NASCAR Sprint Cup Series – New Hampshire 301

 

Mais uma corrida da NASCAR Sprint Cup Series. Máquinas e pilotos deslocaram-se até à oval de New Hampshire em Loudon.

 

Jimmie Johnson (#48) conquistou pela primeira vez esta temporada (sem contar o Sprint Unlimited) a pole position, que também foi a primeira da sua carreira nesta pista, tendo ao seu lado o campeão em título e vencedor no ano passado nesta oval, Kyle Busch (#18). Martin Truex, Jr. (#78) e Kurt Busch (#41) ficaram na segunda linha, Denny Hamlin (#11) e Joey Logano (#22) na terceira.
Dale Earnhardt, Jr. não participou nesta corrida porque sofreu sintomas de uma concussão durante a semana, e o seu substituto foi Alex Bowman (#88), que regressou à Cup Series e que tem estado em algumas provas da Xfinity Series e da Camping World Truck Series esta temporada. A participação de Earnhardt, Jr. na próxima corrida, em Indianápolis, ainda é questionável, mas se Earnhardt, Jr. não participar é muito provável que Jeff Gordon faça um regresso à competição.

Jimmie Johnson escolheu arrancar por fora e teve que lutar muito para manter Kyle Busch na retaguarda. Johnson conseguiu liderar na primeira volta mas Busch atacou nas curvas 3 e 4 na segunda volta e passou por dentro para liderar a corrida. Kurt Busch tentou aproveitar mas optou por se contentar com o 3º posto nesta fase.

Kyle Busch ficou solitário na liderança, com dois segundos de vantagem para Johnson. Kurt Busch foi perdendo um pouco o ritmo e perdeu posições para Truex, Jr., Kevin Harvick (#4) e Denny Hamlin (#11).
Na volta 31, Truex, Jr. atacou Johnson e tentou passá-lo nas curvas 3 e 4. Apesar de um ligeiro encosto, Johnson aguentou, mas uma volta depois Truex, Jr. foi mais forte e chegou ao 2º lugar. Kevin Harvick chegou rapidamente a Johnson e subiu para 3º.

A NASCAR marcou a bandeira amarela de competição na volta 35 por ter chovido durante a manhã.
As estratégias foram muito variadas. Kyle Busch trocou dois pneus e saiu na frente de Martin Truex, Jr. Johnson trocou quatro pneus e saiu em 7º, sendo o melhor piloto a ter feito a troca de quatro pneus.

Recomeço na volta 41. Kyle Busch arrancou por dentro e manteve-se na frente de Truex, Jr., que tinha a pressão de Denny Hamlin.

Busch manteve uma vantagem de meio segundo para Truex, Jr., que se limitava a seguir no mesmo ritmo do líder.
A troca de quatro pneus não deu o resultado que se esperava e Jimmie Johnson caiu para 11º.

Com o passar das voltas e o desgaste dos pneus a acumular-se, Busch começou a deslizar mais o carro e a ter mais dificuldades para passar carros atrasados. Truex, Jr. tentou várias manobras, por dentro e por fora, sobretudo na saída das curvas, e a luta entre eles ainda permitiu a aproximação de Hamlin.
A persistência de Truex, Jr. deu resultado e conseguiu sair bem da curva 4 para passar Busch na travagem para a curva 1 na volta 89. Uma volta depois, Hamlin relegou o seu colega de equipa para 3º. Matt Kenseth (#20) e Kevin Harvick subiram pouco depois a 3º e 4º.

Josh Wise (#30) tocou no muro e perdeu velocidade na reta oposta e Chris Buescher (#34) fez um pião para evitar bater em Wise, mesmo à frente do líder, e fez sair a bandeira amarela na volta 101.
Nas boxes, Truex, Jr. manteve a liderança, com Kyle Busch em 2º. Hamlin caiu para 8º, Kenseth, que ficou entalado atrás do carro de Clint Bowyer (#15), ficou em 10º e os mecânicos de Harvick complicaram as coisas e deixaram o seu piloto no 11º lugar.
Logo após as paragens caiu um ligeiro aguaceiro que, felizmente, passou em poucos minutos.

