WRX: Top 5 dos melhores pilotos da atualidade

O ralicross começou em 1967 em Lydden Hill, Inglaterra e o primeiro campeonato europeu realizou-se em 1976 e a partir dai é uma modalidade que esta em pleno crescimento e nos dias de hoje começa a ser cada vez mais popular e já conta com nomes conhecidos mundialmente por entre as listas de inscritos.

Muitos pilotos estiveram em pista desde que foi criada a modalidade mas hoje vamos dar apenas o nosso top 5 dos pilotos da actualidade do Campeonato Europeu e do actual Mundial de Ralicross.

 

#5 Johan Kristoffersson

Johan_Kristoffersson_2015-05-23Johan Kristoffersson esteve presente em apenas uma prova em 2013 no Campeonato Europeu. Já em 2014 como Mundial de Ralicross, foram quatro as provas em que o sueco participou com um pódio na Bélgica mas foi no ano de 2015 que se afirmou com a presença a tempo inteiro no Mundial de Ralicross, ao volante de um VW Polo Supercar da equipa Volkswagen Team Sweden, abrindo o campeonato com uma vitória em Montalegre e mais quatro pódios ao longo da época terminando com uma medalha de bronze na segunda edição do Campeonato Mundial de Ralicross.

Somos da opinião que Kristoffersson ainda tem mais para dar e por agora ocupa o quinto lugar do nosso top.

 

#4 Davy Jeanney

Davy Jeanney poses for a portrait with the 2015 season Rallycross Peugeot 208 in Meudon, France on April 6th, 2015 // Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool // P-20150408-00212 // Usage for editorial use only // Please go to www.redbullcontentpool.com for further information. //
Flavien Duhamel

O francês depois de ser campeão nacional em 2010 começou a jornada europeia em 2011, no que seria um campeonato mais competitivo e uma nova experiência para o piloto, que nesse mesmo ano conseguiu um modesto décimo lugar na sua estreia a nível europeu. Depois deste ano de estreia, Davy Jeanney, em 2012 com mais experiência, terminou a época na quarta posição e foi no ano de 2013 que o francês teve o seu melhor resultado ao terminar a época do Campeonato Europeu de Ralicross na segunda posição, apenas com Timur Timerzyanov na sua frente. Em 2014 o francês teve a sua estreia a nível mundial, onde não esteve presente em todas as corridas do campeonato e em 2015 já tempo inteiro, como companheiro de equipa de Timmy Hansen na Peugeot Hansen, Davy Jeanney ajudou a equipa a vencer o seu primeiro titulo de equipas com duas vitorias e um segundo lugar o que lhe valeu a nível individual um quinto lugar final.

O francês esta a chegar aos 30 anos de idade e pelo que já demonstrou em pista valeu ao piloto o nosso quarto lugar.

 

#3 Timmy Hansen

Timmy Hansen poses for a portrait with the 2015 season Rallycross Peugeot 208 in Meudon, France on April 6th, 2015 // Flavien Duhamel/Red Bull Content Pool // P-20150408-00213 // Usage for editorial use only // Please go to www.redbullcontentpool.com for further information. //
Flavien Duhamel

O jovem sueco Timmy Hansen começou a sua carreira como piloto de ralicross em 2013 e logo no seu primeiro ano ao volante de um Citroen DS3 Supercar no Campeonato Europeu terminou num excelente terceiro lugar final sendo por consequência o Rookie do ano. No ano seguinte, em 2014, Hansen e a sua nova equipa, a Peugeot Hansen, aceitaram o desafio e fizeram a mudança do Campeonato Europeu para o Campeonato Mundial de Ralicross onde, depois de uma vitória e mais três pódios ao longo da temporada, garantiu o quarto lugar da geral. Mas foi em 2015 o ano da sua afirmação onde esteve em luta pela vitoria final até à ronda final na Argentina com Petter Solberg e apesar de não conseguir a vitória garantiu o segundo lugar na geral final, não deixando de ser o melhor resultado de sempre do piloto.

Hansen ainda tem muito para aprender, mas é notável o que o sueco já alcançou e acreditamos que pode ser muito brevemente um dos novos campeões mundiais da modalidade o que o deixa para já no lugar mais baixo do pódio do nosso top.

 

#2 Timur Timerzyanov

@World
@World

Passamos da Suécia para a Rússia e falamos de Timur Timerzyanov. O russo começou a sua jornada no ralicross europeu em 2008 mas foi apenas em 2011 que passou para a classe rainha, os Supercar e nesse primeiro ano foi o terceiro na geral de pilotos a representar as cores da Hansen Motorsport conseguindo uma vitória e mais três pódios durante essa época. Timur já não era um nome desconhecido na modalidade e foi em 2012 que chegou ao título europeu onde em dez rondas venceu por seis vezes e subiu ao pódio mais uma vez deixando para trás o segundo classificado, Liam Doran por 44 pontos. No ano seguinte, em 2013, o russo provou que a regularidade é uma das chaves para a vitória conseguindo tornar-se bicampeão europeu de ralicross sem nunca ter subido ao degrau mais alto do pódio. Em nove rondas garantiu quatro segundos lugar e deixou Davy Jeanney a 29 pontos de diferença. Timur seguiu depois para o Campeonato Mundial de Ralicross onde conta com um setimo lugar em 2014 e um modesto décimo lugar em 2015.

Estes dois últimos anos não foram os melhores para o piloto russo, mas não nos podemos esquecer do que ele já alcançou e é ele também sempre candidato à vitória no campeonato mundial e nas provas em que se apresenta.

 

#1 Petter Solberg

2014 FIA World Rallycross Championship Round 11 Istanbul Park, Turkey 11th & 12th October 2014 Petter Solberg, Citroen, Portrait Worldwide Copyright: McKlein/LAT
McKlein/LAT

Está na hora do nosso número um. Este norueguês não precisa de nenhum tipo de apresentações por tudo o que já mostrou a todos os amantes de desporto motorizado. Chegou ao Campeonato Mundial de Ralicross para vencer e foi mesmo isso que aconteceu. Petter Solberg sempre esteve ligado aos ralis mas quando chegou a hora mudar de ares, escolheu o mundial de ralicross e foi a escolha mais acertada. Solberg chegou ao mundial em 2014 no primeiro ano de Mundial de Ralicross e conseguiu em doze rondas subir ao degrau mais alto do pódio por cinco vezes e subir ao pódio por mais três vezes. Com estes resultados tornou-se o primeiro campeão mundial de ralicross da história e também o primeiro campeão em duas competições FIA distintas. Já em 2015 o norueguês sabia que a concorrência estaria mais forte do que em 2014 mas os objectivos eram os mesmos e com três vitórias e mais seis pódios, Petter “Hollywood” Solberg tornou-se bicampeão mundial de ralicross.

Escolhemos o Petter Solberg para liderar o nosso top 5 porque é um piloto que deve servir de exemplo para todos os pilotos desta modalidade, apesar de estar presente há menos tempo do que os restantes. O andamento imposto em pista é verdadeiramente excepcional, tem a agressividade necessária e o “kit de unhas” ajuda a fazer o resto. Para 2016 acreditamos que há mais candidatos ao título do que nestes dois últimos anos mas Solberg pertence sempre a essa lista e garante assim o lugar de melhor piloto da actualidade no Ralicross.

 

Miguel Cabo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.