F1 – GP da Europa: Que confusão!

Grande confusão nas 3 sessões de qualificação. Muitas bandeiras amarelas, má comunicação entre piloto e equipa e muito tráfego para quem queria fazer uma volta limpa. Lewis Hamilton teve de usar as escapatórias 3 vezes e numa delas, na Q2 poderia mesmo ter sido eliminado da qualificação. A pole pertenceu a Nico Rosberg, seguido de Sérgio Pérez e de Daniel Ricciardo.

Na Q1, o destaque vai para as más voltas de Jenson Button, Kevin Magnussen e Palmer. Haryanto e Wehrlein da Manor, ficaram à frente desses pilotos e dos pilotos da Sauber.

Na Q2, as coisas complicaram-se. Perto do final, Hamilton saiu pela escapatória quando tinha ainda o 10º tempo. Ainda mais dramático foi a seguir, quando no sector 2 Gutierrez também fez uso da escapatória, colocando esse sector sob bandeiras amarelas, numa altura em que Hamilton fazia a sua volta rápida e estava quase a entrar no segundo sector. Por sorte, quando Hamilton entrava no sector 2, as amarelas foram guardadas e a sessão decorreu normalmente. Ufa!

Nico Hulkenberg, que fez um pião na curva 1 e tinha o último tempo da Q2, ficou muito insatisfeito com a equipa, mas na verdade tratou-se de uma confusão entre o pit wall e o piloto. O alemão pensou que tinha mais tempo e combustível para fazer uma nova volta, mas não tinha, logo foi eliminado em 15º lugar quando já tinha mostrado bom andamento nas sessões de treino e um lugar entre os 5 primeiros não seria descabido.

Foto: Force India
Foto: Force India

A Q3 ficou marcada pelo toque de Hamilton no muro de protecções, colocando-o fora da luta pela pole (vai arrancar de 10º) e obrigou à paragem da sessão para retirar o carro da pista. Nessa altura tínhamos já Nico Rosberg com o melhor tempo e não iria sair de novo para a pista, seguido de Sérgio Pérez.

O mexicano conseguiu manter o segundo melhor tempo da sessão, o mesmo se passando com Rosberg que garantiu mais uma pole, mas como foi penalizado em 5 lugares na grelha, vai largar amanhã de 7º. ainda assim, foi uma qualificação fantástica por parte de Pérez.

Destacamos também o pequeno desentendimento entre Max Verstappen e Valtteri Bottas, com o pequeno Max a provar que na linguagem tem como ídolo Vettel.

Grelha para amanhã:

1. Nico Rosberg Mercedes 1.42.758s
2. Sergio Perez Force India-Mercedes 1:43.515s
3. Daniel Ricciardo Red Bull-TAG Heuer 1:43.966s
4. Sebastian Vettel Ferrari 1:43.966s
5. Kimi Raikkonen Ferrari 1:44.269s
6. Felipe Massa Williams-Mercedes 1:44.483s
7. Daniil Kvyat Toro Rosso-Ferrari 1:44.717s
8. Valtteri Bottas Williams-Mercedes 1:45.246s
9. Max Verstappen Red Bull-TAG Heuer 1:45.570s
10. Lewis Hamilton Mercedes 2:01.954s
11. Romain Grosjean Haas-Ferrari 1:44.755s
12. Nico Hulkenberg Force India-Mercedes 1:44.824s
13. Carlos Sainz Jr Toro Rosso-Ferrari 1:45.000s
14. Fernando Alonso McLaren-Honda 1:45.270s
15. Esteban Gutierrez Haas-Ferrari 1:45.349s
16. Felipe Nasr Sauber-Ferrari 1:46.048s
17. Rio Haryanto MRT-Mercedes 1:45.665s
18. Pascal Wehrlein MRT-Mercedes 1:45.750s
19. Jenson Button McLaren-Honda 1:45.804s
20. Marcus Ericsson Sauber-Ferrari 1:46.231s
21. Kevin Magnussen Renault 1:46.348s
22. Jolyon Palmer Renault 1:46.394s

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.