DTM – Hockenheim: Temos campeão!

Esta manhã começou oficialmente a última prova do DTM, em Hockenheim.

foto: DTM
foto: DTM

Maxime Martin foi o piloto mais rápido no mítico circuito germânico, obtendo a pole por escassos milésimos de segundo, sobre o segundo, Timo Scheider e terceiro, Miguel Molina classificados da qualificação. Martin efectuou a volta em 1m32,637 segundos. Desta forma o belga alcançou a segunda pole do DTM e dando mais uma à BMW. Na quarta posição ficou o britânico Paul Di Resta e a completar o top5, Jamie Green. Entre os principais candidatos na luta pelo título, Mattias Ekström obteve o sétimo tempo, enquanto Edoardo Mortara registou o nono tempo.

O actual líder, não conseguiu ir além do décimo terceiro posto, dando a sensação de se sentir algo desconfortável durante esta qualificação. O mesmo se pode dizer de Spengler, que realizou um tempo para esquecer, ficando-se pela décima oitava marca. O português António Félix da Costa, ao volante de um BMW, partiu da décima primeira posição.

O título de campeão de 2015 do DTM sorriu a Pascal Wehrlein.O piloto da Mercedes acabou a corrida na oitava posição, o suficiente para festejar o título, visto que os seus rivais, Mattias Ekström e Edoardo Mortara, terminaram atrás de si. O jovem piloto realizou uma excelente temporada. Enorme!

Ekstrom e Mortara, tiveram uma corrida para esquecer e com muito azar à mistura, visto que estiveram envolvidos em alguns acidentes durante a corrida, prejudicando-se e darem de mão beijada o título de campeão. Ekstrom ainda terminou a corrida na nona posição. Já o seu colega de equipa acabou mesmo por desistir. Spengler, que também tinha grandes hipóteses de conquistar o título do DTM, acabou por desistir.

foto: DTM
foto: DTM

O vencedor desta primeira corrida, foi Timo Scheider. Passados cinco anos sem qualquer vitória nesta categoria, enfim que chega a deliciosa vitoria. O piloto alemão ao comando de um Audi, ascendeu cedo ao comando da prova depois de ter ultrapassado o homem que conquistou a pole, Maxime Martin. Pelo meio ainda houve tempo para uma entrada do safety car em pista, devido a um acidente que envolveu Molina e Paffett, mas mesmo assim o alemão, logo voltou a ganhar vantagem, controlando a corrida até ao final.

Para terminar em beleza esta primeira corrida, Jamie Green ficou na segunda posição e assim dar a dobradinha à equipa da Audi. O britânico ascendeu ao segundo posto depois de ter ultrapassado Maxime Martin, que teve que ficar com o lugar mais baixo do pódo.

António Félix da Costa, terminou a prova na décima primeira posição. O português até teve um bom arranque e chegou a andar entre a sexta e sétima posição, mas nas últimas voltas foi baixando e terminou fora do top 10.

Esperamos melhor sorte para o “tuga” no dia de amanha. Quem sabe uma vitoria!

Ricardo Veiga

Um pensamento sobre “DTM – Hockenheim: Temos campeão!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.