MotoGP – Márquez volta às vitórias

Que inicio de corrida fantástico no circuito de Termas de Rio Hondo, na Argentina. Largada muito boa para a maior parte dos pilotos, tentando cada um ganhar a melhor posição para a primeira curva do circuito.

Jorge Lorenzo perdeu algumas posições, ficando para trás e não conseguindo acompanhar Marquez, Dovizioso, Rossi, Viñales e Iannone, que constituíam um quinteto de alto nível e de luta intensa.

Márquez e Valentino Rossi a quinze voltas do final começavam a distanciar-se dos pilotos da Ducati e Suzuki, onde o italiano e espanhol seguiam a um bom ritmo. Jorge Lorenzo, o campeão do mundo caia na mesma volta, indo ao asfalto e assim, dando por finalizada a sua corrida.

Até à décima volta ouve uma luta entre Márquez e Rossi, com trocas constantes de posição entre ambos, levando à loucura os aficionados que estavam nas bancadas. Depois de um pit stop inédito no MotoGP, o jovem piloto da Honda, Marc Márquez, saiu melhor que Valentino Rossi das boxes, onde tiveram que trocar de moto devido aos problemas dos pneus Michelin durante a qualificação (ordens da direcção de corrida).

Viñales em Suzuki realizava uma soberba corrida, rodando no terceiro posto logo atrás de Honda e Yamaha, distanciando-se dos pilotos da Ducati, Iannone e Dovizioso.

Depois da paragem e troca de motos, viu-se uma outra corrida. Marc Marquez, desapareceu do radar dos seus perseguidores e Valentino Rossi parecia um piloto lento, perdendo distancia para Viñales (que pressionava o italiano), Iannone e Dovizioso.

A três voltas do final da corrida o jovem espanhol Viñales em Suzuki perdeu o controlo da sua moto, indo ao asfalto e assim claudicando qualquer possibilidade de lutar pelo segundo lugar com o veterano “Vale”. Que decepção, o espanhol estava a efectuar uma brilhante prova.

Mas que espectáculo! Rossi que seguia em segundo perdeu o posto para Dovizioso e Iannone, que o atacaram ao mesmo tempo, atirando o italiano para o quarto lugar, mas na última curva do traçado argentino, Iannone infantilmente, tentou ganhar posição ao seu companheiro de equipa, atirando-os a ambos para fora da pista. Erro incrível!

Quem aproveitou foi Valentino Rossi que segurou o segundo lugar, festejando efusivamente, sabendo da importância dos pontos obtidos.

Márquez foi um justo vencedor, dominou praticamente a corrida inteira, não dando qualquer hipótese aos seus mais directos adversários.

Dani Pedrosa apesar das enormes dificuldades sentidas mais uma vez hoje com a sua Honda, conseguiu fechar o pódio, assegurando o lugar mais baixo, o terceiro. De destacar também E. Laverty que aos comandos de uma Ducati realizou um imprevisível quinto lugar.

Que corrida fantástica. O MotoGP é sinal de espectáculo, de imprevistos, isto é o verdadeiro circo de duas rodas. Venha a próxima corrida!

Ricardo Fontelas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.