Fórmula 1 – 2015 Formula 1 Russian Grand Prix

O Sochi Autodrom acolheu pelo segundo ano o Grande Prémio da Rússia, numa corrida onde a Mercedes-Benz tinha uma hipótese de revalidar o título de Construtores.

foto: Infiniti Red bull
foto: Infiniti Red bull

Os treinos ficaram marcados por chuva, por uma interrupção para se limpar algum diesel espalhado na pista, e por um violento acidente de Carlos Sainz. Jr. (#55), que destruiu bastante o seu Toro Rosso Renault, mas o espanhol ficou bem e ainda conseguiu alinhar à partida para a corrida.

Nico Rosberg (#6) assinou a pole position, batendo Lewis Hamilton (#44) por três décimas de segundo, com Valtteri Bottas (#77) a colocar o Williams Mercedes em 3º, batendo os dois Ferrari de Sebastian Vettel (#5) e Kimi Räikkönen (#7).

No arranque, Rosberg partiu bem, mas Hamilton deu luta até à curva 2. Rosberg protegeu a trajetória e manteve a liderança.
Räikkönen fazia um excelente arranque e na saída da curva 2 foi capaz de passar por Vettel e por Bottas para subir ao 3º lugar.
Ainda na curva 2, Nico Hülkenberg (#27) fez um pião e foi atingido pelo Sauber Ferrari de Marcus Ericsson (#9) e pelo Toro Rosso Renault de Max Verstappen (#33). Hülkenberg e Ericsson abandonaram, Verstappen furava um pneu, e o Safety Car entrou em pista.

Ao fim de quatro voltas o Safety Car voltou às boxes. Rosberg liderava Hamilton, mas rapidamente queixou-se de um problema no acelerador, que ficava preso, e na volta 7 o problema agravou-se a o alemão foi forçado a abandonar, na liderança, e arruinou qualquer esperança de lutar com Hamilton pelo título.

Hamilton era o novo líder e a partir daqui começava a distanciar-se de Bottas, mas a distância ficou reduzida a pó quando Romain Grosjean (#8) perdeu o controlo do seu Lotus Mercedes e teve um violento acidente na saída da curva 4, batendo na barreira com força, mas sem consequências físicas.
O Safety Car era novamente chamado à pista.

Sergio Pérez (#11) era 6º no Force India Mercedes e parou nas boxes para colocar pneus macios, e quase todos os outros atrás dele optaram pela mesma estratégia, com os líderes a ficarem em pista com os super-macios.

No recomeço, na volta 17, Bottas tentou pressionar Hamilton mas o britânico acabou por se distanciar novamente do Williams.
Vettel atacava Räikkönen na curva 2 mas o finlandês falhou a curva e deu a posição logo a seguir, e assim Vettel era 3º.

Hamilton ganhava vantagem e Vettel conseguia encostar-se à traseira do Williams de Bottas, que parou na volta 26. Vettel parou cinco voltas depois e, depois de uma paragem rápida, conseguiu sair das boxes à frente de Bottas, que apanhou algum tráfego.
Räikkönen parou na volta 32 mas não conseguiu ficar na frente do seu compatriota.
A ordem depois das paragens era: Hamilton, Vettel, Pérez, Daniel Ricciardo (#3) (estes dois com pneus já mais usados mas com a paragem já feita), Bottas e Räikkönen.

A luta pelo 4º lugar intensificou-se com Ricciardo a defender-se dos dois finlandeses, que lutavam de tal forma que Ricciardo conseguiu ganhar um espaço para respirar.
A resistência do australiano da Red Bull Renault durou até à volta 46, quando Bottas usou o DRS com bom efeito na travagem para a curva 2 e, duas voltas depois, Räikkönen também deixava Ricciardo para trás.
Ricciardo acabou por abandonar algumas voltas depois com um problema, provavelmente na suspensão.

foto: Force India
foto: Force India

Entretanto, a corrida espetacular de Carlos Sainz, Jr. acabava com uma falha no travão frente-esquerdo. Um final inglório depois de ter recuperado até ao 7º lugar.

Pérez ainda se mantinha no 3º lugar mas os finlandeses aproximavam-se depressa, e já foi na penúltima volta que Bottas passou Pérez na curva 14, e subia de novo ao 3º lugar.
Räikkönen aproveitou para sair bem da curva 15 e também deixava Pérez para trás.

Na última volta, Räikkönen tentou uma manobra muito otimista na curva 5 e acabou por tocar em Bottas. O Williams foi contra a barreira, e Räikkönen ficava com a asa partida.

Com toda esta confusão, Pérez aproveitou para recuperar o seu lugar no pódio.

Lewis Hamilton não teve problemas em assinar a sua 9ª vitória da temporada e a 42ª da carreira, igualando Sebastian Vettel, e deu um passo enorme para o seu segundo título consecutivo, e o 3º da carreira.

Sebastian Vettel levou o Ferrari ao 2º lugar, e Sergio Pérez assinou o seu primeiro pódio esta temporada no Force India Mercedes, depois de ter feito uma excelente gestão dos seus pneus.

Felipe Massa (#19) fez um bom final de corrida no outro Williams Mercedes para acabar em 4º lugar, logo à frente de Kimi Räikkönen mas o finlandês foi penalizado em 30 segundos pelo toque em Bottas e caiu para o oitavo lugar, deixando à sua frente, no 5º lugar, Daniil Kvyat (#26) no Red Bull Renault, a conseguir um bom resultado em casa, em 6º o Sauber Ferrari de Felipe Nasr (#12), também ele em bom plano em Sochi, e em 7º o Lotus Mercedes de Pastor Maldonado (#13).

12074740_10153109239462411_3011800718108822317_n
foto: Mercedes AMG Petronas

Em 9º e em 10º ficaram os dois McLaren Honda de Jenson Button (#22) e Fernando Alonso (#14), respetivamente.

Com a penalização de Räikkönen, a Mercedes-Benz garantiu o título de Construtores.

No campeonato de pilotos, e quando há ainda 100 pontos para atribuir, Lewis Hamilton passa a ter 302 pontos, e tem mais 66 do que Sebastian Vettel, que sobe agora ao 2º lugar do campeonato, passando Nico Rosberg, que tem 229. Isto significa que Hamilton pode ser campeão na próxima corrida.

A próxima corrida será o Grande Prémio dos Estados Unidos, no Circuito das Américas.

Jorge Covas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.