FIA World Touring Car Championship – DHL Race of Qatar

Corrida 1

 

A última dupla jornada da temporada de 2015 no WTCC marcou a estreia no Qatar, no Circuito de Losail.

Tal como acontece com o MotoGP, a grande novidade foi o facto das corridas terem lugar à noite, e algo ainda mais surpreendente foi o facto de, em vez de se correr no domingo, correu-se na sexta-feira.

José María López (#37) voltou a assinar a pole position, a sétima da temporada, e ao seu lado na primeira linha estava Mehdi Bennani (#25), que ainda tinha esperança de recuperar oito pontos a Norbert Michelisz (#5) na luta pelos Independentes.

Na partida, López teve muito trabalho para aguentar Bennani e Sébastien Loeb (#9) atrás. Loeb tentou passar Bennani mas o marroquino deu luta ao seu patrão e manteve o 2º posto.
No final do pelotão, Gabriele Tarquini (#2) levou um toque e caiu para o último lugar.
Loeb desconcentrou-se e perdeu imediatamente o 3º lugar para Hugo Valente (#7). Loeb ripostou ao passar na última curva na primeira volta mas Valente saiu bem e manteve a posição na curva 1, depois de estarem toda a reta da meta lado a lado.

López descolou de Bennani, que estava mais preocupado com a aproximação de Valente. Mais atrás, Ma Qing Hua (#33) e Yvan Muller (#68) lutavam pelo 5º lugar. Muller tinha hipótese de terminar como vice-campeão mas não poderia facilitar as coisas para os lados de Loeb.

Bennani conseguiu afastar-se de Valente, que foi perdendo eficácia no Chevrolet à medida que a corrida se aproximava do fim, e via de novo Loeb à espreita de uma oportunidade para passar ao 3º lugar.
Na penúltima volta, Loeb começou a forçar demasiado o seu carro e acabou por sair um pouco da pista. Isto facilitou bastante a tarefa de Valente para se manter no 3º posto.

José María López dominou de fio a pavio e venceu pela 10ª vez esta temporada.

Mehdi Bennani terminou no 2º lugar, naquele que foi o seu melhor resultado esta temporada, e reduziu de sete para apenas dois pontos a desvantagem para Michelisz (foi 7º) no Troféu dos Independentes.

Hugo Valente completou o pódio, com Sébastien Loeb em 4º, Ma Qing Hua em 5º e Yvan Muller em 6º, e para a última corrida, Loeb partia com uma vantagem de nove pontos sobre Muller.foto0

Tiago Monteiro (#18) teve uma corrida difícil, e um toque na primeira volta, que lhe danificou ligeiramente o capô, não o ajudou. O português foi 8º.

 

Corrida 2

 

Com a grelha invertida, para a segunda corrida estava na pole John Filippi (#27). Tom Coronel (#4), que era suposto partir em 2º, não conseguiu alinhar à partida com uma fuga de óleo e Yvan Muller (#68) passou para 2º, embora tenha arrancado do 3º lugar da grelha.

No arranque, Filippi, apesar de fazer falsa partida, foi atacado pelos Citroën de Muller e Ma Qing Hua (#33) na curva 1, mas conseguiu à força manter posição.

Na curva 3, um acidente que envolveu Tom Chilton (#3), Nick Catsburg (#10) e Stefano D’Aste (#26), que obrigou ao abandono do holandês e do italiano, forçou a entrada do Safety Car.

Após cinco voltas atrás do Safety Car, a corrida recomeçou na volta 6. Filippi teve que se defender imediatamente de Muller, que se colocou por dentro na curva 1. O toque foi inevitável e Filippi ficou com o prejuízo, ao fazer um pião.
De alguma forma, Muller conseguiu manter de forma espetacular o controlo do Citroën e confirmou a sua liderança. Ma era 2º e Norbert Michelisz (#5) era 3º.foto1

Rapidamente se percebeu que Ma não era capaz de se manter no mesmo ritmo de Muller. Entretanto, a luta pelo 3º lugar aquecia com Michelisz a defender-se de Sébastien Loeb (#9).

Não aconteceram mudanças de posição entre os primeiros classificados e assim Yvan Muller acabou a temporada de 2015 com o pé direito, com uma vitória. Com Sébastien Loeb em 4º, Muller termina o campeonato no 2º lugar, e deixa Loeb em 3º.
Loeb vai deixar a Citroën e, muito provavelmente, o WTCC para se concentrar noutros projetos, onde se inclui o projeto do Dakar com a Peugeot.

Ma Qing Hua foi 2º e Norbert Michelisz foi 3º, e não só venceu entre os Independentes, como foi campeão na categoria, batendo Mehdi Bennani (#25) que foi 5º.

Tiago Monteiro (#18), com o carro danificado após um toque noutro carro, ainda terminou no 9º lugar, apesar de ter muitas dificuldades até ao final da corrida. O português termina esta temporada no 7º lugar, com 177 pontos.

O WTCC regressa em 2016.

 

Jorge Covas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.