F1 – GP da Hungria: Antevisão

11ª jornada do campeonato de Formula 1 e chegamos à Hungria, mais precisamente a Hungaroring, localizado em  Mogyorod a 19 Km de Budapest.

O primeiro GP foi realizado em 1986, no tempo em que Bernie Ecclestone queria fazer um GP na URSS, mas foi-lhe recomendado Budapest. A ideia inicial era fazer um circuito citadino mas o governo decidiu fazer uma pista, que foi construída em 8 meses e a primeira corrida ocorreu a 24 de Março.

A pista apresenta-se usualmente muito suja, o que faz que os tempos melhorem ao longo do fim-de-semana. As corridas costumam ser sob grande calor e em pista seca. A 1ª corrida molhada em Hungaroring ocorreu em 2006. Em 2014 chuva também marcou presença e em boa hora pois apimentou (e de que maneira) a corrida, que foi memorável. Memorável foi também a corrida do ano passado, uma das melhores da época. A Hungria tem servido excelentes corridas nos últimos anos e esperemos que a tendência se mantenha.

A pista é lenta, estreita e recebeu um asfalto novo o que poderá dificultar a vida na afinação dos carros para esta corrida. Os pontos de ultrapassagem são poucos, com a curva 1 e 2 a serem as mais usadas para o efeito.

 

Pontos de interesse

 

– Tem sido um dos pontos de interesse desde o início da nova era em 2014. A luta Hamilton vs Rosberg atinge na Hungria mais um ponto de grande interesse. Por um lado Rosberg está pressionado pois o seu adversário e colega de equipa está apenas a 1 ponto. Rosberg ficou mal na fotografia na corrida da Áustria e em Silverstone não teve hipótese de contrariar o domínio de Hamilton. Mas o britânico também não tem a tarefa facilitada uma vez que terá de optar qual o melhor GP para trocar de motor o que irá acontecer inevitavelmente e depois da Hungria seguem-se Hockenhiem, Spa e Monza, pistas que não são muito meigas para os motores. A equipa terá de avaliar a situação para evitar que o motor acabe desfeito em fumo. Está ao rubro esta luta!

Cuidado com a Red Bull! É o que diz Toto Wolff e com razão uma vez que a pista da Hungria é tradicionalmente favorável aos Bull´s e ao seu chassis ultra eficiente ao nível aerodinâmico. A equipa tem subido gradualmente de forma e a luta interna entre Verstappen e Ricciardo começa a ganhar forma. O jovem holandês chegou a equipa e convenceu, tendo já conquistado 3 pódios, um deles coroado com vitória, o que deixou Ricciardo com pouca vontade de sorrir, dado o azar e a falta de resultados que tem enfrentado. Não há dúvida que ambos têm muita qualidade e ambos dão muito espectáculo em pista mas neste momento o holandês está melhor e o australiano quer subir ao pódio o mais rapidamente possível. E Hungaroring é o local indicado para ambos brilharem. Quem sairá por cima?

 

Continua a crise na Ferrari. Se no ano passado brilharam na Hungria e conseguiram um excelente resultado (vitória de Vettel) este ano os ânimos são diametralmente opostos. A equipa não vence desde do ano passado e os ânimos não são os melhores. A equipa procura um substituto para James Allisson que pretende regressar a Inglaterra para estar perto da família e a liderança de Arrivabene está a ser questionada por Sérgio Marchionne. Mais uma vez a instabilidade prejudica a Scuderia e Vettel deve estar a fazer contas de cabeça pois não foi para este projecto que se mudou da Red Bull para a Ferrari.  Será que o pesadelo continua?

No meio da tabela equipas como Toro Rosso e McLaren poderão conseguir bons pontos uma vez que o handicap da falta de potência não se sente tanto nesta pista, enquanto que a Williams não deverá ter as condições ideais para brilhar uma vez que o chassis não gosta muito deste tipo de traçado. Resta saber o que irá fazer a Force India que mais uma vez se mantém em posição privilegiada para garantir o 5º lugar e começa a ameaçar a Williams.

No fundo da tabela não se esperam grandes resultados. A Renault já anunciou que está a canalizar os fundos para o carro de 2017, o que significa que será um final de época penoso e claramente virado para testar novos componentes (uma decisão acertada). Manor e Sauber deverão manter o mesmo nível.

 

A FIA voltou a fazer das suas. Os responsáveis acharam que as regras de comunicação rádio era ainda muito brandas e resolveram complicar tudo. Agora se o carro estiver com uma falha eminentemente terminal, a equipa poderá avisar o seu piloto para entrar nas boxes para que o problema seja resolvido lá e só aí poderá dar a solução do problema ao piloto.

Já não bastava o ridículo de um piloto ver a sua corrida arruinada porque não recebeu a indicação certa, como agora pode ter de ir as boxes e perder no mínimo 20 segundos para se calhar mudar apenas a posição de um botão no volante. É verdade que as comunicações rádio estavam a ser exageradas e os conselhos dos engenheiros em relação a pontos de travagem, passagens de caixa e e trajectórias eram absurdos. O piloto tem a obrigação de tratar disso, mas não tem a obrigação de resolver um problema técnico. Ao piloto pede-se que seja rápido e que contribua para o espectáculo e não que saiba o manual de instruções que tem tantas páginas como o livro “como entender as mulheres”… ou seja demasiadas. Um carro de F1 é dos mais evoluídos e complexos do mundo e andar a tentar resolver um problema a 200km/h não parece que seja o que os fãs querem. É triste ver que a cada alteração que a FIA faz corresponde uma asneira. Pensávamos que a vergonha da qualificação no início da época tinha sido suficiente.

 

 

Horários:

Dados da pista:

Comprimento da pista: 4.381 Km

Nº voltas: 70

Distância de corrida: 306.63 Km

Volta mais rápida num GP: M. Schumacher, 2004, 1:19:071

Record de pista: R. Barrichello, 2004, 1:18:436

Nível de Downforce: alto

Pneus escolhidos: Super Macios Macios e Médios

Traçado da pista:

Sem Título

 

Onboard da pista:

No ano passado foi assim:

 

 

 

Fábio Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.