#2 GRID

Grid,ban,bvlogEste fim de semana a F1 foi até Austin e a demonstrar que não é um “seca”. Numas das melhores corridas desta temporada, a Mercedes fez o 1, 2 (Lewis e Rosberg) e a Ferrari ficou com o terceiro lugar com o Vettel. Numa corrida cheia de drama, a vitória de Lewis Hamilton em Austin e no campeonato foi “oferecida” por quem ele menos se esperava… Nico Rosberg. Assim, revalidou o titulo do ano passado, tornando-se tri-campeão do Mundo.

ChicaneGrigDaniel Leites: Primazia para quem venceu a corrida. André, diria que foi o fim-de-semana perfeito, 1 e 2 para a Mercedes e no final o Lewis Hamilton vence o campeonato, tornando-se Tricampeão do mundo?

MercedesGridAndré Moreira: Sim. Tal como tinha dito na crónica anterior, este era o resultado desejado, com a consagração de Hamilton como Campeão. Faltou Rosberg voltar a subir ao segundo lugar no Mundial, recuperar a posição perdida anteriormente para o Vettel. Será até final de campeonato, uma luta interessante de seguir entre ambos.

Foi uma das corridas mais animadas, fruto também das várias interrupções que teve, fazendo pilotos e equipas alterar estratégias em curto espaço de tempo. Apesar de serem somente 12 a terminar a corrida, nota para a corrida positiva da McLaren, com momentos de luta interessante com os Toro Rosso e Force India. Pena o problema do Alonso no final. RedBull esteve bem no inicio e depois teve uma corrida para esquecer, mas com intermédios, aparentemente tinham o setup perfeito para uma corrida naquelas condições. Nesse aspecto notou-se o oposto na Mercedes, que perdia bastante tempo. Foi um fim de semana atípico, dado que devido ao mau tempo, tiveram de encurtar treinos e qualificação, deixando todos, com menos hipóteses de afinar carros convenientemente.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: E o Lewis Hamilton acabou por igualar nomes como Ayrton Senna, Nelson Piquet, Niki Lauda, Jack Brabham e Jakie Stewart.

MercedesGridAndré Moreira: A sua maior ambição seria sempre igualar o Senna, isso foi várias vezes assumido pelo Lewis. Entra num grupo restrito de pilotos que conseguiram esse feito de 3 campeonatos, mas acredito que ainda vai buscar mais um para a sua conta pessoal, tentando igualar o Vettel num futuro próximo.

MclarenGridCarlos Ferreira: Em primeiro lugar, como mandam as regras de cortesia, há que parabenizar o Lewis pelo seu feito. Creio que ninguém tem dúvidas da qualidade do Lewis e do quão rápido. Tem sido impressionante desde a sua estreia em 2007. Encontrou na Mercedes uma segunda casa a que se adaptou muito bem e está numa fase muito boa da sua vida e da sua carreira, onde tudo lhe parece estar sob controlo.

Acho que o seu nome já pertencia a esse lote acima referido, mesmo que não vencesse mais nenhum mundial na sua carreira.

Deve aproveitar bem este momento e recarregar baterias para o próximo ano porque suspeito que a Ferrari e o Sebastian lhe darão muito mais trabalho do que lhe deram este ano.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Em Austin vimos algo de pouco vulgar, neste ano, foi a RedBull conseguir competir e até ser superior a Mercedes na fase inicial da corrida, a sua opinião para tal?

MercedesGridAndré Moreira: O chassis do RedBull, desde os tempos do Vettel, sempre foi dos mais equilibrados e creio que ainda tem dos melhores, falta o motor. Como referi anteriormente, creio que tinham o setup certo para uma corrida de piso molhado, foram bastante mais rápidos que a concorrência e bateram os Mercedes com relativa facilidade. Pessoalmente espero que a sua situação a nível de motores fica resolvida, pois gostaria de os voltar a ter em grande no campeonato.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Qual é a sua opinião da manobra do Hamilton realizou sobre o Rosberg na primeira curva do GP, onde atirou o alemão para fora de pista? Não foi demasiado agressivo?

