Rally Vinho Madeira 2016: José Pedro Fontes vence prova polémica!

O Rally Vinho Madeira que começou por ser um dos mais emocionantes dos últimos anos, acabou por ser um dos mais polémicos que há memoria, terminado de forma surpreendente, com Bruno Magalhães e Hugo Magalhães a serem os grandes protagonistas, depois de na SS19 terem literalmente cortado a especial, depois de terem embatido numa pedra supostamente colocada de propósito para prejudicar a dupla que liderava o rally desde o seu inicio, isto quando faltavam apenas duas especiais para o seu final.

Antes desta situação tivemos uma prova que há muito não víamos, cheia de emoção, equilíbrio e grande emoção até final. Bruno Magalhães liderou quase todo o rally, mas o equilíbrio era tanto e tão grande, que a meio do rally era menos de um segundo a separar 1º e 2º, neste caso José Pedro Fontes a seguir na segunda posição.

Na segunda metade do rally foram os homens da casa a terem maior protagonismo. Alexandre Camacho ia galgando lugares na classificação geral, entrando na luta pela vitória final, ao cabo que Miguel Campos ia baixando na geral, ele que até meio da prova seguiu entre os mais rápidos, mas não foi aguentado o ritmo imposto por Bruno Magalhães, Fontes, Camacho e mesmo Miguel Nunes que ia subindo também na geral.

A duas especiais do final do rally apenas 6,5´s separavam Bruno Magalhães de Alexandre Camacho por isso mesmo estava tudo em aberto para termos um final de prova cheio de emoção e de uma grande batalha, que tinha ainda J. P. Fontes como protagonista, pois também ele estava ainda em posição de sonhar em vencer o rally, estando a 9,7´s da liderança.

Foi então na SS18, aconteceu tudo o que viria a mudar a história da prova. Bruno Magalhães numa longa curva à direita, viu atravessado mesmo na linha de trajectória uma pedra de porte médio que o fez mudar bruscamente de direcção e sair de estrada, embora que não tenha causado danos de maior no seu Ford Fiesta R5. A reacção da dupla foi surpreendente, saíram imediatamente do carro, visivelmente desagradados com esta situação, insinuando logo de seguida que tinham sido alvo de sabotagem por parte de alguém que tenha ali colocado as pedras propositadamente e de seguida bloquearam a classificativa, acenando a todos os participantes que se iam aproximando do local para abrandar o ritmo. Com isto a direcção de corrida foi obrigada a cancelar a especial, avançando assim a caravana para a derradeira classificativa de Rosário 2, palco de todas as decisões da edição do Rally Vinho Madeira de 2016. Sabendo-se que o carro de Bruno e Hugo Magalhães estava em condições de seguir para a ultima especial cronometrada sem grandes danos, ficava por se saber qual a decisão que seria tomada quanto ao cancelamento forçado pela dupla que liderava o rally.

foto: Facebook Ze Pedro Fontes
foto: Facebook José Pedro Fontes

Na última classificativa foi José Pedro Fontes o mais rápido vencendo por 4´s a etapa e 4,2´s sobre Alexandre Camacho, que viria a ser ultrapassado pelo actual campeão nacional em titulo e com isso caia para 3º na geral.

Bruno Magalhães e Hugo Magalhães terminavam o rally na frente, Fontes ficava com o 2º posto e Camacho em 3º a apenas 1´s de diferença. Mas tudo ainda ficava “preso” ao que o colégio de comissários iria decidir sobre o caso de corte de estrada por parte de Bruno e Hugo Magalhães. Na prática o piloto tinha vencido o rally, foi de facto o mais rápido em estrada, mas aquele acto poderia deitar tudo a perder. E deitou!

Mais tarde saía a sentença da direcção de prova e a dupla em causa era penalizada em 35´s no seu tempo, dando assim a vitória final a José Pedro Fonte e Inês Ponte sendo Alexandre Camacho promovido a 2º enquanto Miguel Nunes subia ao lugar mais baixo do pódio. A dupla que até então tinha liderado o rally caia para a 4ª posição.

Uma decisão muito polémica, mas qualquer que fosse a decisão do colégio de comissários, seria sempre polémica. A verdade é que as imagens “onboard” mostram claramente a pedra no caminho do Ford Fiesta e mais verdade ainda, é que quando da passagem do carro guiado por Francisco Abreu nenhuma indicação foi dada pelo piloto da existência daquela pedra no local. Certo é que na Madeira é habito acontecerem quedas de pedras das encostas e ribanceiras, mas acaba por ser coincidência a mais tal acontecer mesmo naquela hora e local, numa curva larga sem visibilidade e feita a uma velocidade considerável.

 

Facto é que a atitude da dupla ditou esta penalização e consequentemente, a não vitoria de uma prova que lideraram praticamente todas as classificativas. Estejam eles certos ou não, a verdade é que este assunto será tema de conversa durante muito tempo, o que vem manchar ainda mais esta edição do Rally Vinho Madeira que fica desta forma assombrada com este acontecimento nada normal e decerto modo, muito infeliz para a reputação do Rally e da modalidade em Portugal.

Quanto aos outros participantes e as suas classificações finais, tivemos Miguel Campos a fechar o top5 com o seu Skoda Fabia R5; Ricardo Moura longe do seu habitual, foi apenas 6º a mais de dois minutos do vencedor, sendo Pedro Meireles apenas o 7º na geral. Romain Dumas foi 8º e o melhor entre os GT, com o seu Porsche 997 GT3. No CNR2 destinado as duas rodas motrizes, venceu Gil Antunes em Renault Clio R3T .

 

Fica o registo de uma prova polémica, que ainda terá muito assunto pela frente. Perdeu o rally, perdeu a modalidade e perderam os adeptos que não viram uma corrida limpa de casos. Não fazemos avaliação de acontecimentos, mas o facto é que aconteceu algo de mau nesta prova, não estando a dar ou a tirar razão a quem quer que seja. A prova ficou manchada e certamente terá repercussões em edições futuras, o que será uma pena por ser este um dos mais belos e espectaculares ralis de toda a temporada.

Estaremos atentos a evoluções sobre este assunto por isso acompanhe todas as notícias no nosso site ou na nossa página de Facebook.

Até lá…if in doubt flat out!!

Carlos Mota

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.