Recomeço na volta 109 com Truex, Jr. a manter Busch nos seus retrovisores. Chase Elliott (#24), que recomeçou de 6º foi agressivo e passou por Brad Keselowski (#2) e Jimmie Johnson, subindo a 4º.
Agora em 3º, Kurt Busch queria mais e passou o seu irmão na volta 111 para subir ao 2º lugar, estando agora a um segundo de Truex, Jr., que tinha ritmo para descolar do pelotão. Busch recuperou andamento e voltou a trocar a posição com Kurt.

Truex, Jr. chegou a ter três segundos de vantagem mas a liderança que construiu de forma constante também foi reduzida ao mesmo ritmo por Kyle Busch.

As dobragens não foram fáceis para Truex, Jr. e, quando chegou à traseira de Trevor Bayne (#6), descobriu que o piloto da Roush não queria perder uma volta. Na volta 172, Kyle Busch atacou Truex, Jr. por dentro na curva 1 e passou Truex, Jr. para recuperar a liderança da corrida.
Numa espécie de “déjà vu”, Kyle Busch ficou preso atrás de Danica Patrick (#10) e Truex, Jr. viu uma oportunidade para atacar, mas Busch conseguiu fechar a porta, passou Patrick e conseguiu estabelecer o controlo das operações.

Jimmie Johnson foi o primeiro a parar na volta 181, parando propositadamente mais cedo para tentar obrigar as outras equipas a reagir, e o objetivo teve sucesso, com vários carros a pararem logo a seguir.
Kyle Busch parou na volta 184, juntamente com Truex, Jr., e o primeiro a sair foi Busch. No final deste ciclo de paragens em bandeira verde, Busch liderava, Truex, Jr. era 2º, mas agora a 1.5 segundos, e Kenseth era 3º, a cinco segundos do líder. Até agora os Toyota dominavam a corrida.

Depois de um longo período em bandeira verde, a NASCAR mandou agitar a bandeira amarela, por detritos, na volta 219.
Todos pararam, naquela que era a última paragem programada até ao final da corrida, e foi Truex, Jr. que, apesar de ter que contornar Jimmie Johnson, conseguiu bater Kyle Busch na saída das boxes para recuperar a liderança, com Matt Kenseth e Brad Keselowski em 3º e 4º.

Bandeira verde na volta 227. Truex, Jr. conseguiu um excelente arranque e ficou com facilidade na liderança. Kyle Busch não foi tão forte e foi passado por Matt Kenseth.
Kevin Harvick passou Keselowski no recomeço e passou logo a seguir a atacar Kyle Busch, que estava a perder o contacto com os líderes.

Kenseth fazia tudo para encontrar uma aberta e passar por Truex, Jr., mas a defesa robusta do líder não dava para tentar meter o carro tanto na entrada como na saída. Com este duelo a ferro e fogo, Kyle Busch aproximou-se dos líderes.
Kenseth teve que esperar até à volta 256 para, finalmente, levar a melhor na travagem para a curva 1, apesar de ficar com o carro atravessado a meio da curva.

Uma garrafa de água de um piloto foi atirada para a pista e isto obrigou a uma bandeira amarela na volta 264.
Os líderes não arriscaram e pararam, com Kenseth a sair na frente de Kyle Busch, Kevin Harvick em 3º, Brad Keselowski em 4º e Martin Truex, Jr., que viu a sua embraiagem ceder à entrada das boxes, caiu para 5º, sendo obrigado a arrancar em 4ª velocidade. Estes cinco pilotos trocaram dois pneus, com Kurt Busch em 6º e Chase Elliott (#24) em 7º, a serem os melhores com quatro pneus.
Denny Hamlin arriscou tudo e não parou, ficando na liderança.

