Moto2: Miguel Oliveira assina pela KTM Ajo

Já algum tempo corria nos bastidores do Moto 2 o rumor que Miguel Oliveira poderia trocar a Leopard Moto pela Red Bull KTM Ajo e eis que esse dia chegou. O jovem piloto português assinou contrato na equipa onde obteve excelentes resultados e cresceu como piloto no Moto3, sendo neste momento uns dos pilotos “mais apetecíveis” no mundo do MotoGP.

Eis algumas reacções a esta assinatura por parte de Miguel Oliveira.

Pit Beirer, diretor da KTM Motorsport: “Temos desfrutado de cinco anos de uma colaboração de sucesso com o Aki Ajo em Moto3. Estamos felizes por ele e o nosso principal patrocinador, a Red Bull, nos oferecerem a estrutura ideal para ter uma equipa em Moto2 e possamos ter uma equipa em cada uma das classes dos GPs. Vemos a classe intermédia como uma plataforma para manter os pilotos na família KTM, que começa com a Red Bull MotoGP Rookies Cup e vai directa até ao MotoGP. A nova moto de Moto2 está a ser desenvolvida inteiramente por nós. O Brad Binder teve uma época de muito sucesso este ano e esperamos que ele consiga garantir o campeonato. Estamos contentes por ele poder estar connosco na equipa de Moto2. Além disso estamos felizes por darmos as boas-vindas ao Miguel Oliveira, que está de volta à família laranja depois de um ano em Moto2.”

“Estou muito contente por estarmos juntos com a KTM e a Red Bull neste projecto em Moto2. Agora estamos todos mais próximos, trabalhando juntos nas duas classes com a família Red Bull KTM nas três categorias, o que é histórico. É bom começar este projecto com dois pilotos que conhecemos bem. O Brad está connosco há dois anos e o Miguel teve uma época incrível no ano passado connosco. Ambos venceram corridas connosco, e não podia estar mais contente. São dois pilotos jovens, sedentos de vitórias e com uma atitude positiva para este projecto.”

 

Miguel Oliveira: “Estou muito contente por voltar à família da Red Bull KTM Ajo, uma equipa muito profissional que me trouxe muito sucesso. De facto, a minha época com mais sucesso foi com eles. Estou muito contente e muito grato ao Aki (Ajo) e à KTM por me escolherem e acreditarem em mim neste arranque de um projecto ambicioso da KTM em Moto2. Acredito muito neste projecto, acredito que terei uma equipa muito forte do meu lado, e acho que vamos conseguir os melhores resultados possíveis. Darei tudo nesta minha nova aventura.”

 

Quanto a nós, desejamos a melhor sorte ao piloto luso de Almada, para o resto da temporada e para a próxima.

 

Fontes: Marca.com

Motorcycle Sports

 

 

Ricardo Veiga

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.