WTCC – Corrida da Eslováquia: Antevisão

12439407_771828296250699_6983599519316277759_nEstá prestes a começar a segunda ronda do campeonato do mundo de Turismos FIA, que se desloca este fim de semana à Eslováquia.

Slovakia Ring é uma das pistas mais recentes no calendário do WTCC. Inaugurada em 2009, já foi palco de provas do FIA GT, ADAC GT Masters, Blancpain Series e recebe o WTCC desde 2012. Fica situada perto de Bratislava, mais concretamente a 30 km da cidade. É uma pista bastante sinuosa mas com curvas médias e rápidas. Embora não seja uma das melhores pistas do calendário (na nossa opinião), tem características interessantes e ao contrário da maioria das pistas recentes, não tem curvas demasiado fechadas. O recorde em qualificação está entregue a Pechito Lopez, com o tempo de 2:03:738 e o recorde em corrida pertence a Tarquini, com 2:05:748. A pista tem o comprimento de 5.922km a maior volta do actual calendário.

 

Pontos de Interesse:

foto: CITROËN RACING MEDIA
foto: CITROËN RACING MEDIA

A Honda pode novamente superiorizar-se à Citroen. Mais uma vez os franceses iirão ter 80Kg de lastro e isso é um forte handicap numa pista que para além de ter muitas curvas em apoio, é muito exigente nos pneus. Calcula-se que os Citroën perdiam 1 seg. por volta em Paul Ricard, o que significa que na Eslováquia, com uma volta a ter o dobro da distância, será complicado ver Muller ou Pechito na pole. Além disso, Muller mostrou-se apreensivo em relação à segurança pois com mais 80Kg, os travões sofrem sobremaneira para parar os carros e no final das provas o francês não se sentiu nada confortável com essa situação. Portanto espera-se que a Honda tenha novamente um fim de semana bem positivo, numa pista que onde sempre se deram bem e cujas características (curvas médias e rápidas que exigem um bom equilíbrio do chassis) favorecem os Civic.

 

A luta interna na Honda é também alvo de atenção. Os 3 pilotos da marca nipónica tiverem excelentes prestações em França e embora o objectivo principal seja capitalizar o máximo de pontos possíveis nas duas primeiras rondas antes da prova húngara, onde os lastros serão revistos, na mente dos pilotos há sempre a vontade de se superiorizar aos colegas de equipa que usam a mesma maquinaria. Escolher um favorito entre os 3 é extremamente difícil, mas é certo que iremos ter boas prestações por parte deles e não ter Hondas no pódio em ambas as corridas será motivo de grande espanto! Os pilotos estão motivados e animados com este início de época.

 

12924324_771109026322626_8378549296039446877_n– Tarquini terá de regressar às boas prestações e a pista é a ideal para que tal aconteça, pois o veterano italiano já venceu por duas vezes no traçado eslovaco, sendo o piloto com mais vitórias do actual gird. A Lada precisa de um Tarquini em forma, assim como Valente e Catsburg (que mostraram bom andamento) para marcarem o máximo de pontos possível. Para os russo, a filosofia é aproveitar todas as oportunidades possíveis para arrecadar o máximo de pontos.

 

Como irá apresentar-se a Volvo nesta segunda prova? Embora tenham mostrado grande potencial, os suecos tiveram um fim de semana pautado pelo azar e por desistências em França. O S60 TC1 tem claramente andamento para lutar pelo top5 mas o desconhecimento da pista e dos adversários poderá jogar contra Ekblom e Björk que tentarão aprender o máximo em cada prova.

 

– Irá Chilton mostra mais do que fez em França? É a grande dúvida no campeonato de privados. Para já os C-Elysée, com os 80kg a mais tornam-se acessíveis a Coronel, que esteve em grande na França e terá de aproveitar ao máximo nas duas primeiras rondas para ganhar terreno aos Citroën da Loeb Racing. Mas Benanni, que lidera o campeonato dos privados tem de se precaver pois Chilton poderá ser a maior ameaça à sua liderança. Mas para isso o britânico tem de mostrar muito mais do que fez na última prova.

 

O regresso de James Thompson é a grande novidade. O britânico estava arredado desde o início do ano passado. É bom ver um dos históricos de volta ao WTCC para comandar a máquina da Münnich. Claro que o piloto terá de se adaptar a uma máquina nova para ele e aproveitar ao máximo o tempo em pista para depois fazer o melhor possível em pista.

Zengo frança– A Zengo estará de volta com um carro. Depois dos problemas que impediram a equipa de correr no primeiro fim de semana, Ferenc Ficza terá hipótese de se estrear no WTCC. O seu colega de equipa, Daniel Nagy terá de esperar pela próxima ronda para poder competir.

O Eurosport 2 este fim-de-semana dará a qualificação em directo às 13h no sábado e as corridas no Domingo às 11h e 13h.

 

 

Traçado da pista:

6-Slovakiaring-white-1024x641

 

Dados da Pista:

 

12990996_10153618978612057_7230533924307579276_n

Onboard da pista:

 

No ano passado foi assim:

 

 

Fábio Mendes

 

Chicane Motores para o CIVRCIVR logoChicane logo

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.