Os campeões do dia

É um sinal que estamos perto do final das temporadas desportivas, mas hoje tivemos uma chuva de Campeões! Foi um dia recheado de notícias acerca dos novos campeões em várias modalidades. Seja das duas rodas ou de quatro, todos eles merecem os nossos parabéns porque é o resultado de muito trabalho. Glória para os vencedores!

Manuel Pedro Fernandes

Perdoem os campeões do Mundo, mas Manuel Pedro Fernandes tem um lugar especial no Chicane. Sempre muito acarinhado na cidade de Vila Real, Manuel Pedro decidiu sair da sua zona de conforto e arriscar numa competição estrangeira onde apostou forte na vitória. Acompanhado sempre pela família e amigos o vilarealense foi a causa dos organizadores italianos precisarem de comprar bandeiras portuguesas, já que não havia um ronda que não tivesse a bandeira nacional a voar bem alto.

Bastava terminar a corrida de Mugello no pódio e no entanto, Manuel Pedro Fernandes quis chegar mais longe e venceu. Manuel Pedro é campeão do Troféu Abarth Selenia 595 OT 2016, para além de juntar o 5º posto no FIA ETCC, fruto do maravilhoso fim de semana que viveu em Vila Real.

 

José Pedro Fontes

Mais um título nacional para José Pedro Fontes! A revalidação do título de Campeão Nacional de Ralis aconteceu no Rally Casino de Espinho, com Fontes a terminar em 1º com uma vantagem de mais de 1 minuto sobre Miguel Barbosa. Depois de Pedro Meireles e João Barros terem desistido, Fontes teve via aberta para a vitória no rali, conseguindo o bicampeonato tão desejado.

foto in: facebook.com/José-Pedro-Fontes
foto in: facebook.com/José-Pedro-Fontes

Um dos principais pilotos nacionais teve assim, mais um bom fim de semana com a vitória em mais uma prova, bem como a conquista do campeonato de ralis.

Marc Márquez

Possivelmente foi o primeiro campeão do Mundo do dia. Marc foi para o Japão a saber que podia fechar as contas do campeonato e teve a vida facilitada durante a corrida, já que, à semelhança de José Pedro Fontes no rali, os dois principais adversários desistiram da corrida de Motegi. Foi um campeonato vencido no braço, sem erros cometidos durante o ano, ao contrário do que aconteceu no ano passado.

marquezm

Márquez conquistou o seu terceiro título no MotoGP, quinto no mundial de motociclismo em 8 anos. O espanhol entrou no mundial em 2008 aos 15 anos de idade nas 125cc, tendo logo conquistado um pódio à sua sexta corrida, numa época que ficou marcada por uma lesão do piloto. Este ano, Valentino Rossi e o campeão de 2015, Jorge Lorenzo não conseguiram manter muita pressão sobre Márquez, muito por culpa da estabilidade que o 93 mostrou durante toda a época. Um espanhol sucede a outro espanhol no título do MotoGP, tendo Lorenzo passado a “pasta” a Márquez.

Sébastien Ogier

Se Márquez é um prodígio das duas rodas, Sébastien Ogier é um prodígio nos ralis. E se no MotoGP a hegemonia parece ser espanhola, no WRC França está sempre bem representada. Tetra campeonato para Ogier em solo catalão, com a vitória no RAAC Rali de Espanha. Mais um campeão que teve a vida facilitada, embora tenha disputado durante o dia de ontem a vitória no rali com o homem da casa, Dani Sordo. Andreas Mikkelsen, colega na Volkswagen teve uma saída de estrada e perdeu a hipótese de lutar ainda pelo campeonato, que matematicamente era possível.

14721693_1347043862019413_4508826493954973467_n

O francês entra para a história e junta-se a Juha Kankkunen e Tommi Mäkinen na lista de campeões com quatro títulos consecutivos. Apenas Sébastien Loeb, com nove títulos, é que está na frente de Ogier.

Mattias Ekstrom

Ao contrário do WRC, no campeonato FIA de ralicross, venceu a competição um piloto que nunca o tinha conseguido. Mattias Ekstrom apostou forte no WRX este ano, deixando de lado algumas provas do DTM para se poder concentrar a sério. Por exemplo, este fim de semana largou o volante do Audi no DTM para garantir o campeonato no Audi no WRX.

Photo credit: FIAWorldRallycross.com
Photo credit: FIAWorldRallycross.com

O sueco destronou o norueguês Petter Solberg e provou mais uma vez que o norte da Europa é muito bem representado neste tipo de competição. Nem Loeb se conseguiu ainda impor nesta modalidade.

Marco Wittmann

O piloto da BMW assegurou hoje na última ronda do DTM, em Hockenheim o seu segundo triunfo no campeonato. Wittmann chegou à ultima prova a lutar pelo título com Edoardo Mortara, mas no fim o piloto alemão levou a melhor.

foto: DTM
foto: DTM

Wittmann regeu o seu ano no DTM pela eficácia, tendo pontuado em 15 provas em 18 possíveis. Foi merecido, pese embora o facto de ter que chegar à última prova para poder festejar. O alemão junta-se assim ao lote de vencedores do campeonato alemão de turismos, onde se encontram nomes como Mattias Ekström, Timo Scheider ou Klaus Ludwig.

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.