MotoGP – Breves

 “Casey Stoner não perdeu talento nem velocidade”

1454170714

O que marcou inevitavelmente os primeiros testes oficias do MotoGP que decorreram no circuito de Sepang, Malásia, foi o regresso do australiano à Ducati e aos seus velhos tempos, onde conseguiu excelentes resultados nas sessões. Depois desses resultados, surgiram rumores (como já vem sendo habitual neste inicio de temporada), que o australiano poderia vir a estar na corrida do Qatar. Jorge Lorenzo, actual campeão do mundo, via com bons olhos e até elogia a performance apresentada por Stoner em Sepang.

“Casey ainda não perdeu o talento e a velocidade. Nada mau depois de alguns anos parado. Claro que  Sepang é uma das suas pistas favoritas, mas o Andrea Iannone não é um piloto lento e  o Andrea Dovizioso é um dos pilotos com mais experiência”.

Outro grande “rival” refere também que Stoner quer muito competir. Valentino Rossi, que lutou com Casey em 2007 e 2011 pelo título mundial do MotoGP, diz que “…têm muito potencial…”

“ele quer correr, mas não sei se esse cenário vai acontecer. O nível está muito alto, mas o  Casey tem muito potencial. É bom ver na  tabela de tempos nomes como Jorge Lorenzo, Valentino Rossi, Marc Márquez, Casey Stoner ou Dani Pedrosa”.

 

Mal-estar entre A.Espargaró e Vinales?

aleix-espargaro-maverick-vinales-suzuki-motogpTudo aconteceu em Sepang quando Vinales rejeitou correr com a nova moto da Suzuki. Ambos os pilotos sentiam-se bem com os modelos antigos (2015), e nenhum queria experimentar os novos de 2016, havendo uma fricção entre os pilotos, visto que acabou por ser Espargaró a ter de estrear a máquina.

“Durante a tarde o meu colega não quis testar o novo quadro. Continuou a usar o de 2015 tal como eu queria, mas não o pude fazer. Sou um piloto de fábrica e como isto é um teste, tive de mudar o meu motor para a moto de 2016 e testá-la. Ele melhorou imenso os tempos dele. Isso mostra que o quadro de 2015 é muito melhor. No de 2016 fui cerca de meio segundo mais lento, o que é muito.”

 

Valentino Rossi “decide” se continuará no MotoGP

Foto: MotoGP
Foto: MotoGP

O italiano abordou a sua situação contratual com a Yamaha e se continuará na alta-roda do MotoGP. O piloto que completa no decorrer deste mês 37 anos de idade, assumiu que esta a avaliar se têm ou não condições para continuar a competir.

 “Sinceramente, para mim foi importante perceber que ainda estou no topo”, afirmou Rossi na Malásia, onde foi o segundo mais rápido com o pneu traseiro mais duro da Michelin, a 0,9s de Jorge Lorenzo. “Tal como em 2014 (quando estava a negociar um novo contrato), os testes e a primeira parte da época vão servir para perceber se sou suficientemente competitivo para continuar a correr. Neste momento estamos todos atrás (de Lorenzo) mas cabe-nos descobrir uma forma de anular essa diferença.”

 

Calendário de Miguel Oliveira

 

foto: MotoGP
foto: MotoGP

O português Miguel Oliveira vai estar este ano a competir no moto2 e já se começa a preparar tudo no seio da equipa do português. O Leopard Racing tem previsto para o piloto uma série de testes, onde os principais períodos oficiais de testes serão em Jerez e em Losail. Miguel Oliveira (44) tem previsto três testes privados. O primeiro decorre na Catalunha, nos dias 8 e 9 e outro Valência, nos dias 11 e 12 de Fevereiro. Jerez acolhe o último teste, de 14 e 15 deste mês. O início dos testes oficias começam entre os dias 2 e 4 de Março em Jerez, e nos dias 11, 12 e 13 do mesmo mês em Losail.

 

 

Ricardo Veiga

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.