F1 – GP da China: Análise às equipas

Mais uma boa prova no campeonato do mundo de F1. 2016 está a mostrar ser uma boa colheita na generalidade das categorias, com boas provas um pouco por todo o lado e a F1 não está a desiludir também. Assistimos a uma prova com um início louco e muitas ultrapassagens. O vencedor foi o do costume nas últimas corridas, com larga margem, mas nem isso diminuiu a excitação que a prova provocou. Ninguém se importa de acordar cedo assim.

 

 

Mercedes: Rosberg com toda a sorte do seu lado

Conhecem a expressão estrelinha de campeão? Pois parece ser o caso com Rosberg, que tem vencido as corridas sem ter de suar em demasia. Na China conquistou uma liderança confortável,  vendo os principais adversários atrasarem-se na corrida com toques e problemas. O alemão apenas teve de manter o andamento constante e poupar assim os pneus. Com o melhor carro do grid fica mais simples. Já Hamilton está a ter um verdadeiro teste a sua personalidade e força mental com um início de ano recheado de azares. Nas 3 corridas de 2016 teve problemas na primeira curva com toques que danificam o carro e o fazem perder performance. Mas se calhar era mesmo este o teste que Hamilton queria para mostrar que é o melhor. Resta saber se tem força para tal.

 

Nico Rosberg: Nota 9

Lewis Hamilton: Nota 8

Mercedes: Nota 8

 

Ferrari: Ainda não foi desta que vimos a Ferrari

Não tem sido o início de época que os italianos desejavam. 3 corridas e 3 vezes que a Scuderia se viu em situações que mascararam o verdadeiro andamento do carro.  Desta vez aconteceu o pior que pode acontecer a uma equipa… os dois carros colidirem e ficarem afectados com o toque. Vettel assustou-se com a manobra de Kvyat na primeira curva e com isso tocou em Raikkonen que ficou logo sem asa dianteira.  A corrida do finlandês ficava logo arrumada nos primeiros metros e Vettel ainda teve a sorte de poder continuar com menos danos, trocando de asa no período de Safety Car. Ambos tiveram de fazer uma corrida de trás para a frente e ambos conseguiram recuperar muitas posições. Vettel acabou no 2º lugar e Kimi em 5º. Se não fosse esse azar poderíamos ter visto os homens de vermelho a complicar a vida a Rosberg.  A pressão da Ferrari está a aumentar muito e o presidente do grupo já veio publicamente dizer que quer ver resultados positivos em breve. Não se pode dizer que a Ferrari tenha estado mal mas os azares tem-se sucedido, a fiabilidade do motor ainda não convence e a Scuderia precisa rapidamente de uma vitória para acalmar.

Sebastian Vettel: Nota 8

Kimi Raikkonen: Nota 7

Ferrari: Nota 7

 

 

Red Bull: Kvyat brilhou mas Ricciardo podia ter brilhado ainda mais

O russo foi o maior beneficiado da carnificina da primeira curva. Foi ambicioso e arriscou, conseguindo ficar no lugar ideal para atacar o pódio. Fez se calhar uma das melhores corridas desde que está na Red Bull e mereceu o pódio. Mas ficou no ar a sensação que Ricciardo tinha capacidade para fazer ainda melhor. O furo na 3ª volta estragou tudo e impediu-nos de ver o “Sr Sorrisos” a tentar atacar Rosberg. Não seria fácil aguentar o alemão mas seria por certo uma luta boa de ver. A Red Bull continua a impressionar e numa pista que teoricamente não os favorecia muito, tiveram prestações excelentes e são agora sem dúvida a 3ª força no grid, tendo passado a Williams e ameaçando a Ferrari. O chassis é o melhor do grid (a performance nas curvas lentas e médias é fantástica e supera o Mercedes) e os pilotos estão a corresponder. Ricciardo, mais que corresponder, está a mostrar que é dos melhores.  Cuidado com estes rapazes! Vão ameaçar mais pódios não tarda.

Danill Kvyat: Nota 8

Daniel Ricciardo: Nota 9

Red Bull: Nota 9

 

 

13015465_1510842555646393_7783279331605523602_n

Williams: Massa volta a salvar a equipa

Nem nariz novo nem andamento. A Williams atravessa uma fase de indefinição que preocupa. O andamento dos carros brancos tem sido abaixo do esperado e desejado e mais uma vez na China andaram afastados dos lugares cimeiros. O novo nariz não produziu grandes resultados e a equipa está com problemas para trazer novas partes. Como o dinheiro está contado, não podem gastar mais tentando acelerar o processo de produção. Mas a equipa precisa urgentemente de melhorias no carro. Bottas teve outra vez problemas na primeira curva, o que o atirou para lugares menos satisfatórios e no final quanto teve de se defender dos Toro Rosso não teve capacidade para isso. Tem sido um mau início para o finlandês, que não mostrou ainda do que é capaz. Já Massa tem estado muito bem e conseguiu mais alguns pontos preciosos. O brasileiro está em forma e é neste momento o melhor piloto da equipa.