MercedesGridAndré Moreira: Foi uma manobra agressiva, que podia ter arruinado a corrida de ambos. Felizmente, não passou de um susto, mas é esta coragem que o Hamilton tem, lembrando um pouco Senna, de forçar ao máximo a situação e levar a melhor sobre os restantes. No entanto, era perfeitamente evitável, e espero que não se repitam, porque quem pode perder tudo com isto é a equipa, e numa fase inicial da corrida, é completamente desnecessário, ainda havia muita corrida e luta pela frente.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Foi talvez o melhor fim-de-semana da McLaren esta temporada, certamente satisfeito? Ao ver a McLaren ali na 5º e 6º posição?

MclarenGridCarlos Ferreira: Se formos totalmente precisos, o melhor fim-de-semana da McLaren este ano, até à data, foi na Hungria, onde conseguiu uma boa parte dos poucos pontos que tem. No entanto, o 11º lugar na Q2, com promoção para 9º com as penalizações do Kimi e do Sebastian, significou a melhor posição na largada do ano. É extremamente frustante que tudo esse esforço tenha sido desfeito logo na primeira curva. Ainda para mais, tendo o Alonso largado tão bem, como de resto é seu apanágio.
A equipa soube, à semelhança do que aconteceu em Sochi, maximizar o que tinha e esteve bem do ponto de vista estratégico. O carro pareceu mais competitivo este fim-de-semana, resultado do “layout” do circuito e novo “pack” aerodinâmico. Seria complicado manter aquele 5-6 (principalmente pelo desgaste dos pneus do Alonso) já perto do final da corrida mas, mesmo que não fosse posível, não estaria muito longe dessas posições.
O destino, ou aquele maldito sensor, quis outra coisa.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: A estratégia da equipa funcionou certamente, os incidentes com os outros carros e os inúmeros safety cars também ajudaram a McLaren mas houve claros momentos onde a McLaren parecia conseguir competir face a outras equipas (directas) em pista?

MclarenGridCarlos Ferreira: Sim, acredito que a McLaren foi mais competitiva do que tem sido até agora, colocando de parte os circuitos citadinos. No entanto, acho que esse aumento de competitividade esteve logo bem patente no domingo de manhã, na qualificação. O monolugar do Alonso, por razões óbvias, mostrou que a diferença para outras equipas havia sido reduzida.

Como foi referido na pergunta, a McLaren tem feito um trabalho razoável em termos estratégicos esta temporada e tem conseguido, na maioria das vezes, conseguido aproveitar qualquer situação para se colocar numa posição favorável. Acho que é de louvar que a equipa, apesar de saber o quão longe está do lugar onde quer estar, tenha mantido as suas atenções para melhorar aquilo que realmente é possível melhorado nesta altura.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Embora o Alonso tenha tido problemas eléctricos no seu monolugar, fazendo cair de 5º para o 11º lugar, o espanhol referiu, talvez pela primeira vez, que o monolugar estava a andar bem, referindo até que foi umas das suas melhores corridas nos últimos anos. Vindo de alguém que tem sido tão critico com a equipa, certamente quer dizer algo?

MclarenGridCarlos Ferreira: É normal que tenha tido uma atitude crítica até agora. A McLaren é a sua última aposta para conseguir o terceiro título que tanto ambiciona (e que tanto merece). Foi atraído pelo projecto inovador, por uma parceria histórica e por caras novas no departamento técnico. Eu acredito que, por esta altura, ele e toda a equipa saberão perfeitamente o que falhou, porque falhou e como pode ser consertado. E também sabem que essas alterações só poderão ser efectuadas no Inverno. Esta reafirmação de confiança do Alonso não passa disso mesmo. Sabe que é preciso aguentar a dor de lutar lutas que não são deles para que aquele projecto inovador que o atraiu possa concretizar-se o mais rapidamente possível.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Luta bastante interessante entre Rosberg e o Lewis Hamilton, onde o britânico voltou a levar a melhor, há que se deve o Hamilton conseguir sempre superiorizar-se ao Rosberg? São os erros de Rosberg, é a estrelinha de campeão que o Hamilton costuma ter, é a qualidade….?

