Mahindra: Um caso de sucesso?

12241189_10205342688909694_4979064118896785282_nA maioria dos portugueses deve conhecer a Mahindra por causa da presença de Miguel Oliveira nas fileiras da equipa no Moto3, mas o nome indiano está desde então a crescer na quantidades de títulos nos jornais. Esta semana o grupo indiano, por uma das suas subsidiárias, a Mahindra Two Wheelers, comprou 51% da francesa Peugeot Motocycles. Assim poderemos ver em 2016 o nome da marca francesa no Moto3.
Esta foi, para já a mais recente cartada do grupo, que deixa escapar algumas informações da próxima jogada: a compra do mítico estúdio de design, Pininfarina!

Então quem são estes senhores, que depois do Moto3 e da Fórmula E (em termos desportivos), querem expandir-se mais no mundo motorizado?

Segundo o site oficial do grupo, são 10 empresas que fazem parte da Mahindra. Desde os equipamentos para a agricultura até à indústria aeroespacial, a empresa foi formada em 1945 na área da siderurgia. Desde esse ano e até agora, a empresa cresceu e deu origem a um grupo com capital maioritariamente indiano que é dono de mais de 20 empresas.

No ramo automóvel, o grupo tem uma quota de mais de 37% no segmento SUV/Jipes no mercado indiano. Os jipes são conhecidos por serem feios e por não serem muito fiáveis…talvez por isso se compreenda a compra da Pininfarina!

BjLPOHTIUAA4U5X
foto: http://www.chw.net/foro/automoviles/1097262-opiniones-mahindra.html

Em termos de lucros, o grupo tem vindo a crescer desde o início da década, porém, este ano deverá baixar para cerca de 15 biliões de dólares (em 2013/14 chegou aos 17 biliões de dólares de lucro). O sector automóvel representa 42% desse lucro, o que faz pensar que a aposta neste sector será para continuar.

Em termos desportivos, a Mahindra comprou uma equipa na categoria mais baixa do mundial de motociclismo e colocou nas suas fileiras um dos mais promissores pilotos, o nosso Miguel Oliveira. Em duas temporadas a equipa conseguiu terminar no top 10 da classificação por pilotos, mas este ano, com outra estrutura e já com 3 pilotos no line up, os indianos (e espanhóis) apenas conseguiram o 13º lugar no final da época.
Os indianos tiveram também presente no FIM CEV International Moto3 Championship e no campeonato italiano.

FE_mahindra_senna_top

Na Fórmula E, no ano de estreia a equipa da Mahindra terminou em 8º no campeonato de equipas. Do line up da época de estreia, apenas se manteve Bruno Senna, já que o indiano Karun Chandhok foi substituído pelo alemão Nick Heidfeld.

No NASCAR a Mahindra também está presente…mas no campeonato canadiano. Patrocina a equipa DJK Racing.

Para o futuro, fala-se que a Mahindra quer apostar no Dakar, mas que o gaulês Jean-Louis Schlesser, deu com a porta na cara dos indianos para preparar o seu modelo. Resta questionar mais alguns construtores, mas o mais certo é a Mahindra Racing fazer a estreia no mítico rali, provavelmente em 2017.

A compra da Pininfarina pode bem ser o passo seguinte na estratégia do grupo. Sabe-se que mal a compra seja oficializada, o estúdio italiano não desenhará mais para a Ferrari, mas salva-se, já que a dívida a credores já chega aos 57 milhões de Euros. Sendo assim, a Mahindra poderá tornar-se em poucos anos um dos principais players na Europa e obviamente, no desporto motorizado.

A estratégia parece ser aprimorar os investimentos já feitos, porque na prática os projectos no campo desportivo pouco ou nada deram e o objectivo deve ser vencer. A não ser, que os indianos apenas queiram vender alguns modelos engraçados que possam vir a sair, tanto de automóveis como motos. Para já a resposta é não, a Mahindra ainda não é um caso de sucesso no desporto. E no mercado europeu também não, embora a compra da fabricante francesa de motos e a possível compra da Pininfarina, coloquem algumas dúvidas no ar para o futuro.

 

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.