Felipe Massa: Nota 7

Valteri Bottas: Nota 5

Williams: Nota 6

 

 

Toro Rosso: discretos mas eficazes

Não apareceram tanto na tv como é costume mas trouxeram pontos para casa e isso é o mais importante.  O início de corrida não foi famoso mas conseguiram recuperar posições e acabar onde mais interessa. Vesrtappen começou a corrida com uma definição do motor errada o que o prejudicou, mas a partir do meio da corrida foi subindo de rendimento. Já Sainz finalmente viu o seu carro aguentar-se até ao fim e quando isso acontece o espanhol não costuma falhar. Arrancou o 9º lugar de Bottas na última volta e mostrou qualidade.

Max Verstappen: Nota 7

Carlos Sainz: Nota 6

Toro Rosso: Nota 8

 

Force India: Não foi desta

Um fim de semana melhor mas que ainda assim não trouxe os pontos desejados. A Force continua com azares e nem a boa exibição de Perez valeu. O mexicano foi apanhado pelo Safety Car que o prejudicou na estratégia e Hulkenberg coleccionou penalizações. Depois de perder 3 lugares pela roda solta da qualificação, apanhou mais 5 segundos em corrida por ter “desacelerado em demasia” na entrada da pit lane. Entende-se que o alemão tenha levantado o pé uma vez que a confusão era grande e tinha o seu colega de equipa na frente. A penalização foi dura e prejudicou o alemão que mesmo assim não este ao nível do colega. Mas a Force India continua longe do potencial que tem e está a perder pontos importantes. Será a equipa capaz de trazer melhorias sabendo que em 2017 os regulamentos mudam e será preciso investir mais dinheiro num novo desenho para o carro?

Sérgio Perez: Nota 6

Nico Hulkenberg: Nota 5

Force India: Nota 5

 

McLaren: De desilusão em desilusão com a esperança de sempre

Mais uma vez a equipa mostrou progressos, mais uma vez a equipa parecia que ia chegar à Q3, mais uma vez a equipa mostrou capacidade para lutar pelos pontos. Nada disso se confirmou e saíram da China “a seco”. O carro não gostou dos médios e tornou-se lento com essas borrachas e a estratégia ficou logo prejudicada por ai. O carro não teve pulmão para o top 10 e o resultado está à vista. Progressos inegáveis mas resultados complicados e pouco animadores. Até quando? Menção honrosa para Alonso, que correu com dores e mesmo assim ficou à frente de Button durante todo o fim de semana.

Fernando Alonso: Nota 6

Jenson Button: Nota 5

McLaren: Nota 4

 

Haas: Acabou a sorte de principiante

Os resultados de Grosjean não iam durar para sempre. Há muito para aprender e a equipa tem de crescer sustentadamente.  A nova asa trazida para este GP complicou o equilíbrio do carro e a equipa decidiu não usar o novo componente. Mas a “asa antiga” danificou-se e Grosjean foi mesmo obrigado a usar a nova, que tornou  o carro difícil de conduzir. Isso a juntar ao toque com Ericsson e o resultado está à vista. Gutierrez conseguiu finalmente acabar uma corrida o que já é bom. A sucessão de azares terminou e conseguiu até ficar a frente do colega de equipa. A ver se o rapaz se anima e mostra o que vale.

Esteban Gutierrez: Nota 6

Romain Grosjean: Nota 5

Haas: Nota 4

 

Sauber: Um brasileiro muito chateado

Nasr está muito descontente. Os resultados são o principal motivo e o comportamento do carro pioram ainda mais o sentimento de frustração. Felipe já afirmou que acredita que o chassis de Ericsson é melhor que o dele e a equipa tentou melhorar a situação, desmontando e montado o carro do brasileiro de novo, mas mais uma vez o brasileiro ficou atrás do colega de equipa. O chassis testado foi o de Ericsson e o de Nasr foi feito depois para as corridas e montado no paddock na Austrália, com condições de trabalho longe do ideal o que poderá de facto ter um efeito na performance do carro que segundo Nasr carro está muito difícil de conduzir. Para já pontos não há, dinheiro também parece que não chega para tudo e temos pilotos descontentes mas que vão fazendo o que podem.

Marcus Ericsson: Nota 5

Felipe Nasr: Nota 4

Sauber: Nota 4

 

Renault : de mal a pior

Se o fim de semana do Bahrein tinha sido mau, o da China foi péssimo. Palmer ficou em último e Magnussen em 17º. Tudo correu mal à equipa a começar pelos testes em que Kevin teve um colapso na suspensão. Pouco tempo para afinar o carro pioraram o que já era mau. Os pilotos ficaram mal na fotografia este fim de semana, mais Palmer que acabou atrás de toda a gente. Acreditamos no potencial desta dupla mas para já as coisas complicaram-se muito. Já se sabia que ia ser assim mas os bons sinais do inicio aumentaram as expectativas.

Kevin Magnussen: Nota 4

Jolyon Palmer: Nota 3

Renault: Nota 3

 

Manor: Ao menos há Wehrlein

Depois do susto da qualificação, o alemão teve de fazer os possíveis para recuperar sabendo que ia largar do final do grid. E assim fez conseguindo subir até ao 18º. Não deu pontos mas mostrou mais uma vez qualidade ao contrário do colega de equipa, que não é carne nem é peixe. A pista não favorecia o carro da Manor e este fim de semana foi daqueles em que se encolhe os ombros  e se parte para a próxima, sem olhar para trás.

Pascal Wehrlein: Nota 6

Rio Haryanto: Nota 4

Manor: Nota 5

 

Classificações geral dos pilotos e equipas:

 

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.