Legends Cup: Reacção de alguns pilotos – Marco Guerra

Marco Guerra com fim-de-semana muito difícil.

Não foi fácil a participação de Marco Guerra ao volante do seu Peugeot 306, no Circuito Internacional de Vila Real, com vários problemas a nível mecânico e também foi uma das “vítimas” do enorme tráfego que se via em pista na prova dos Legends Cup, onde mais de 40 carros vieram tornar este circuito ainda mais desafiante.

Na hora de fazer um balanço, Marco Guerra era o rosto da desilusão, “Péssimo! Tivemos uns percalços nos treinos livres, também nos cronometrados mas que foram rectificados. Entrei para a primeira corrida e até estava com bom andamento, até que o carro começou a perder potência e que me obrigou a baixar o ritmo e que me fez perder lugares na classificação.”

“ Na segunda corrida sai de 36º na geral e fui atrás do prejuízo, mas levei um toque na roda do lado direito o que fez partir a transmissão, que me obrigou a abandonar.”

Apesar de todos os azares o piloto não sai totalmente desiludido, sentido um misto de sentimentos por ter participado nesta enorme festa que foi o Circuito de Vila Real, mas acaba por estar de consciência tranquila, pois os problemas fazem parte dos desportos motorizados, e por vezes não são controlados pelo piloto: “Vou triste e no fundo vou contente. Eu não bati, não me magoei, embora tivesse esses percalços que já falei, mas as corridas tem destas coisas, faz parte. Agora é levantar a cabeça, pensar na já próxima ronda em Jarama.”

Questionado sobre o que falta correr da temporada, o piloto Vila-realense mostrou-se motivado para participar nas duas rondas que faltam disputar, Jarama e Portimão: “É lutar por essas duas provas, vamos trabalhar para isso e pensar que as duas próximas rondas nos corram melhor do que tem corrido até agora.”

Um dos temas ao longo do fim-de-semana foi sem dúvida o facto de termos uma grelha de 48 carros na Legends Cup, a opinião de Marco Guerra é bem concreta: “Acho desnecessário juntar tantas categorias numa só grelha. Com 48 carros em pista já se sabia que isto ia acontecer, e foi mais tempo com o Safty Car em pista do que propriamente a correr. E no fundo nós pagamos e não corremos, mas a organização é que sabe e nós temos que nos sujeitar a isso.”

Fecha assim mais uma etapa do Legends Cup para Marco Guerra, prossegue a temporada em Jarama entre 15 e 16 de Outubro, onde desejamos a melhor sorte ao piloto e que os resultados passam corresponder às suas expectativas.

 

 

Carlos Mota

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.