês. Quanto a Paddon, tem mostrado nesta fase da temporada uma grande evolução, mas este será a sua primeira experiência em asfalto ao volante do Hyundai, que poderão condicionar um bom resultado final… ou não!

A Citroen apresenta também uma novidade, aliás mais do que uma até. Na lista de inscritos podemos ver que existe mais um nome a equipar na marca oficial, o jovem S. Lefebvre irá participar ao volante de um Ds3 WRC, podendo mostrar assim as suas aptidões nos pisos de asfalto, típico de um piloto francês.

11781872_10153072297755678_6833616701141872164_nIsto juntando aos habituais Ostberg e Meeke, que voltou a ser o centro das conversas na antevisão da prova, mas desta vez a conversa até veio da “garagem do lado”. Jost Capito, o “boss” da Volkswagen a afirmar que “O Kris Meeke é um bom amigo e sei que ele poder ser campeão do mundo, estou absolutamente convencido disso”, não sabendo qual a intenção destas palavras por parte do “chefe”, a verdade é que Meeke levou uma injecção de moral e se calhar de quem menos esperava.

Por último a M-Sport, com os habituais Evans e Tanak, e com as nossas habituais dificuldades em prever o que quer que seja desta dupla, ainda mais agora com a nova evolução do Fiesta RS WRC, que terá na Alemanha o seu primeiro teste em asfalto. Tanak já veio dizer que também não sabe o que esperar deste rally, somente a prova o dirá. Veremos! Nós achamos que se não houver nenhum azar pelo caminho Tanak pode bem lutar pelos lugares no top5, o que seria um bom resultado para um projecto que é de valorizar, pois consegue-se manter de pé mesmo sem o apoio oficial da marca.

Quanto aos privados, alguns são os de sempre, como Kubica, que tem aqui mais uma chance de brilhar no WRC, num rally bem ao seu jeito, seja para um resultado brilhante ou seja para mais umas saídas de estrada “assustadoras”. Este é sem dúvida um rally para Kubica dar nas vistas.

foto: Facebook WRC
foto: Facebook WRC

Prokop também marca presença, como é habitual e desta vez traz companhia consigo,pois  regressa também Melicharek que iniciou um não um projecto, inserido na equipa de Prokop, mas que apenas durou uma prova, Monte Carlo. Regressa assim ao WRC, mas em nada acrescenta em termos de  qualidade.

Bertelli também alinha e vem motivado com a conquista do primeiro ponto no Mundial, na Finlândia, com um brilhante 10º lugar final. Isto de ser milionário e excêntrico tem destas coisas. Em tantas provas, o Italiano vai pontuar logo num dos mais difíceis ralis de toda a temporada.

Por ultimo a aparição do piloto britânico Graham Coffey ao volante de um Fiesta RS WRC.

 

Lista de inscritos WRC:

1 S. OGIER
J. INGRASSIA
VOLKSWAGEN MOTORSPORT
VOLKSWAGEN POLO R WRC
M RC1 1
2 J. LATVALA
M. ANTTILA
VOLKSWAGEN MOTORSPORT
VOLKSWAGEN POLO R WRC
M RC1 1
3 K. MEEKE
P. NAGLE
CITROËN TOTAL ABU DHABI WRT
CITROËN DS3 WRC
M RC1 1
4 M. OSTBERG
J. ANDERSSON
CITROËN TOTAL ABU DHABI WRT
CITROËN DS3 WRC
M RC1 1
5 E. EVANS
D. BARRITT
M-SPORT WORLD RALLY TEAM
FORD FIESTA RS WRC
M RC1 1
6 O. TANAK
R. MOLDER
M-SPORT WORLD RALLY TEAM
FORD FIESTA RS WRC
M RC1 1
7 T. NEUVILLE
N. GILSOUL
HYUNDAI MOTORSPORT
HYUNDAI I20 WRC
M RC1 1
8 D. SORDO
M. MARTI
HYUNDAI MOTORSPORT
HYUNDAI I20 WRC
M RC1 1
9 A. MIKKELSEN
O. FLOENE
VOLKSWAGEN MOTORSPORT II
VOLKSWAGEN POLO R WRC
T RC1 1
10 K. ABBRING
S. MARSHALL
HYUNDAI MOTORSPORT N
HYUNDAI I20 WRC
RC1 1
12 S. LEFEBVRE
S. PREVOT
CITROËN TOTAL ABU DHABI WRT
CITROËN DS3 WRC
RC1 1
14 R. KUBICA
M. SZCZEPANIAK
ROBERT KUBICA
FORD FIESTA RS WRC
RC1 1
20 H. PADDON
J. KENNARD
HYUNDAI MOTORSPORT N
HYUNDAI I20 WRC
T RC1 1
21 M. PROKOP
J. TOMANEK
JIPOCAR CZECH NATIONAL TEAM
FORD FIESTA RS WRC
T RC1 1
22 J. MELICHAREK
E. MELICHAREK
JAROSLAV MELICHAREK
FORD FIESTA RS WRC
RC1 1
37 L. BERTELLI
L. GRANAI
FWRT SRL
FORD FIESTA RS WRC
T RC1 1
70 G. COFFEY
J. GABLER
GRAHAM COFFEY
FORD FIESTA RS WRC
RC1

