MotoGP – G.P. da Austrália: Qualificação

Mais um fim-de-semana em que a montra do motociclismo está em alta. O circo do MotoGP desta vez e no espaço de cinco dias, está de visita a Austrália. Realiza-se o Mighelin Australian Motocycle Grand Prix, onde o recém consagrado campeão do mundo Marc Márquez, cumpre calendário.

De destacar a luta pelo segundo lugar no mundial e consequente pódio, entre os dois homens da Yamaha e mais que rivais, Valentino Rossi e Jorge Lorenzo.

Dados do Circuito Australiano:

Philip Island, a casa do desporto motorizado australiano, está repleto de tradição competitiva, com as primeiras corridas de automóveis a terem sido realizadas em estradas públicas nos anos 20 do século passado. A primeira corrida de motos teve lugar em 1931 e o traçado permanente foi construído em 1956. O circuito caiu no desespero durante os finais da década de 70, inícios de 80, até ter sido comprado em 1985 e ter sido alvo de melhoramentos na ordem dos 5 milhões de dólares australianos. O MotoGP regressou em 1989 e 1990, antes de fazer da pista uma paragem obrigatória do calendário a partir de 1997.
O Circuito de Phillip Island conta com uma paisagem de cortar a respiração, com o mar em fundo, e é uma das pistas mais rápidas e fluídas do calendário. Continua a oferecer algumas das mais espectaculares corridas de MotoGP todos os ano.

Comprimento: 4,4 Km
Curvas: 7 para a esquerda e 5 para a direita
Recta mais longa: 900 metros
Corrida: 27 voltas ao traçado Australiano
Vencedor em 2015: Marc Márquez aos comandos da Honda Repsol

Qualificação:
Apesar de diversos contratempos meteorológicos (como se fizeram sentir nos treinos livres) que assolaram o circuito de Phillips Island, eis que o mau tempo sentido até então, deu algumas tréguas para que se realiza-se a qualificação.
Com essa indefinição ao longo da qualificação, de chover ou não, o objectivo principal dos pilotos era estabelecer o melhor tempo o mais rapidamente possível, e assim precaverem-se. Foi o que aconteceu na Q1 (com os dez mais rápidos até então), onde Marc Márquez, o recém campeão do mundo, deu espectáculo ao conquistar mais uma pole position no MotoGP( 65 poles, ultrapassando Valentino Rossi com 64). O britânico Cal Crutchlow (LCR Honda), que se dá bem neste tipo ambiente metereológico conseguiu conquistar o segundo lugar na grelha de partida para o dia de amanha. Na ultima posição da grelha ficou o espanhol Pol Espargaro (Yamaha Tech3).

Nick Hayden que regressou ao mundo do MotoGP (para substituir Dani Pedrosa, que sofreu uma lesão no Japão) para ser colega de equipa de Marc Marquez durante este GP Austrália, conseguiu ser o sétimo piloto mais rápido. Um excelente regresso do americano e vamos aguardar para ver o que irá fazer durante a prova.
De realçar também o péssimo resultado dos homens da Yamaha. Jorge Lorenzo não foi além do décimo melhor tempo, enquanto Valentino Rossi ficou-se pelo décimo quinto. Veremos como se comportam estes dois rivais em pista, porque a indefinição dos lugares finais do pódio o MotoGP 2016 passa por estes dois grandes pilotos.

Resultado final da Qualificação:

 

img_20161022_164938

Aguardamos com alguma espectativa o desenrolar deste GP da Austrália, por diversas situações. Uma coisa é certa, já com quase tudo definido, espectáculo é garantido, isto se a meteorologia permitir.

Horarios das corridas:
img_20161022_165040

 

Fontes ( Classificação /Horarios):www.motorcyclesports.pt

Ricardo Fontelas

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.