Recomeço a 33 voltas do fim e Hamlin foi atacado por Kenseth. Hamlin conseguia defender-se de forma brilhante por fora quando Kenseth atacava por dentro. Truex, Jr. afundou-se no pelotão sem embraiagem e a sua boa corrida esfumou-se.
Houve ainda um toque entre Chase Elliott e Alex Bowman no recomeço que deixou os pneus em ambos os carros a roçar na carroçaria. Um toque adicional de Bowman em Kurt Busch não ajudou e Bowman, o substituto de Dale Earnhardt, Jr. e que estava a fazer uma corrida fantástica, em 10º, a rebentar um pneu e a bater no muro na curva 1… tal como Elliott, que bateu no mesmo local. Ambos foram para a garagem para reparações, e para Bowman foi um péssimo acontecimento numa excelente corrida.

Novo recomeço a 24 voltas do fim. Kenseth teve a vida facilitada porque Hamlin falhou completamente o arranque e caiu para 5º. Kyle Busch subiu ao 2º lugar e Tony Stewart (#14), do nada, aparecia em 3º.

Kurt Busch, com um pneu a roçar na carroçaria em resultado de um toque com Keselowski, rebentou o pneu traseiro direito na reta oposta e deixou detritos em pista, causando mais uma bandeira amarela. Keselowski também furou um pneu em resultado deste toque, e Hamlin, que foi tocado por Jamie McMurray (#1), também ficou com um pneu a roçar na carroçaria e teve que parar.

Bandeira verde a 18 voltas do fim. Kenseth disparou na frente, Kyle Busch fez um mau arranque e foi passado por Harvick.
Na reta oposta, Carl Edwards (#19) leva um toque de Ryan Newman (#31) e toca em Kasey Kahne (#5), que por sua vez tocou em Kyle Larson (#42) e este fez um pião. Ryan Newman teve sorte em não bater em Larson.

Nova bandeira verde a 11 voltas do fim. Kenseth arrancou bem e Harvick foi passado por… Joey Logano. Finalmente, Joey Logano estava nos primeiros classificados depois de uma corrida em que esteve prestes a perder uma volta e em que a afinação do seu carro não estava boa.

Kyle Busch tinha caido para 5º e foi passado por Greg Biffle (#16). Quando tentou responder houve um toque e Busch caiu para 8º.

Kenseth conseguiu fugir de Logano, que tinha muita pressão de Tony Stewart. Dois toques na entrada para a curva 4 foram suficientes para Stewart passar para o 2º lugar a quatro voltas do fim.

Matt Kenseth conquistou a sua segunda vitória da temporada, garantindo definitivamente o seu acesso à Chase.

Tony Stewart parece estar cada vez melhor e agora terminou no 2º lugar, com Joey Logano a renascer das cinzas para terminar em 3º sobre a linha de meta, batendo Kevin Harvick (4º) por centímetros.

Greg Biffle começou do 28º lugar e foi um excelente 5º classificado, com Jamie McMurray em 6º, num bom final de corrida, Ryan Newman foi 7º, Kyle Busch poderia e deveria ter feito melhor do que um 8º lugar, com Denny Hamlin em 9º e Ricky Stenhouse, Jr. (#17) em 10º.

Outros resultados: depois de uma penalização, Ryan Blaney (#21) recuperou para o 11º lugar, terminando mesmo à frente do homem da pole, Jimmie Johnson, que não teve carro para estar entre os primeiros na segunda metade da corrida.
Brad Keselowski foi apenas 15º após reparações, Martin Truex, Jr. sofreu bastante sem a embraiagem e uma possível vitória transformou-se num infeliz 16º lugar, Carl Edwards, numa pista que não o favorece, acabou em 20º com danos no acidente já perto do fim.
Kurt Busch foi 22º depois do furo, Alex Bowman terminou a corrida de substituição em 26º, mas um lugar nos 10 primeiros era possível e Chase Elliott foi 34º.

A próxima etapa será em Indianápolis.

Resultados finais: http://www.jayski.com/stats/2016/pdfs/19nhms2016results.pdf

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.