F1 – Hamilton vence em dia de Verstappen

Lewis Hamilton venceu um complicado GP do Brasil e Nico Rosberg foi 2º, adiando a decisão para a última corrida do ano em Abu Dhabi. São agora 12 pontos que separam os colegas de equipa da Mercedes. O britânico liderou de fio a pavio, com 2 paragens da corrida pelo meio.

Em 3º terminou Max Verstappen, que na minha humilde opinião, provou-me ser merecedor de estar numa das melhores equipas do paddock. Se tinha dúvidas, e muitas, Max foi imperial à chuva. Ainda passou pelo 2º lugar da classificação, no primeiro reatamento da corrida, roubando de forma brilhante o lugar a Rosberg. No entanto, uma paragem para mudar de pneus durante o período de Safety Car por causa do acidente de Felipe Massa, levou a que caísse para o meio do pelotão. Foi recuperando posições, algumas das quais de forma formidável, até passar Checo Pérez (que fez uma corrida equilibrada e até merecia o pódio) para assumir o 3º lugar. Pelo meio, Max passou por um susto, quando era 2º, com o carro a fugir-lhe de controlo e quase, quase a embater no muro de acesso às boxes, um sítio que fez muitas vítimas hoje.

Pérez foi 4º, Vettel foi 5º (ficou a chorar que Max o empurrou para fora de pista durante a ultrapassagem, quando o alemão fez o mesmo a Alonso).  Sainz ficou à frente de Hulkenberg e Ricciardo, enquanto Felipe Nasr em casa pontuou pela primeira vez este ano e ofereceu os primeiros pontos à Sauber, que fica assim à frente da Manor no campeonato. Alonso fechou o top 10.

Última palavra para a confusão que foi a corrida de hoje, que durou mais de 3h e não beneficiou a imagem da F1. Muitas hesitações que deram uma ideia de falta de orientação da direcção da corrida. O público não gostou da 2º paragem e fez-se ouvir. A verdade é que as condições no inicio da corrida não eram as ideais, mas adiar por 10 minutos o inicio da corrida não ajudou. Charlie Whiting recebeu muitas mensagens indirectas pelo rádio. Amanhã analisaremos melhor a confusão que foi o dia de hoje.

Um último destaque para a despedida emotiva de Felipe Massa, que bateu na última curva do circuito. Vários mecânicos de outras equipas vieram despedir-se do brasileiro, com o público em êxtase. Um dos melhores momentos que já vi na F1. Adeus Felipe!

Classificação provisória:

1. L. Hamilton Mercedes 3:01:01.335
2. N. Rosberg Mercedes +11.455
3. M. Verstappen Red Bull +21.481 +10.026
4. S. Perez Force India +25.346 +3.865
5. S. Vettel Ferrari +26.334 +0.988
6. C. Sainz Jr. Toro Rosso +29.160 +2.826
7. N. Hulkenberg Force India no time +2.826
8. D. Ricciardo Red Bull no time +2.826
9. F. Nasr Sauber no time +2.826
10. F. Alonso McLaren no time +2.826
11. V. Bottas Williams no time +2.826
12. E. Ocon Manor no time +2.826
13. D. Kvyat Toro Rosso no time +2.826
14. K. Magnussen Renault no time +2.826
15. P. Wehrlein Manor no time +2.826
16. J. Button McLaren no time +2.826
Não terminaram
17. E. Gutiérrez Haas +11 Laps
18. F. Massa Williams +25 Laps
19. J. Palmer Renault +51 Laps
20. K. Raikkonen Ferrari +52 Laps
21. M. Ericsson Sauber +60 Laps
22. R. Grosjean Haas +71 Laps

 

Pedro Mendes

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.