Troféu Abarth Selénia: O azar não largou Manuel Pedro Fernandes

Foi uma jornada azarada a deste fim de semana para Manuel Pedro Fernandes, na 6ª ronda do Troféu Abarth Selénia, em Vallelunga, Itália.

As coisas começaram a correr mal logo na Sexta Feira, quando o avião que transportava o piloto a terras transalpinas se atrasou, tirando-lhe a possibilidade de fazer os treinos livres de adaptação à pista. Já no Sábado, nos treinos cronometrados, o carro de Manuel Pedro Fernandes não correspondeu e os problemas que tinha tido em Red Bull Ring pareciam estar de volta. O problema só seria descoberto mais tarde e tinha a ver com um tubo do intercooler que estava danificado, ficando o carro sem as condições ideais para que o piloto disputasse a qualificação com o nível a que nos tem habituado.

Recuperado o carro, a primeira corrida tinha tudo para ser diferente dos treinos e para que o piloto alcançasse mais uma vitória, mas tal não se verificou. Arrancando da última posição, procurou logo no início chegar-se à frente e quando estava prestes a consegui-lo, entrou o Safety Car sob bandeiras amarelas. Seguia em P3, proibido de ultrapassar. Em P2 seguia um adversário, 500m atrás do P1, ainda com o Safety Car em pista – imagine-se – criando, deliberadamente, uma distância enorme entre o piloto português e o primeiro classificado. O pelotão ficou dividido em duas partes distintas: a primeira, e a segunda parte com o segundo classificado a atrasar todos os pilotos que atrás dele seguiam, de uma forma suja e totalmente anti desportiva. Poder-se-á pensar que é proibido fazê-lo. Não é, mas foge a todos os padrões de ética desportiva. Após a saída do Safety Car, Manuel Pedro conseguiu ainda alcançar a P2, mas o tempo era já escasso e a P1 foi um objetivo impossível.

14263989_1118891704845661_5196698603631141265_n

Na segunda corrida, seguindo na segunda posição e a pressionar o adversário que seguia à sua frente, voltou a ter problemas com o carro, não alcançando mais que P3, mas conseguindo pelo menos terminar a corrida. Os problemas com o carro surgem quando menos se espera e são estas coisas que fazem o automobilismo tão aprazível e diferente de todos os outros desportos. São problemas aceitáveis.

Quanto à conduta do piloto italiano, preferimos deixar ao critério de cada um e abstermo-nos de qualquer tipo de comentários.

 

 

 

C.C.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.