WTCC – Qualificação: Recorde quebrado em Nordschleife por Lopez

Foi uma última volta soberba, de José Maria Lopez. O argentino quebrou o rcorde do WTCC em Nordschleife, com uma volta canhão de 8:35.541s. Yvan Muller, que vinha a ser repetidamente o segundo mais rápido da qualificação, por momentos ainda fez o melhor primeiro sector, mas esse tempo baixou às custas do campeão do Mundo. A Citroën terminou a qualificação com os seus pilotos na primeira e segunda posição da grelha, provando que mesmo com peso a mais que a concorrência, são os principais actores de mais uma época do WTCC.

Tom Coronel conseguiu bater Tom Chilton também na última volta, depois de ter andado no topo da qualificação. A experiência do holandês e o facto de não carregar lastro explicam esta excelente qualificação de Coronel. À custa do espectacular piloto, a Chevrolet vai aguentado-se no campeonato do Mundo de turismos com um modelo ultrapassado.

Rob Huff, que fez o 8º melhor tempo, devido a mudança de motor já sabia de antemão que partia do fundo da grelha, mas nem mesmo o britânico, que dentro da Honda Racing deve ser o piloto mais experiente em Nordschleife, teve carro para se bater com os Citroën.
Norbert Michelisz foi o melhor piloto da Honda, garantindo a 4ª posição da grelha, atrás de Tom Coronel. O nosso Tiago Monteiro, garantiu a 10º posição da grelha, mas ainda esteve com o 8º melhor tempo durante grande parte da sessão. Na última volta, quando Catsburg, Bjork e Bennani melhoraram os seus tempos, Monteiro não conseguiu e baixou para 10º.

Destaque ainda para a fraca qualificação da Lada, que apenas vê Catsburg (garantindo mais uma vez, ser o melhor piloto da equipa) no top 10. Hugo Valente originou um acidente, com o seu Lada a fugir numa secção rápida da pista. 

No MAC3, a Honda vingou-se, no mesmo dia em que soube da possibilidade de ser excluída das corridas de Marrocos e Hungria, aproveitando um erro da Citroën que mandou Lopez abrandar (houve um erro na colocação da quantidade de combustível no carro do argentino) e garantiram os 10 pontos do contra relógio por equipas, com a Lada a não seguir no formato devido ao acidente de Valente.

Resumindo, teremos Tiago Monteiro na pole da corrida 1, com fortes possibilidades de vencer ou subir ao pódio e Péchito Lopez na pole da corrida principal. Uma coisa é certa, a Citroën está muitíssimo forte e será difícil à Honda roubar as vitórias à marca francesa. Muita atenção ao que podem fazer Tom Coronel e Tom Chilton.

Pedro Mendes

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.