MercedesGridAndré Moreira: Creio que seja um pouco de tudo dado os resultados desta época, sobretudo problemas mecânicos com o Nico, como referi, mas olhando ao que se passou o ano passado, e este ano, o Lewis é um piloto mais talentoso que o Nico. De uma forma geral, o Lewis é mais rápido, tem um andamento superior, e no momento da verdade, tem a astúcia, coragem que o Nico não tem. E isso permite estar um patamar acima do seu colega e rival.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: O ambiente parece claramente pesado entre os dois pilotos da Mercedes, parece que seja uma dupla para durar? Para o ano, as lutas em pista, vão ser ainda mais agressivas entre os dois?

MercedesGridAndré Moreira: Aos anos que a F1 tem estas rivalidades, entre pilotos da mesma equipa. Na crónica anterior referi, que apesar de não serem os melhores amigos, que em tempos foram, existe o dever e obrigação de ajudar a equipa no desenvolvimento do carro, e tanto o Toto como o Paddy, já disseram que ambos trabalham bastante em sintonia para que tal aconteça. Acredito que existem todas as condições para durar, desde que mantenham este compromisso com a equipa. No entanto, o Nico, se quer bater o Lewis, tem de ser mais agressivo em pista. Não adianta ser o mais rápido na Qualificação, se depois em corrida mostra demasiado respeito e medo com o rival, e não tem capacidade para contrariar, fechando a porta, fazendo um pressing, mostrando-se como o Lewis faz. Acho que deve-se focar mais nas suas qualidades e não no que o Lewis irá ou não fazer, e ser mais egoísta. Caso contrário, vai ser aquele piloto que sempre teve excelente carro, e nunca venceu nada. Em último caso, pode sempre optar, caso entenda, embora não acredite, de fazer como o Lewis fez, saindo de uma forte McLaren, e ir tentar a sorte que ali não tem, noutras paragens.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Foi o colmatar de um ano perfeito para a Mercedes a vencer o titulo de construtores e de piloto, podia ser melhor?

MercedesGridAndré Moreira: Melhor era impossível em objectivos propostos/alcançados, Mundial de Pilotos e de Construtores, perfeito. No entanto tem de melhorar a fiabilidade, dado que este ano existiram problemas a mais, sobretudo para o lado do Nico, que foi quem teve mais infelicidade nesse campo. Possivelmente, a esta altura, se não houvesse tantas falhas mecânicas como houve, o campeonato ainda estaria por decidir.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Conseguiu notar diferenças de comportamento entre o monolugar do Alonso e do Button? (Alonso correu com a nova power unit. da Honda) A nova power unit. da Honda mostrou passos importantes e significantes para o futuro?

MclarenGridCarlos Ferreira: Penso que não foi um fim-de-semana fácil para esse tipo de julgamento, em particular na corrida. Nos treinos livres e qualificação, o Alonso foi sempre significativamente mais rápido mas na corrida, pelo toque com Massa e subsequentes mazelas, tornou-se complicado perceber o que significava esta evolução.

No entanto, a reação dentro da equipa, tanto pelo Boullier como pelo Arai foi positiva, o que deixa antever que os ganhos estão lá. Acima de tudo, conforme o Alonso referiu, há uma mudança no conceito e na arquitetura do motor, com o próximo ano em vista.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Button embora não tenha tido a nova power unit. no seu monolugar conseguiu proporcionar lutas e ultrapassagens bastante assinaláveis, talvez tenha demonstrado ontem que está longe de estar “acabado”?

MclarenGridCarlos Ferreira: Sim, essa questão nem deve ser colocada em causa. Se há coisa que o Jenson nos tem habituado é à sua consistência. As qualidades continuam intactas e cada vez com mais experiência. Não acho que tenha entrado naquela curva de declínio, que algum dia terá de entrar. Em todo caso, se já começa a perder velocidade, ainda está numa fase muito precoce do processo porque é não facilmente perceptível.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Previsão para o tão esperado GP do México?

