Pódio do fim de semana

Tivemos F1, Moto3, MotoGP, e ERC na ementa. Está na altura de escolher quem mais se destacou neste fim de semana desportivo.

 

#1 Mercedes

Foto: Mercedes
Foto: Mercedes

Mais um fim-de-semana, mais uma vitória para a Mercedes. A equipa alemã demonstrou mais uma vez que não teve qualquer rival à altura ao longo deste campeonato de 2015.

Apesar de Rosberg ter abandonado a corrida no circuito russo, o britânico Lewis Hamilton, actual campeão do mundo, deu conta do recado, espalhando classe e assim amealhando pontos suficientes para a Mercedes festejar já o título de construtores (com uma ajuda preciosa, Kimi que foi penalizado), tornando-se bi-campeã.

Dar os parabéns a toda a equipa, porque desenvolveram um excelente carro, um enorme “bicho” ganhador!

 

#2 Dani Pedrosa

foto: Red Bull
foto: Red Bull

No final da época (faltam três corridas) o espanhol Dani Pedrosa, começa a dar dores de cabeça e a roubar pontos preciosos aos dois pilotos que lutam pelo título do Motogp.

Depois de ter realizado uma enorme corrida no passado fim-de-semana, onde travou uma luta intensa com Valentino Rossi, ficando em segundo, neste fim-de-semana no circuito nipónico, efectuou mais uma excelente corrida, batendo a forte concorrência.

O espanhol fez uma corrida de trás para a frente, onde pouco a pouco foi ganhando posições. Na luta pela segunda posição, foi mais forte que Rossi, não dando qualquer hipótese ao “veterano” piloto italiano, seguindo depois há procura do seu compatriota Lorenzo (Yamaha). Chegando-se a Lorenzo, e depois de alguma luta entre ambos, Pedrosa “voou” rumo à vitória, deixando assim os pilotos da Yamaha a “ver navios”. O espanhol está muito forte nesta fase.

 

#3 Miguel Oliveira

foto: Miguel Oliveira
foto: Miguel Oliveira

Como se pode classificar o português?

Começam a faltar adjectivos, para o “nosso tuga”. O homem esta imparável. Não conseguiu a vitoria é certo, mas está regular, consegue obter vitorias, pódios e só está a nove pontos do segundo classificado do mundial de Moto3.

Miguel Oliveira, acabou a corrida no Japão na segunda posição, conseguindo mais uma excelente prestação. O português fez uma corrida inteligente. Com o piso molhado e escorregadio, ganhou uma boa posição (com alguma luta) e depois foi só gerir até final, ficando atrás do italiano Niccolo Antonelli.

É certo que ele está no Moto3 ainda, mas com esta categoria que apresenta, aguardamos com expectativa o próximo ano no Moto2. Que qualidade!

 

#Drive Through

Foto: Ferrari
Foto: Ferrari

Kimi Raikkonen outra vez destaque mas pelos piores motivos. O finlandês nunca mostrou andamento suficiente para o seu companheiro de equipa e quando parecia que estava tudo decidido na corrida no circuito russo, não é que ele inventa? Arriscou uma manobra já na última volta, onde não teve qualquer problema de “atirar” o seu compatriota Bottas, para fora de prova. Atitude algo surpreendente de um antigo campeão do mundo.Resumo disto tudo, foi uma penalização de 20 segundos, caindo para o oitavo lugar e para mais, dando de “mão beijada” já o título de construtores à Mercedes. Kimi é capaz de bem melhor.

 

 

Ricardo Veiga

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.