WTCC – Tiago Monteiro esteve em Vila Real

Tiago Monteiro esteve em Vila Real para se reunir com a imprensa local e tivemos a hipótese de falar com o piloto acerca da ronda passada do WTCC e do que podemos esperar para o resto do campeonato.

O piloto português teve um enorme azar em Nordschleife, quando bateu forte nas protecções do circuito depois de um dos pneus ter furado, no entanto Tiago deixou algumas criticas à Yokohama, a fornecedora de pneus:

“Em Salzburgo, há algumas épocas, eles pediram às equipas para aumentar a pressão e os cambers para aumentar a segurança, num problema idêntico. Desta vez isso não aconteceu mesmo quando  eu furei na quinta-feira, sem problemas porque foi num sitio diferente. À tarde, falando com eles [Yokohama], garantiram que não havia problemas, não era recorrente. Depois furaram o Coronel, o Valente, mas mesmo assim mantiveram a sua posição. Foram muitos furos e a Honda está a tomar os passos necessários para que a situação seja regularizada e este problema não volte a acontecer.” 

Continuando com a questão das demasiadas falhas dos pneus na Alemanha, Monteiro afirmou que o problema foi “o esforço vertical e as forças laterais, durante muito tempo e a altas velocidades, mais os ressaltos da pista, a carcaça do pneu rasgava de lado”.  

Depois da batida forte do Civic nos rails, com Tiago Monteiro ainda algo dorido hoje, o chassis do Honda tem de ser mudado para ronda russa, sem problemas extras para a afinação do novo chassis. “Vai estar tudo no mesmo sítio, sem eu sentir nada de diferente. Se não me dissessem que era um chassis novo nem notava”.

Falando no campeonato, perguntamos a Tiago se iria ser mais prudente em Vila Real, já que a situação actual na tabela de pilotos é bastante diferente da do ano passado. “Não posso gerir o campeonato para já, só poderei pensar nisso depois de Vila Real. Tenho que atacar e só por causa disso é que estou em segundo. O López não vai dar tréguas.”

Quanto à convivência com os novos colegas de equipa garantiu que o ambiente é excelente na Honda estando agradavelmente surpreendido com a regularidade de Michelisz.

13335817_1730713207216479_8503133726067688983_n (1)

 

Em relação a Vila Real, apenas depois da Rússia é que o piloto e os engenheiros discutirão a táctica a utilizar na capital transmontana. Para já, uma certeza: a subida de Abrambres é a zona que Tiago Monteiro mais gosta.

 

Pedro Mendes
Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.