DTM – Nurburgring: Corrida 1. Martin venceu sem espinhas.

Muita “chapa batida” nesta primeira corrida do fim de semana do DTM. Foi uma corrida intensa e com muito toques, desistências e azia à mistura. Uma prova típica do DTM, onde a emoção está sempre presente.

 

foto: DTM
foto: DTM

Lucas Auer era a grande novidade na frente do grid. O austríaco fez uma pole supreendente e todos esperavam para ver o que seria o rendimento do rookie na frente da corrida. Estratégicamente seria também importante para a Mercedes ter um carro a ajudar Wehrlein na sua corrida pelo titulo.

A largada no entento estragou os planos à Mercedes. Auer largou muito mal ao contrário de Maxime Martin que teve um arranque canhão e atacou a primeira posição com Wehrlein. Na entrada para a curva 1, o alemão meteu o carro no interior e Martin sem hipóteses bateu no Mercedes, levando o líder do campeonato a cair para o 4º lugar com Mortara e Spengler a aproveitar. Mais atrás, Green sofria um toque na traseira perdendo o controlo do carro e batendo em Molina e Scheider. O acidente obrigou a mostragem de bandeiras vermelhas.

 

foto: DTM
foto: DTM

No recomeço da corrida, Martin tratou de forçar o andamento e fugir da concorrência. Spengler seguia em segundo sem alcançar Martin e atrás de si Wehrlein atacava Mortara.

Nas voltas seguintes Mortara chegou-se a Spengler e atacou-o na curva 1, o que resultou num toque semelhante ao de Martin e Wehrlein. Spengler não deu espaço ao piloto da Audi e sofreu um toque forte que danificou bastante o seu carro. Mortara e Wehrelin passaram pelo piloto BMW, que ficou à mercê do ataque de Goetze que seguia em 5º. Spengler tentou defender-se mas nada mais fez do que juntar mais carros atrás de si que, sucessivamente, iam tentando a ultrapassagem. Rockenfeller tentou e deu-se mal com isso perdendo muitas posições. O esforço do canadiano foi inglório pois um furo no pneu traseiro motivou a sua desistência e a sua irritação.

Até ao final Wehrlein pressionou sem sucesso Mortara que manteve o 2º lugar com Martin a conseguir a sua 2ª vitória no DTM.

foto: DTM
foto: DTM

António Félix da Costa fez uma boa corrida recuperando muitas posições. Largou de 20º, chegou a rodar em 8º aproveitando a confusão à volta de Spengler, mas no final não aguentou Wickens. Ainda assim 9º lugar é um excelente resultado. Ekstrom perdeu muitos pontos para Wehrlein mas conseguiu subir ao 10º.

Depois de uma má qualificação a BMW conseguiu recompor-se e colocar um piloto no pódio e não fosse a falta de prudência de Spengler, podiam ter sido dois. Todos os pilotos BMW fizeram boas recuperações. Infelizmente a equipa ficou praticamente arredada do titulo de pilotos. Spengler com este resultado caiu do 5º lugar ocupado agora por Wittmann mas longe dos favoritos.

Para a Audi foi um dia de sensações mistas. Mortara voltou aos pódios e recolocou-se na corrida pelo titulo, mas o grande favorito Ekstrom perdeu 14 pontos para o líder Wehrlein que consolidou assim o seu 1º lugar. Green, que estava a fazer um bom campeonato, com mais este azar fica longe da luta pelo titulo. Mas Ekstrom e Mortara têm ainda boas hipóteses. Nada está perdido para a Audi.

foto: DTM
foto: DTM

A Mercedes teve um dia positivo. Wehrlein  aumentou a sua liderança, que era o objectivo principal da equipa. O alemão é uma cópia de Raikkonen dos bons velhos tempos. Fora de pista é frio como o gelo, e conseguir um sorriso por parte do miúdo é tarefa difícil. Em pista é rápido, sabe-se defender muito bem e é de uma regularidade a toda a prova e graças a essa regularidade está em excelente posição para conquistar o titulo. Não admira que a Mercedes o queira colocar na F1. Já dizíamos há muito tempo que este rapaz é muito bom.

 

Amanhã será dia de mais lutas com a corrida de 1h, com paragem obrigatória nas boxes. O campeonato está ao rubro e vale a pena seguir.

 

Classificação final:

 

Pos Driver Team Car Laps Gap
1 Maxime Martin RMG BMW 25 48m17.036s
2 Edoardo Mortara Abt Audi 25 2.543s
3 Pascal Wehrlein HWA Mercedes 25 2.955s
4 Gary Paffett ART Mercedes 25 14.227s
5 Maximilian Gotz Mucke Mercedes 25 15.293s
6 Lucas Auer ART Mercedes 25 16.750s
7 Marco Wittmann RMG BMW 25 17.349s
8 Robert Wickens HWA Mercedes 25 20.620s
9 Antonio Felix da Costa Schnitzer BMW 25 22.189s
10 Mattias Ekstrom Abt Audi 25 23.857s
11 Mike Rockenfeller Phoenix Audi 25 24.398s
12 Paul Di Resta HWA Mercedes 25 25.032s
13 Timo Glock MTEK BMW 25 25.383s
14 Adrien Tambay Abt Audi 25 25.756s
15 Christian Vietoris HWA Mercedes 25 26.413s
16 Nico Muller Rosberg Audi 25 27.142s
17 Daniel Juncadella Mucke Mercedes 25 27.724s
18 Augusto Farfus RBM BMW 25 1m00.378s
19 Bruno Spengler MTEK BMW 18 7 Laps
Timo Scheider Phoenix Audi 11 Retirement
Tom Blomqvist RBM BMW 9 Retirement
Miguel Molina Abt Audi 0 Retirement
Jamie Green Rosberg Audi 0 Retirement
Martin Tomczyk Schnitzer BMW 0 Withdrawn

 

Fábio Mendes

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.