Moto2 – Miguel Oliveira apontado à KTM

Já não é novidade nenhuma que a KTM esta apostada em entrar no mundo do MotoGP em grande. A construtora austríaca vai entrar na grande montra já em 2017, faltando só saber, quem são os pilotos escolhidos para disputar o campeonato mundial de MotoGP.

Novidade sim, é o desejo de entrar também na categoria de Moto2 e é ai que entra o português Miguel Oliveira, mas vamos por partes.

Segundo alguma imprensa espanhola, a KTM tem intensificado os testes realizados no circuito de Brno, com o piloto Ricky Cardus, onde os primeiros planos dos austríacos passam, numa primeira fase, por disponibilizar um chassis próprio, que a Aki Ajo estará pronta a receber.

Muitos pilotos têm sido referenciados para a equipa de Moto2. Um deles é Brad Binder actualmente ligado à KTM na categoria de Moto3 e onde lidera o campeonato neste momento.

Outros dos jovens apontados é Alex Márquez, campeão do mundo de Moto3 em 2014. Por último, e o que nos diz mais respeito, é o jovem piloto luso Miguel Oliveira. O piloto de Almada é tido como uma forte possibilidade, visto que foi Vice-campeão com as cores da KTM em 2015 e neste momento é o melhor estreante na categoria de Moto2, mantendo um elevadíssimo nível de pilotagem.

Não nos esqueçamos que tudo depende da saída do francês Zarco para a Tech3 do MotoGP e que ainda não esta nada oficializado.

Vamos aguardando o que se segue no futuro de Miguel Oliveira. Uma mudança de equipa onde poderá trabalhar com mecânicos “campeões do mundo” ou se se mantém na Leopard Moto.

Ricardo Fontelas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.