MercedesGridAndré Moreira: Um regresso ao calendário desde 1992. Num circuito renovado, e adequado às exigências da F1 actual, do que vi em vídeos, gostei do circuito. Sobre expectativas, espero domínio total da Mercedes como é óbvio, e sobretudo curioso sobre a reacção do Nico. De uma forma particular, entender a real evolução da McLaren com o novo motor que o Alonso correu, e se conseguem subir novamente aos pontos.

MclarenGridCarlos Ferreira: Na última edição do Grid, previ, com um bocadinho de pensamento positivo à mistura, que com um conjugação de fatores talvez fosse possível estar perto dos pontos. As expectativas foram claramente cumpridas e porventura ultrapassadas. No entanto, acho que este fim-de-semana será ainda mais complicado e que a fasquia deve ser baixada o máximo possível. O Autódromo Hermano Rodriguez é dos circuitos mais rápidos dos calendários e dos mais exigentes com a “power unit”. A questão da altitude e o consequente ar rarefeito exigirá um turbo a funcionar ao seu melhor nível, o que será mais uma desvantagem para a equipa.

Por outro lado, a juventude do asfalto e a previsão de chuva introduzem situações de dificuldade para todo o “grid” e tendo dois pilotos com a experiência e qualidade do Fernando e do Jenson poderá abrir uma pequena janela de oportunidade para se estar nos pontos, o que, reitero, calculo ser bastante improvável.

O GP do México constituirá também uma nova oportunidade para “medir” as alterações introduzidas em Austin, já que o toque entre Massa e Alonso na primeira volta danificou parte do “chassis” e não é possível, para nós, perceber até que ponto isso afetou a performance do monolugar.

 

ChicaneGrigDaniel Leites: Pior e melhor da semana?

MercedesGridAndré Moreira: Melhor sem sombra de dúvidas o coroar Lewis como Campeão Mundial e mais uma mostra do domínio da Mercedes. No pior, para mim a grande desilusão foi a Williams, uma corrida completamente falhada com ambos os carros a abandonar cedo.

MclarenGridCarlos Ferreira: Do lado da McLaren:

O pior da semana terá sido, sem grande margem de dúvida, o incidente da primeira volta e os posteriores problemas técnicos do Alonso, roubando à McLaren bons pontos no Mundial dos Construtores. Tinha escrito na última edição que já não acreditava na possibilidade de ultrapassar a Sauber mas, por momentos, neste fim-de-semana caótico, dei por mim a duvidar do que tinha anteriormente dito. Desta vez, vou ser mais cauteloso e e continuar a acreditar que essa hipótese ainda está em cima da mesa.

O melhor da semana é forçosamente o resultado de Button. O Jenson fez uma excelente corrida, bastante consistente e conseguiu capitalizar as oportunidades que lhe foram sendo aproveitados. O “upgrade” aerodinâmico parece também ter tido um papel no bom resultado, ainda que careçam de confirmação em pista seca, num fim-de-semana “mais normal” do que aquele em Austin.

Fora do âmbito da McLaren:

Negativo: O “Cap Gate” de Hamilton e Rosberg. Não vou entrar em discussões sobre se A agiu bem ou se B devia ter sido mais profissional ou qualquer outra questão do mesmo género. Não é esse o ponto a quero aludir.

De há uns valentes anos para cá, os adeptos da modalidade, na sua generalidade, tem criticado a falta de “personalidades”, queixando-se frequentemente das máquinas de comunicação que as equipas pôem à disposição dos seus pilotos e que, verdade seja dita, tornam os pilotos em actores em part-time perante as câmaras e microfones.

Por esta razão, parece paradoxal que quando um piloto não age conforme o que seria expectável e de certa forma expresse o que lhe vai na alma se forme um espectáculo mediático deste tamanho e se começe prontamente a tomar juízos de valor e a apontarem-se dedos.

Positivo: No final, correu tudo bem. Depois de um sábado com um temporal daqueles, em que as equipas ainda conseguiram salvar o dia com aqueles espectáculos tão engraçados protagonizados no “paddock”, tivemos um Domingo fantástico e uma corrida com constantes trocas de posições, erros e ultrapassagens. Certamente uma das melhores corridas desta temporada, à semelhança de Sochi e Budapeste, por exemplo.

 

Daniel Leites

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.