 

 

Foto: Facebook WRC
Foto: Facebook WRC

No WRC2, como sempre, a animação está garantida, com os especialistas no asfalto a terem de se mostrar ao serviço, com algumas novidades sonantes. A primeira delas é Nasser Al-Attiyah que faz a sua estreia ao volante da sua nova montada, um Skoda Fabia R5. Terá como grandes adversários outros pilotos no mesmo modelo, Lappi chega de duas vitórias consecutivas no WRC2 e quererá decerto continuar esta senda vitoriosa e manter a liderança do campeonato.

Na Skoda Motorsport também o piloto Alemão A. Kremer e J. Kopecky serão dois nomes a mais a ter em conta na luta pelos lugares cimeiros.

Breen apresenta o seu Peugeot 208 R5 para combater a armada da Skoda, e J. Maurin vem de Fiesta RRC para tentar vencer o rally, numa especialidade dos pilotos franceses, o asfalto.

Portanto também aqui a coisa promete, que é como quem diz, tudo pode acontecer nada é um dado adquirido, temos bons pilotos, bons carros e todos os ingredientes para um grande rally.

 

Horários:

STAGE NAME DISTANCE (KM) FIRST CAR STATUS
DAY 1 – 21.08.2015
SS1 SAUERTAL 1 14.84 08:30 TO RUN
SS2 WAXWEILER 1 16.40 09:43 TO RUN
SS3 MOSELLAND 1 23.24 11:05 TO RUN
SS4 MITTELMOSEL 1 13.67 11:50 TO RUN
SS5 SAUERTAL 2 14.84 14:40 TO RUN
SS6 WAXWEILER 2 16.40 15:53 TO RUN
SS7 MOSELLAND 2 23.24 17:15 TO RUN
SS8 MITTELMOSEL 2 13.67 18:00 TO RUN
DAY 2 – 22.08.2015
SS9 GRAFSCHAFT 1 18.35 07:34 TO RUN
SS10 BOSENBERG 1 17.13 09:02 TO RUN
SS11 ARENA PANZERPLATTE 1 2.87 10:32 TO RUN
SS12 ARENA PANZERPLATTE 2 2.87 10:45 TO RUN
SS13 PANZERPLATTE LONG 1 45.61 11:05 TO RUN
SS14 GRAFSCHAFT 2 18.35 15:31 TO RUN
SS15 ARENA PANZERPLATTE 3 2.87 17:06 TO RUN
SS16 PANZERPLATTE LONG 2 45.61 17:26 TO RUN
SS17 BOSENBERG 2 17.13 18:47 TO RUN
DAY 3 – 23.08.2015
SS18 STEIN & WEIN 1 19.59 07:07 TO RUN
SS19 DHRONTAL 1 14.08 08:11 TO RUN
SS20 STEIN & WEIN 2 19.59 10:31 TO RUN
SS21 DHRONTAL 2 (POWERSTAGE) 14.08 12:08 TO RU

 

Estão lançados os dados de uma prova que promete emoções fortes, num rally que nos últimos anos nos habituou a ser um dos mais equilibrados da temporada e de onde têm saído os vencedores mais improváveis. Que o digam Sordo e Neuville que venceram aqui nas duas últimas temporadas, e Ogier que nunca pontuou nesta prova, portanto tudo ao contrário da lógica.

Temos candidatos, temos um rally muito longo e técnico, agora falta saber se teremos um novo campeão do mundo de ralis. Ogier corre na Alemanha em busca do seu terceiro ceptro mundial. Conseguirá já carimbar? A concorrência está forte e não vai de todo facilitar a vida do francês.

Nós ficaremos deste lado para lhe dar todas as informações acerca da prova, com os resumos diários de todos os acontecimentos.

Até lá…mesmo no asfalto…If in doubt flat out!

 

No ano passado foi assim:

 

Carlos Mota

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.